Severino Januário – São João na fazenda Rancho Alegre

Já faz um bom tempo que eu estava aqui com esse disco separado. Eu ando tão corrido no trabalho que faz tempo que não tenho pintado por aqui, mas prometo tentar melhorar isso. E o Ivan promete continuar me cobrando também hehehehe.

Me lembro até hoje o dia em que peguei esse disco, foi um dos primeiros da minha coleção, achei ele num sebo lá na Luz, aqui no centro de São Paulo. Sempre fui um grande fã de músicas instrumentais, portanto não podia deixar de postar esse disco aqui.

Nesse disco Severino Januário interpreta duas músicas de seu irmão mais famoso. São elas o maior clássico do forró, “Asa Branca” de Luiz Gonzaga com parceria de Humberto Teixeira e “Assum Preto” de parceria desses dois compositores também.

Severino Januário – São João na fazenda Rancho Alegre
1980 – Take PLay

01. Arrasta-pé na casa do Manuelito (Severino Januário – Pedro Maranguape)
02. Arrasta-pé molhado (Severino Januário – Pedro Maranguape)
03. Eu e Lia (Severino Januário)
04. Arrasta-pé goiano (Severino Januário)
05. Casou no São João (Toninho Ribeiro)
06. Arrasta-pé doidinho (Cassimiro Vereda)
07. Moreninha linda (Januário – Sobrinho)
08. Asa Branca (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)
09. Mané Paraíba (Severino Januário)
10. Jequié (Severino Januário)
11. Cinderela (Severino Januário)
12. Assum Preto (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Zé Sabino – Forró paraíbano

Para aqueles que gostam de músicas instrumentais está ai mais um belo disco.

Contra capa do disco forró paraíbano de Zé Sabino

Peguei esse disco por recomendação de Rouxinol Paraíbano que me disse: “Pegue esse disco se gosta de músicas instrumentais, tem bastante coisa bonita aqui.” Fui na palavra dele e peguei, não me arrependi. Está ai um belo disco, de um artista que, até então, era desconhecido por mim.

Zé Sabino – Forró Paraíbano
1975 – Tropicana

01. Nordeste alegre (Zé Sabino)
02. Baião do nonon (Zé Sabino)
03. Coração de Quixeramobim (Zé Sabino)
04. Festa na fazenda (Zé Sabino)
05. Os dedos do Sabino (Zé Sabino)
06. Mulato malandrinho (Zé Sabino)
07. Mágoa de artista (Roberto Stanganelli)
08. Rin-tin-tin (Roberto Stanganelli – Francisco Barreto)
09. Eu e a saudade (Zé Sabino)
10. Baião laranjeira (Zé Sabino)
11. Ternurinha (Roberto Stanganelli)
12. Forró paraíbano (Zé Sabino)
13. Brincando com o acordeon (Zé Sabino)
14. Luar de Juazeiro (Ronerto Stanganelli)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Trio Virgulino – Ao vivo

Esse foi o primeiro trabalho em CD do Trio Virgulino, na época ajudou a tornar o trio conhecido no interior de São Paulo e na capital paulista, registrando os primórdios do início do rotulado “Forró universitário”, quando o trio tocava nas festas dos estudantes da USP e tinha sua noite fixa, ás quartas feiras, no extinto e saudoso ‘Projeto Equilíbrio’, umas das maiores casas de forró que já existiram aqui em Sampa.

Ganhei esse CD do próprio Adelmo Nascimento, com direito a um rabisco no encarte, é claro, afinal sou fã do trio, embora hoje eles estejam internacionais, quando lembro dessa época, bate uma saudade… Eita nostalgia!

O disco reúne no seu repertório, diversos clássicos do forró autêntico, destaque para a oitava faixa, que tem uma bela sequência de forrós, pro suor escorrer. E a curiosidade fica por conta da última faixa, onde usaram uma bateria eletrônica, creio que com o objetivo de atingir também o público do dito forró ‘eletrônico’.

Trio Virgulino – Ao vivo
1996

01)
Cintura Fina (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
Cajuína (Caetano Veloso)
Boiadeiro (Armando Cavalcanti – Klelcius Caldas)
02)
Petrolina e Juazeiro (Jorge de Altinho)
03)
Até mais vê (Pedrinho – Primo)
Pequenininha (Assisão)
04)
Paixão de beata (Nenem mulher) Pinto do acordeon
05)
Pensei que fosse alimento (Durval Vieira – Tony Din)
Rio das Pedras (Durval Vieira – Zenilton)
06)
Você caiu do céu (Nando Cordel)
Pagode Russo (Luiz Gonzaga – João Silva)
Nem se despediu de mim (Luiz Gonzaga – João Silva)
Olha pro céu (Luiz Gonzaga – José Fernandes)
07)
Propriá (Guio de Moraes – Luiz Gonzaga)
08)
Buli com tu (Cecéu)
Chegadinho (Assisão)
Forró Brasil (Hermeto Pascoal)
09)
Matuto Transviado (João do Vale – Luiz Wanderley)
De noite na cama (Caetano Veloso)
10)
Pensei que fosse alimento (Durval Vieira – Tony Din)
Ovo de codorna (Severino Ramos)

Como este disco está completamente fora de catálogo, para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Édson Duarte e Grupo nordestino – Ao vivo

Esse é um CD que o próprio Édson nos entregou, foi um show gravado, com vááárias regravações, na maioria músicas gravadas originalmente pelo Trio Nordestino.

Na listagem da contra capa, alguns nomes de músicas estão diferentes e sem os compositores, após uma breve pesquisa no site Brasil em vinil, reuni a maioria das informações. Só não consegui identificar a autoria do arrasta-pé que abre a sexta faixa, das demais listei os nomes originais e seus respectivos autores.

Édson Duarte e Grupo nordestino – Ao vivo

01
Canto de outrora (Cecéu)
Açucar no café (Antonio Barros)
Forró no claro (Antonio Barros)
02
Jardim do amor (Lindolfo Barbosa – Antonio Ceará)
Um beijinho só (Italúcia – Couzo)
Fole de ouro (Jorge de Altinho)
03
Capital do forró (Jorge de Altinho – Lindolfo Barbosa)
Gamado até demais (João Silva – Sebastião Rodrigues)
minha Zabé (Nininha – Coroné)
04
Mulher de borracha (João Gonçalves – Edson Duarte)
Mensageiro beija flor (Nanado Alves)
Montanha russa (Antonio Barros)
05
Arte culinária (Pinto do acordeon)
Bichinho danado (Pinto do Acordeon – Cobrinha)
Fartura de beijo (Durval Vieira – Jorge Paulo)
06
Tanto procurei
Pra que fogueira (Antonio Barros)
Chão colorido (Edson Duarte – Aloizio J. Silva)
07
Cacimba nova (José Marcolino)
Cantiga de vem vem (José Marcolino – Panta)
Roendo unha (Luiz Ramalho – Luiz Gonzaga)
08
Hoje é seu dia (Antonio Barros)
Parede da paixão (Cecéu – Oseinha)
Festa de amor (Francisco Guedes)
09
O neném (Cecéu)
Amor demais (Jorge de Altinho – Francisco Costa)
Amor não faz mal a ninguém (Onildo Almeida)
10
São João iluminado (Dominguinhos – Anastácia)
Nosso amor tá verde (Elino Julião – Reinaldo Beto)
Cair na brincadeira (Genaro – Evaldo Lima)
11
Na emenda (Manoel Euzébio – Juarez Santiago)
É madrugada (Antonio Barros)
No terreiro da fazenda (João Silva – K-Boclinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Jorge Teodoro – Forró do bom

Colaboração do Magrão, “A lenda”, de São Paulo – SP.

Um disco bem balançado, passeia por vários ritmos, com uma leitura diferente, tem letrras muito bem humoradas, algumas de duplo sentido, um álbum diferenciado, infelizmente, mais uma vez, não consegui descobrir nada sobre o artista, no caso, o Jorge Teodoro.

Produção, arranjos e regência de Wilson Vidal. Destaque para “Tudo é balela”, xote resposta para “Severina Xique Xique”, gravada mais de uma década antes.

Jorge Teodoro – Forró do bom
1986 – Recarey

01 Forró do Tio Brito (Jorge Teodoro)
02 O colecionador de moedas (Buco do pandeiro – Jorge Teodoro)
03 Elizabeth (Jorge Teodoro)
04 Forró do Zé (Jorge Teodoro)
05 Menina morena (Jorge Teodoro – Wilson Vidal)
06 Tudo é balela (Pardal – Jorge Teodoro)
07 Filó findou com Zé (Mak Donis – Jorge Teodoro)
08 A mulher que come muito (Jean Marcel)
09 Severino se virando (Antonio Bento – Jorge Teodoro)
10 Bahia terra santa (Jean Marcel – Wilson Lee)
11 Na batida do zabumba (Jorge Teodoro)
12 Mesmo que seja eu (Erasmos Carlos – Roberto Carlos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zé Honório – O rei do forró

Essa é mais uma colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB, que, dessa vez, nos mandou um LP do Zé Honório, sanfoneiro de 8 baixos. Não se preocupem, ainda temos mais alguns LPs do Zé Calixto pra publicar, mas é sempre bom dar uma variada e conhecer um artista diferente.

Tentei descobrir mas não achei nenhuma informação sobre o Zé Honório, mais uma vez, pedimos, se alguém souber e puder nos enviar alguma informação sobre ele, por favor, dividam esse conhecimento conosco.

Por enquanto é só, vamos dançando ao som dos oito baixos, no melhor forró que há!

Zé Honório e Seu 8 Baixos – O rei do forró
1973 – RCA

01. Cacimba Nova (Zé Honório e Mário Filho)
02. Comigo É Assim (Julio Ricardo e Oldemar Magalhães)
03. Machucadinho (Zé Honório e Zé Nilton)
04. Pulando a Fogueira (Zé Honório e Jorge Paulo)
05. Recordando (Zé Honório)
06. Pedacinho do Nordeste (José Barbosa de Carvalho e Zé Honório)
07. Bonfinense (Waldete Silva e Zé Honório)
08. Dengozinho (Zé Honório)
09. Tá Tudo Em Casa (Túlio Ricardo)
10. Paraquedista (José Leocádio)
11. Minha Flor (Waldete Silva)
12. De Recife à Fortaleza (Waldete Silva e Túlio Ricardo)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Genival Lacerda – Tomaram meu amor

Essa é mais uma colaboração do DJ Vinícius de Belo Horizonte – MG, é um disco que há tempos ele vinha me prometendo e finalmente aqui está. É um dos discos mais raros do Genival, não é um álbum comum, ele por mais antigo que pareça, já é uma coletânea.

O disco é uma compilação de músicas lançadas anteriormente em discos de 78RPM, de 1956 a 1962, aproximadamente. Este exemplar é de 1973, tem a data grafada na contra capa, porém acreditamos que o disco possa ter sido lançado cerca de uma década antes.

Essa é uma oportunidade única de ouvirmos as gravações do Genival antes da influência da mídia e das gravadoras. Embora eu goste também muito das gravações mais recentes, esse som é imcoparável, pois é completamente autêntico.

Genival Lacerda – Tomaram meu amor
1973 – Rosemblit

01 Salve Cosme e Damião (Manoel Avelino – Genival Lacerda)
02 O delegado deu ordem (Rosil Cavalcanti – Genival Lacerda)
03 Noé, Noé (Rosil Cavalcanti)
04 Balanço do côco (Antonio Barros)
05 Rojão nacional (Rui de Moraes e Silva)
06 Côco de 56 (João Cobra Preta)
07 Adeus meu bem (Genival Lacerda – Carlos Nascimento)
08 Mariá (Antonio Clemente – Genival Lacerda)
09 Tomaram meu amor (Genival Lacerda – Antonio Clemente)
10 Mariá de Belém (Genival Lacerda – Brás do Pandeiro)
11 Côco da Cajarana (Genival Lacerda – Jacinto Silva)
12 Forró de Zé Lagoa (Rosil Cavalcanti)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Elba Ramalho – Elba

Essa é uma colaboração do Thiago Silva, de Recife – PE. Não é um disco de forró, daqueles pra se dançar, mas tem músicas que remetem ao forró e às suas raízes, nos compositores e temáticas usuais do forró autêntico, porém, em arranjos mais leves e voltados para a MPB.

No ano anterior, Elba fez sua primeira turnê internacional, na África. E em 1981, participou do Festival de Jazz de Montreux, na Suíça, e lançou esse LP.

Gravado em 24 canais no Rio de Janeiro – RJ, com arranjos de Miguel Cidras e de Zé Américo, que também gravou as sanfonas, violão de Vital Farias na faixa “O pedido” de autoria do Elomar. Composições de Luiz Gonzaga, de Humberto Teixeira e de Rosil Cavalcante entrte outras, Destaque para a belíssima composição do Caetano Veloso “Cajuína”.

Elba Ramalho – Elba
1981 – Epic

#01. Temporal (Braulio Tavares – Fubá)
#02. Amanhã eu vou (Beduíno – Luiz Gonzaga)
#03. Dono dos teus olhos (Humberto Teixeira)
#04. Oitava (Cátia de França)
#05. O pedido (Elomar)
#06. Lua viva (Tito Livio – Lula Côrtes)
#07. Aquarela nordestina (Rosil Cavalcanti)
#08. Vem (Ser navegador) (Marco Polo)
#09. Cajuina (Caetano Veloso)
#10. Eu queria (Mário Rossi – Roberto Martins)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Renato Leite – É assim que o nordestino quer

Mais uma colaboração do Arlindo.

Cantor, compositor, sanfoneiro, jornalista, radialista, produtor fonográfico e proprietário do jornal Folha dos Bairros de São Paulo. Filho de fazendeiro nascido em Mauriti, interior do Ceará, atuou cerca de 40 anos como radialista.

Acima as capas do re-lançamento em CD pela Copacabana.

Cavaquinho de um lado, violão de sete cordas no outro, sanfona e zabumba no centro e assim vai, somente instrumentais em diversos ritmos, um disco para inspirar os sanfoneiros.

Renato Leite – É assim que o nordestino quer
Cartaz

*01. O malhão (Adap: Roberto Leal)
*02. Casa de sogra (Zé Paraíba)
*03. Forró sem destino (Renato Leite)
*04. Quebrando côco (Renato Leite)
*05. Forró por atacado (Renato Leite)
*06. Eu quero apenas (Roberto Carlos – Erasmo Carlos)
*07. Afrikaan beat (Kaempfert)
*08. Renato Leite no forró (Zé Paraíba)
*09. Boêmio da noite (Renato Leite)
*10. É assim que o nordestino quer (Renato Leite)
*11. Arranca toco (Renato Leite)
*12. Topa tudo (Renato Leite)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

CD – Geraldo Azevedo – Raízes e frutos

Após vários anos de uma carreira muito bacana, Geraldo Azevedo gravou esse álbum, fazendo um resumo da sua obra. É um álbum duplo, todas as músicas são bastante conhecidas, o disco 01 tem as composições mais voltadas para a MPB, com arranjos leves para se ouvir, e o disco 02 reúne os forrózinhos, para se dançar.

A imagem acima, veio na embalagem que envolvia a caixinha do CD, coisa que quem não tem o disco original nunca vai ter, e nem o encarte, que além das letras, tem fotos muito boas do Geraldinho. O álbum foi produzido pelo Robertinho do Recife.

Geraldo Azevedo (Petrolina, 11 de janeiro de 1945) é um compositor, cantor e violonista pernambucano. Autodidata, aos 12 anos de idade já tocava violão.

No início da década de 70, junto com o também pernambucano Alceu Valença formou dupla, com a boa performance no Festival Universitário da TV Tupi com as composições “78 rotações” e “Planetário” a dupla chamou a atenção da gravadora Copacabana e em 1972, lançou com Alceu Valença, seu primeiro LP. (Trecho extraído do Wikipedia)

Geraldo Azevedo – Raízes e frutos
1998 – BMG

DISCO 1
01 Talvez seja real (Fausto Nilo – Geraldo Azevedo)
02 Barcarola do São Francisco (Carlos Fernando – Geraldo Azevedo)
03 Caravana (Alceu Valença – Geraldo Azevedo)
04 Você se lembra (Pippo Spera – Fausto Nilo)
05 Dia branco (Renato Rocha – Geraldo Azevedo)
06 Letras negras (Fausto Nilo – Geraldo Azevedo)
07 Estrela guia (Carlos Fernando – Geraldo Azevedo)
08 Parceiro das delícias (Capinan – Geraldo Azevedo)
09 Tanto querer (Geraldo Azevedo – Nando Cordel)

DISCO 2
01 Dona da minha cabeça (Fausto Nilo – Geraldo Azevedo)
02 Moça bonita (Capinan – Geraldo Azevedo)
03 Táxi lunar (Alceu Valença – Geraldo Azevedo – Zé Ramalho)
04 O amanhã é distante (Babal – Bob Dylan)
05 Chorando e cantando (Fausto Nilo – Geraldo Azevedo)
06 Sétimo céu (Fausto Nilo – Geraldo Azevedo)
07 Morena linda flor (Geraldo Amaral – Geraldo Azevedo)
08 Rasgo de lua (Geraldo Amaral – Geraldo Azevedo)
09 Beleza agreste (Carlos Fernando – Geraldo Azevedo)
10 For all para todos (Capinan – Geraldo Azevedo)

Para baixar esse álbum duplo, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook