Marinês

marines-2006

* Foto enviada pelo Thiago Ribeiro

Messias Holanda – Olhe eu aqui de novo

1977-messias-holanda-olhe-eu-aqui-de-novo-capa

Colaboração do Jorge Paulo, o Bandeirante do Norte.

1977-messias-holanda-olhe-eu-aqui-de-novo-verso

Direção de produção e estúdio de Abdias, arranjos e regência de Maestro Chiquinho do Acordeon, destaque para “Menino moderno” de Alba e F. Guimarães.

Messias Holanda – Olhe eu aqui de novo
1977 – CBS

01. Patinho na lagoa (Moni / Antônio A. Ribeiro)
02. Amor de Chica (Anatalicio / Nito Canhete)
03. Forrocantando (Jacinto Limeira / Messias Holanda)
04. Vendo ovos de galinha (Edmilson Rodrigues / Antônio A. Ribeiro)
05. Menino moderno (Alba / F. Guimarães)
06. Você está limpa (Messias Holanda / Dourinha)
07. Cuidado Tereza (Ivan Peter / Messias Holanda)
08. Doutor quero uma chupeta (Assisão / Diógenes)
09. Nem a loteca deu jeito (J. P. Cruz / Niquinho)
10. Saudade dói (D. Matias / Tarcisio Capistrano)
11. Chico Preguiça (Chico Xavier / Nem)
12. Mocotó com rapadura (Messias Holanda / Ulisses Silva)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Compacto duplo – Albérico Sá

compacto-duplo-1979-albarico-sa-capa

Colaboração do DJ Mocambo, de São Paulo – SP.

compacto-duplo-1979-albarico-sa-selo-acompacto-duplo-1979-albarico-sa-selo-b

Não conseguimos levantar nada sobre a vida e obra do Albérico Sá.

compacto-duplo-1979-albarico-sa-verso

Acompanhamento do conjunto de Ednaldo Castanha, destaque para o balanço de “Forró de Mané Titico” e “Forró de Mizae”, ambas de Albérico Sá.

Compacto duplo – Albérico Sá
1979 – Fabiana

01 Quero ver soltar balão (Albérico Sá)
02 Forró de Mané Titico (Albérico Sá)
03 Forró de Mizae (Albérico Sá)
04 São João é festa pra se brincar (Albérico Sá)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Severino Januario – Forró de São João

severino-januario-forra-de-sao-joao-capa

Colaboração do José de Sousa, natural de Guarabira – PB.

severino-januario-forra-de-sao-joao-selo-aseverino-januario-forra-de-sao-joao-selo-b

“Os grandes nomes da sanfona de oito baixos, porém, nunca esqueceram de Severino. Recentemente, Luizinho Calixto, irmão de Zé Calixto, declarou que Severino foi o maior músico da família de Januário José dos Santos, pai de Luiz Gonzaga. Eu me alegrei muito com este reconhecimento porque Severino sempre foi ofuscado pelo brilho do irmão famoso, Luiz Gonzaga, tanto que faleceu no mesmo ano em que morreu o Rei do Baião, mas as pessoas só lembram de Luiz.” (Fonte)

severino-januario-forra-de-sao-joao-verso

Mais um disco todo instrumental, com forrós bem balançados e algumas quadrilhas.

Severino Januario – Forró de São João
Discofam

01 Forró em Pernambuco (Severino Januario – Pedro Maranguape)
02 Forró na ximboca (Severino Januario – Pedro Maranguape)
03 Forró em Cabo Frio (Severino Januario – Pedro Maranguape)
04 Forró na pirambóia (Severino Januario – Pedro Maranguape)
05 Arrastapé do Zé Negão (Severino Januario – Pedro Maranguape)
06 Arrastapé do Zé Tatá (Severino Januario – Pedro Maranguape)
07 Arrastapé do Parana (Luiz de Souza)
08 Forró na cachoeira (Severino Januario – Pedro Maranguape)
09 Quadrilha sertaneja (Severino Januario – Pedro Maranguape)
10 Quadrilha portuguesa (Severino Januario – Pedro Maranguape)
11 Forró em Paraty (Severino Januario)
12 Forró capichaba (Severino Januario)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Zé Marcolino – Pedra de amolar

za-marcolino-cp

Colaboração do Nilson Araújo, da Sala Nordestina de Música.

“CD independente idealizado e produzido pela paraibana Socorro Lira dentro do Projeto Memória Musica da Paraíba vol 2, onde conta material inédito, inclusive com voz do poeta Zé Marcolino falando sobre intérpretes para algumas músicas.

Olha o time de canta as pérolas do poeta: Socorro Lira, Dominguinhos, Flávio José, Maria da Paz, Vital Farias, Fátima e Bira Marcolino, Miguel Marcondes, Luíz Homero, Irah Caldeira, Marinês (por sugestão do próprio Zé Marcolino quando da criação da música), Maciel Melo, Kátia Virginia, Gláucio Costa, Quinteto Violado, Santanna, e o próprio Zé Marcolino.

za-marcolino-aaza-marcolino-sl

Um resgate fantástico graças a colaboração da família Marcolino.
Os dizeres de Assis Ângelo e da própria Socorro dizem tudo sobre essa obra.

za-marcolino-ccp

É um CD dificílimo. Para você ter uma idéia, a família, através da Fátima Marcolino, nem dispõe mais desse CD, para distribuição, claro, a não ser o do acervo pessoal.
Em loja de CDs na região, é feito pé de cobra. ninguém vê.”

Zé Marcolino – Pedra de amolar
2004

01 Pedra de amolar (Zé Marcolino) Socorro Lira – Baião
02 Sertanejo forçado (Zé Marcolino) Dominguinhos – Baião
03 Rio da barra (Zé Marcolino) Flávio José – Xote
04 Casa de cantador (Zé Marcolino) Maria da Paz – Toada
05 Toada de Filismina (Zé Marcolino) Vital Farias e Fátima Marcolino – Toada
06 Eu e o carão (Zé Marcolino) Miguel Marcondes e Luíz Homero – Recitativa
07 Ciúmes da Lua (Zé Marcolino) Irah Caldeira – Modinha
08 Cabocla matadeira (Zé Marcolino) Zé Marcolino e Bira Marcolino – Baião
09 Solidão de cabôclo (Zé Marcolino) Marinês – Baião
10 Flor do pajeu (Zé Marcolino) Maciel Melo – Baião
11 Mulher carente (Zé Marcolino) Kátia Virginia – Samba
12 Forró do fuzuê (Zé Marcolino) Gláucio Costa – forró
13 Semelhança (Zé Marcolino) Bira Marcolino – Samba
14 Mulher esperança (Zé Marcolino) Quinteto Violado – Marcha
15 Obrigado, meu Deus (Zé Marcolino) Santanna – Chorinho canção

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Compacto – Benedito Nunes

compacto-1971-benedito-nunes-capa

Colaboração do DJ Cris, de São Paulo – SP.

compacto-1971-benedito-nunes-selo-acompacto-1971-benedito-nunes-selo-b

Aqui deve ter acontecido uma daquelas trocas de capa, pois as capas são de um compacto duplo de 1972 e o disco em si é um compacto simples de 1971, ambos da mesma gravadora e que coincidentemente tem duas músicas em comum.

compacto-1971-benedito-nunes-verso

Mesmo com essa pequena confusão, o compacto está super bem conservado, como se fosse novo.

Compacto – Benedito Nunes
1971 – Continental

01 Seu reverendo (Elias Soares – Genival Lacerda)
02 Trabalha paulista (Luis Wanderley – Elias Soares)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Luiz Gonzaga – Sangue de nordestino

luiz-gonzaga-1979-sangue-de-nordestino-capa

O áudio é uma colaboração do Cleiton de Abreu, as capas são minhas.

luiz-gonzaga-1979-sangue-de-nordestino-selo-aluiz-gonzaga-1979-sangue-de-nordestino-selo-b

Depois de algum tempo consegui um exemplar do LP e fotografei as capas pra complementar a publicação.

luiz-gonzaga-1979-sangue-de-nordestino-verso

Coletânea que traz a inédita “Samarica Parteira” de Zé Dantas.

Luiz Gonzaga – Sangue de nordestino
1979 – Jangada

01. Samarica parteira (Zé Dantas)
02. Só xote (Onildo Almeida)
03. Frei Damião (Janduhy Finizola)
04. O fole roncou (Nelson Valença – Luiz Gonzaga)
05. Tei tei arraiá (Onildo Almeida)
06. Daquele jeito (Luiz Gonzaga – Luiz Gonzaga)
07. Cidadão de Caruaru (Janduhy Finizola – Onildo Almeida)
08. Sangue nordestino (Luiz Guimarães)
09. Fogo pagou (Rivaldo Serrano de Andrade)
10. Retrato de um forró (Luiz Gonzaga – Luiz Gonzaga)
11. A mulher de meu patrão (Nelson Valença)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Tácyo Carvalho – O forrozeiro do Araripe

capa

Colaboração do Oclécio Carvalho Costa.

contra-capa

Participação especial de Aivan siqueira na faixa “Hoje eu sei” de Arcquilhias; e de Chiquinha gonzaga na faixa “Sapo afogado” de Tácyo Carvalho, V. Sobral e F. Gomes.

Tácyo Carvalho – O forrozeiro do Araripe
1995

01 Tic tac (Tácyo Carvalho)
02 Forró do malhadão (Tácyo Carvalho – Zé Mocó – Iranilson)
03 Na vaquejada (Tácyo Carvalho – Lili – J. Freitas)
04 Hoje eu sei (Arcquilhias)
05 Sapo afogado (Tácyo Carvalho – V. Sobral – F. Gomes)
06 Forró, verso e viola (Roberto Agra – Francisco Agra)
07 É chumbo grosso (João Silva -Zé Mocó – J. Freitas)
08 Xote do Canário (Tácyo Carvalho – Telson)
09 Forró de pega pra capá (Tácyo Carvalho – Paulo bob)
10 Forró do F.F.F.R. (Tácyo Carvalho – Zé Mocó – Elias Lourenço)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD / áudio do DVD – Fábio Carneirinho – Aos pés do meu Padim

fabio-carneirinho_aos-pas-do-meu-padim-capa

Colaboração do Gleydson Morais.

fabio-carneirinho-aos-pas-do-meu-padim-foto-capa

Áudio do segundo DVD, gravado em Janeiro de 2008 : “Fábio Carneirinho aos pés do meu Padim”.

O DVD foi gravado no Horto em Juazeiro do Norte – CE com uma belíssima estrutura de palco e iluminação montada aos pés da estátua do Padre Cícero e com a participação de aproximadamente 3.000 pessoas.

fabio-carneirinho_aos-pas-do-meu-padim-verso

O resultado foi incrível. O músico conseguiu produzir um material capaz de divulgar a cidade, demonstrando seu principal ponto turístico, enfatizando o forró e a cultura da região do Cariri Cearense.

O Trabalho ainda conta com as participações especialíssimas de Dominguinhos e de Santanna.

Fábio Carneirinho – Aos pés do meu Padim
2008

01 Não vou mais errar com você (Fábio Carneirinho)
02 Parte da minha vida (Petrúcio Amorim)
03 Site da felicidade (Paulo Long – Rose Santana)
04 Menina (Dorgival Dantas)
05 Eestrelinha do céu (Dadá Moreira – Pedro Massadas)
06 Primeiro eu (Marquinhos Maraial)
07 Quem sofre sou eu (Dorgival Dantas)
08 Eleve o pensamento (Wellinton Costa)
09 Pedido de um matuto (Luiz Fidélis)
10 Amigo velho tocador (João Silva – Zé Mocó)
11 Anjo da guarda (Dominguinhos – Nando Cordel)
12 A felicidade (Luiz Fidélis)
13 Me tira dessa coração (Guedes Neto – Fernandes Neto)
14 São João do carneirinho (Luiz Gonzaga – Miguel Lima)
15 Hino e voltando (Luiz Fidélis)
16 Se lembra coração (Luiz Fidélis – Ferreira Filho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Semana Luiz Gonzaga 2009 – de 09 a 13 de dezembro

semana-lg

*Notícia enviada pelo Jairo Melo

Abaixo, segue a programação do ‘Memorial Luiz Gonzaga’ de Recife – PE.

SEMANA LUIZ GONZAGA 2009 – 09 a 13 de dezembro

Passados exatos 20 anos do falecimento de Luiz Gonzaga, sua importância para a música e cultura popular nacional ainda precisa ser afirmada, mesmo descoberta, por grande parte da população brasileira.

No mês de seu nascimento, o Memorial Luiz Gonzaga, com a parceria de importantes instituições acadêmicas e de memória, realiza uma semana de palestras, oficina e mostras que pretende contribuir para a melhor compreensão e dimensionamento do artista que representa um dos pilares fundamentais de nossa música.

2a-mostra-de-curtas-de-animaaao

2ª MOSTRA DE CURTAS DE ANIMAÇÃO LUIZ GONZAGA
Ginásio de Esportes Geraldo Magalhães (Geraldão)
Dia 09 | das 13h às 18h
Dia 10 | das 08h às 12h30 | das 13h30 às 18h
Dia 11 | das 08h às 12h30

Em sua segunda edição, a Mostra de Curtas de Animação Luiz Gonzaga é a culminância de um trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo com alunos da Rede Municipal de Ensino do Recife, através do Programa Mais Educação, utilizando os recursos da tecnologia digital com apoio da DGTEC. Tendo por base as músicas do Lua, os estudantes mergulham no universo de Gonzaga, e produzem seus próprios curta-metragens.

Neste ano de 2009, foram 87 escolas participantes, com cerca de 4.500 alunos envolvidos.

mostra-de-cinema

MOSTRA DE CINEMA LUIZ GONZAGA – Dias 09, 10 e 11 de dezembro
Sala João Cardoso Ayres, Derby. FUNDAJ
Sala Gilberto Osório, Apipucos. FUNDAJ

Pouco divulgada e conhecida é a participação de Luiz Gonzaga em filmes brasileiros, principalmente nas chanchadas, gênero mais popular feito no cinema nacional até hoje. Os tipos populares encontravam grande empatia e aceitação entre os espectadores.

“Mesmo pretendendo, em certos aspectos, imitar o modelo hollywoodiano, as chanchadas transpiram uma inconfundível brasilidade ao colocar em relevo os problemas cotidianos da época. Comédias apressadas e sem conteúdo para os críticos da época, as chanchadas só têm seu valor reconhecido durante a década de 70, quando uma nova geração de especialistas observa nesse tipo de comédia qualidades até então despercebidas, principalmente, o conteúdo crítico existente em seus enredos.”

Sala João Cardoso Ayres, Derby. FUNDAJ – Exibição de filmes

Dia 09/12
18h30 – E o mundo se diverte (1948)
Direção: Mário Del Rio; Produção: Maristela-Filmes; Tempo: 90min.

20h – É com esse que eu vou (1948)
Direção: José Carlos Burle; Produção: Atlântida Cinematográfica; Tempo: 97min.

Dia 10/12
18h30 – Chapéu de couro (1978)
Direção: Salo Felzen; Produção: Edmar Tomy; Tempo: 90min.

20h – O comprador de fazendas (1951)
Direção: Alberto Pieralisi; Produção: Companhia Cinematográfica Maristela; Tempo: 96min.

Dia 11/12
18h30 – Hoje o galo sou eu! (1957)
Direção: Aluízio T. Carvalho; Produção: L. Lupovici; Tempo: 90min.

20h – Sem essa, Aranha (1970)
Direção: Rogério Sganzerla; Produção: Julio Bressane; Tempo: 102min

Sala Gilberto Osório, Apipucos. FUNDAJ -Palestras, exibição de documentários e apresentações culturais

Dia 09/12

14h30 – Abertura

14h40 – Painel: A Chanchada, a Sanfona e o Aranha
Geraldo Pinho / Diretor do MISPE (Museu da Imagem e do Som de Pernambuco)
Ernesto Barros / Gerente de Audiovisual da Prefeitura do Recife
Paulo Cunha / Professor do Curso de Bacharelado de Cinema da UFPE
Anselmo Alves / produtor de audiovisual

15h40 – Exibição do documentário: Luiz Gonzaga, A Luz Dos Sertões
Direção: Rose Maria; Produção: Anselmo Alves; Tempo: 36min

16h30 – Recital de cordéis sobre Luiz Gonzaga – UNICORDEL – União dos Cordelistas de Pernambuco

17h00 – Apresentação musical – Kelly Rosa

Dia 10/12

14h30 – Palestra: Luiz Gonzaga – A resistência de um cantador
Renato Phaelante – pesquisador de MPB da Fundação Joaquim Nabuco

15h10 – Exibição do documentário: Rota Sertão-Mundo
Direção: Genivaldo do Nascimento; Produção: GEO Petrolina; Tempo: 47min

16h20 – Recital de cordéis sobre Luiz Gonzaga – UNICORDEL – União dos Cordelistas de Pernambuco

16h50 – Apresentação musical – Ed Carlos

jornada-para-educadores

2ª JORNADA GONZAGUIANA PARA EDUCADORES
Universidade Católica de Pernambuco – Auditório Pe. Antonio Vieira – G2
11 de dezembro; Das 07h30 às 17h30; (300 vagas)

A Jornada objetiva proporcionar aos educadores em geral oportunidade de informação sobre o universo social e cultural sertanejo, no qual Gonzaga cresceu e inspirou-se para construir sua obra, e que tão bem representou com sua imagética e oralidade.

Direcionado a educadores, sem excluir a participação de outros interessados, o evento, em sua segunda edição, apresenta temas emblemáticos para o conhecimento do Sertão e da obra gonzaguiana.

Programação:
08h00 – Cadastramento
08h30 – Abertura
09h00 – Tema 1 – A figura do coronel e o coronelismo. Prof. Dr. João Moraes – UFRPE
10h00 – Pausa para o café
10h30 – Tema 2 – A figura do vaqueiro e a civilização do couro Prof. Dr. Caio Maciel – UFPE
11h30 – Almoço
13h30 – Tema 3 – A figura do beato e o catolicismo popular Prof. Dr. Severino Vicente – UFPE
14h30 – sorteio
14h40 – Tema 4 – A figura do cangaceiro e o cangaço Prof. Dr. Daniel Duarte – UFPB
15h40 – Pausa para o café
16h10 – Tema 5 – O nordeste e a expressão de Luiz Gonzaga Profa. Dr. Sulamita Vieira – UFC
17h10 – encerramento

oficina-baiao-de-repente

OFICINA BAIÃO DE REPENTE – CFAV
Pátio de São Pedro – 10, 11 e 12 de dezembro – Das 14h às 18h

O ponteio dos violeiros, conhecido como baião de viola, foi um dos elementos inspiradores do Rei do Baião. Explorando essa relação, a oficina se propõe a abordar as principais modalidades da cantoria, tratando de temas relacionados à sua história e às técnicas de criação, com a participação de uma dupla de poetas repentistas.

Temas e palestrantes:
Dia 10 – História da cantoria – Profa. Verônica Moreira – Recife/PE
Dia 11 – Técnicas da cantoria de viola – Prof. Audaci de França – Mossoró/RN
Dia 12 – Gonzaga e o baião de viola – Prof. Antero Madureira – Escola João Pernambuco – Recife/PE

Memorial Luiz Gonzaga
Informações: 3232.2965
mlgonzaga@recife.pe.gov.br

1 2 3 8

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook