Dominguinhos e Genaro

dominguinhos-e-genaro

*Foto enviada pelo Jairo Melo

Zé Paraíba – O Rei do Forró

o-rei-do-forra-frente

Colaboração do sergipano Everaldo Santana.

o-rei-do-forra-selo-ao-rei-do-forra-selo-b

Curiosamente, para os bons observadores, na contra capa, a autoria de todas as músicas é creditada ao Zé Paraíba, porém, nos selos do disco, os créditos vem todos para Zé Paraíba em parceria com João Caetano.

o-rei-do-forra-verso

Lançado em 1982, pelo selo Som, que era um dos selos da Copacabana, vários ritmos e cadências bem pra frente, destaque para o choro “Uma noite em Copacabana” e para o xote “As meninas de lá”.

Zé Paraíba – O Rei do Forró
1982 – Beverly

01 – Tem que ter as manhas (Zé Paraíba)
02 – Sou romeiro (Zé Paraíba)
03 – Meu tempo bom (Zé Paraíba)
04 – Uma noite em Copacabana (Zé Paraíba)
05 – Uma noite no forró (Zé Paraíba)
06 – Teléco-téco (Zé Paraíba)
07 – Vida de cigano (Zé Paraíba)
08 – Este ano eu vou (Zé Paraíba)
09 – Boa viagem (Zé Paraíba)
10 – As meninas de lá (Zé Paraíba)
11 – Lascando brasa (Zé Paraíba)
12 – Meu velho rancho (Zé Paraíba)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zezinho do Acordeon – Pegando naquilo

zezinho-do-acordeon-pegando-naquilo-capa

Colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá.

zezinho-do-acordeon-pegando-naquilo-selo-azezinho-do-acordeon-pegando-naquilo-selo-b

José dos Santos ou apenas, Zezinho do Acordeon, nascido em 01/01/1940, comprou a primeira sanfona em 1965, mas nessa época tocava apenas por diversão. Em 1988 comprou a sua segunda sanfona e começou a fazer apresentações em público.

Já se apresentou em várias capitais do nordeste. Integra o trio ‘Os Maiorais do forró’, onde toca sanfona e canta. (fonte)

zezinho-do-acordeon-pegando-naquilo-verso

Direção artística de Renato Sta. Cruz, direção de estúdio e guitarras de D. Mathias, arranjos e Tel França, que também gravou as sanfonas ao lado de Samburico, gravado em 16 canais no Rio de Janeiro.

Zezinho do Acordeon – Pegando naquilo
Brilho´s Rio

01. No tom da baixaria (Zezinho do Acordeon / Rouxinol)
02. Ela é Uma dendequinha (Zezinho do Acordeon / Coronel Narcizinho)
03. Coleção de amor (José Pedro / Zezinho do Acordeon / Antônio do Zabumba)
04. Pegando naquilo (Zezinho do Acordeon / Jorge Bacarin)
05. Um paraíso de amor (Zezinho do Acordeon / Tereza Morena do Forró / Severo do Trombone)
06. Lindos balões (Zezinho do Acordeon / Renato Santos)
07. Amor tem preço (José Pedro / Zezinho do Acordeon / Mano Cícero)
08. Mulher suada (Zezinho do Acordeon / D. Matias)
09. Mensagem da asa branca (Glória Vavá / Zezinho do Acordeon / Tereza Morena do Forró)
10. Venha cá meu bem (Luiz Muniz / Mano Cícero / Antônio Zabumba)
11. Está tudo bem (Zezinho do Acordeon / Iranilson)
12. O vento cruza meus caminhos (Luiz Muniz / Francisco Gomes)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Dominguinhos e Hermeto Pascoal tocando “Forró Brasil”

Pena que o áudio não ficou perfeito e o sax tenor encobriu o sax soprano do Hermeto.

Ary Lobo – Piedade senhor

1972-ary-lobo-piedade-senhor-capa

Colaboração do Jorge Paulo, O Bandeirante do Norte.

1972-ary-lobo-piedade-senhor-selo-a1972-ary-lobo-piedade-senhor-selo-b

Para os fãs do Ary Lobo, mais um LP com diversos ritmos.

1972-ary-lobo-piedade-senhor-verso

Destaque para “Arraiá de Nazareth” de Ari Monteiro e Amilton de Souza Mattos; e para “Forrozão” de Venâncio e Kazinho.

Ary Lobo – Piedade senhor
1972 – SOM

01. Minha viola (Raimundo Evangelista)
02. Eu vhego lá (Barbosa da Silva / Raimundo Evangelista)
03. Capoeira do Arnaldo (Paulo Vanzolini)
04. Arraiá de Nazareth (Ari Monteiro / Amilton de Souza Mattos)
05. Cravo e rosa (Barbosa da Silva)
06. Vou amar (Luiz Moreno)
07. Piedade senhor (Barbosa da Silva / Abelardo Barbosa “Chacrinha”)
08. Nunca mais (Ataulfo Alves)
09. Tudo lembra você (Alfredo Pereira / Raimundo Evangelista)
10. Forrozão (Venâncio / Kazinho)
11. Romeiro (Lopes Bogéa)
12. Grande povo (Edgar Ferreira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Trio Nortista – O achado

1980-trio-nortista-o-achado-capa

Colaboração do Tiziu, do Trio Araripe.

Pra quem não sabe, o Tiziu é esse ai na capa com a zabumba, ao lado dos irmãos Jonas e Zequinha de Andrade.

Tiziu participa, hoje em dia, do Trio Araripe, que será uma das grandes atrações do Festival Rootstock 2009.

1980-trio-nortista-o-achado-selo-a1980-trio-nortista-o-achado-selo-b

Fica aqui nossa admiração aos irmãos Andrade, e registramos nossa saudade do Seu Zequinha, grande amigo, grande músico e dono de uma voz muito bonita, que temos a opotunidade de ouvir no coral das músicas desse disco e dos diversos outros discos do Trio Nortista e do Trio Xamego.

1980-trio-nortista-o-achado-verso

Produção artística de Sidnei Santoro, destaque para o xote que dá nome ao álbum “O achado” de Durval Vieira e Kaká; e para “Me dá minha sanfona” de Jonas de Andrade e Telmo dos Anjos.

Trio Nortista – O achado
1980 – Campeiro

01 O achado (Durval Vieira – Kaká)
02 Não tem mais pau de arara (Jonas de Andrade – Antonio di Pádua)
03 Vaquejada Padre Cícero (Jonas de Andrade)
04 Não é feio homem chorar (Carlos Diniz)
05 Compadre Zé Mineiro (Bernardo Silva)
06 São João na Arábia (Jonas de Andrade)
07 O budista (Bernardo Silva)
08 Me dá minha sanfona (Jonas de Andrade – Telmo dos Anjos)
09 Forró sem dono (José Homero – Poeta)
10 O tema da morena (Durval Vieira – Kaká)
11 Lá no Joazeiro (Edson Alves – Potyguar)
12 Eu sei de tudo (Feliciano da Paixão – Jorge Paulo)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Chiquinha Gonzaga – Pronde tu vai, Luiz

chiquinha-gonzaga-2002-pronde-tu-vai-luiz-capa

Colaboração do Arievaldo Viana, que enviou o disco e o comentário a seguir.

“A carreira de Chiquinha Gonzaga começou em 1952-53, na antológica temporada dos ‘sete Gonzagas’ nas rádios Tupy-Tamoio, fazendo vocais ao lado do irmão famoso Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, do pai Januário e dos irmãos, Zé, Severino, Socorro e Aluisio.

Apesar do seu inegável talento como cantora e letrista, sua obra é muito pequena… Só conheço dois LP’S (um deles ao lado de Severino) e dois CD’s, um dos quais este que foi produzido por Gilberto Gil.

chiquinha-gonzaga-2002-pronde-tu-vai-luiz-encarte

Entretanto, vale ressaltar que a qualidade de sua pequena obra é ilimitada… No disco de estréia, ela conta com a participação especial de João Silva fazendo gracejos em algumas faixas, com seu impagável bom humor.

chiquinha-gonzaga-2002-pronde-tu-vai-luiz-verso

Recentemente, ela se apresentou no ‘Centro de tradições nordestinas’ – CTN, a tradicional ‘Feira de São Cristóvão’, em evento promovido pelo forrozeiro Marcus Lucena, o ‘Cantador dos 4 Cantos’, atual diretor da Feira. Foi durante as comemorações dos 20 anos de falecimento do Rei do Baião.

Atualmente, Chiquinha mora em Recife-PE e ainda está em plena atividade. Seu CD mais recente, coisa rara no mercado, tem participação especial do sobrinho JOQUINHA GONZAGA. Alguém sabe onde achar essa maravilha?…”

Referindo-se à faixa ‘Tirar da solidão’, de Chiquinha Gonzaga e Julinho, Arievaldo ainda disse:
“Esta é, com certeza, uma das melhores faixas do disco… Chiquinha botou letra numa antiga melodinha de Julinho. O título original era ‘Revendo Itapajé’. Na versão de Chiquinha Gonzaga passou a se chamar “Pra me tirar da solidão”. Show de bola!!!”

Chiquinha Gonzaga – Pronde tu vai, Luiz
2002

01 – Pronde tu vai, Luiz? (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
02 – Nação dos Cariris (Miguel Morais)
03 – Vamos embora (Marílio Rodrigues – Zaca Gonzaga)
04 – Vai ser de lascar o cano (Chiquinha Gonzaga – Sérgio Gonzaga)
05 – Granjeiro (Adolfinho – Chiquinha Gonzaga – Manoel Serafim – Severo)
06 – Velho novo Exu (Luiz Gonzaga – Sylvio M. de Araújo)
07 – Amor no coração (Chiquinha Gonzaga – Zaca Gonzaga)
08 – Ingratidão (Chiquinha Gonzaga – Joaquina Gonzaga)
09 – Sá Mariquinha (Anazili Gonzaga – Chiquinha Gonzaga)
10 – Benzinho (Anazili Gonzaga – Sérgio Gonzaga)
11 – Tirar da Solidão (Chiquinha Gonzaga – Julinho)
12 – Quero ver você voltar (Chiquinha Gonzaga – Zé mota – Pedrinho do Acordeon)
13 – No balançar (Chiquinha Gonzaga – Toinho Serrinha)
14 – Fama de valente (Chiquinha Gonzaga – Tacyo Carvalho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Xico Bizerra – Forroboxote 8 – Com a sanfona agarrada no peito

xico-bizerra-com-a-sanfona-agarrada-no-peito-capa

Colaboração do Nilson Araújo, da Sala Nordestina de Música.

“Neste disco temos a pretensão de homenagear, modesta, mas sinceramente, o Rei Luiz e seus discípulos, seus seguidores. Trata daqueles que, a seu exemplo, grudam a sanfona no peito que nem a mulher amada, junto ao coração, e dela recolhem as notas plantadas no fundo do âmago e adormecidas no teclado da sanfona, ensinando-as os rumos da melodia, harmonizando-as pelo fio condutor da paixão.

xico-bizerra-com-a-sanfona-agarrada-no-peito-encarte

De Sivuca a Chico de Odete, de Severino de Zé do Ubaldo a Dominguinhos, de Osvaldinho a Zé Calombo da Paraíba, nossa gratidão pelo bem que fazem ao sertanejo no resfolegar do fole, enchendo a carroceria da alma do povo de alegria, arejando com ventos aracatis as boléias dos corações e amenizando a saudade de quem, longe do seu torrão, pra lá se transporta na ‘escutação’ das teclas e baixos da sanfona. O aguamento do terreiro dos olhos, inevitável nesses momentos, é lágrima da boa, como diria o Poeta.

xico-bizerra-com-a-sanfona-agarrada-no-peito-verso

A eles todos que, ao gonzaguearem um xote ou um baião, banham a todos nós de emoção e bem-aventurança, devemos ser gratos pela belíssima arte do tocar. E a ele, ‘seu’ Luiz, Pernambucano dos séculos, inspirador-mor e muso de todos aqueles que se orgulham de ser forrozeiros, pela nobreza da causa, nossa modesta homenagem e sincera reverência.

XICO BIZERRA, numa noite de Novembro/08, escutando uma sanfona entre o brilhar da lua em sol maior e o faiscar de uma estrela sustenizada em fá, refletidas no mar azul de Candeias.”

Para conhecer mais sobre o poeta Xico Bizerra, acesse http://www.forroboxote.com.br

Xico Bizerra – Forroboxote 8 – Com a sanfona agarrada no peito
2009

01 -Poema: Sustenidos e Bemóis (Hom.ao sanfoneiro desconhecido) Xico Bizerra
(Xico Bizerra)
02 -Oração do sanfoneiro (Hom. aos sanfoneiros) Irah Caldeira
(Xico Bizerra)
03 -Lua Brasil ( Homenagem a Luiz Gonzaga) Dominguinhos
(Xico Bizerra)
04 -Canção adomingada ( Hom. a Dominguinhos) Santanna, o cantador
(Beto Hortis e Xico Bizerra)
05 -Fruto Severino ( Hom. a Sivuca ) Flávio José
(Ozí dos Palmares e Xico Bizerra )
06 -Xote azul ( Hom. a Oswaldinho do acordeon) Geraldo Maia
(Ozí dos Palmares e Xico Bizerra )
07 -Sanfona da alegria ( Homenagem à Sanfona) João Cláudio Moreno
(Sérgio Gonzaga e Xico Bizerra )
08 -Fulô melodia ( Hom. a Flávio José) Flávio Leandro
(Bráulio Medeiros e Xico Bizerra)
09 -Gennarando ( Homenagem a Gennaro) Maciel Melo
( Xico Bizerra )
10-Pararlindo ( Hom. a Arlindo dos 8 baixos) Nádia Maia
( Xico Bizerra)
11-Maria forró ( Hom. à mulher sanfoneira ) Terezinha do acordeon
( Roberto Cruz e Xico Bizerra )
12-Fole bicudo ( Hom. a Zé Bicudo ) Petrúcio Amorim
( Xico Bizerra)
13-Mestre de um brejo distante ( Hom a Camarão ) Gennaro
( Gennaro e Xico Bizerra )
14-Pontas de rama ( Hom. aos novos sanfoneiros) Ébano Nunes e Beto Hortis
( Bráulio Medeiros e Xico Bizerra )
15-Canção adomingada a a canção( Hom a Dominguinhos ) Liv Moraes
( Beto Hortis e Xico Bizerra )

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Compacto – Jackson do Pandeiro e Almira

compacto-jackson-do-pandeiro-e-almira-capa

Colaboração do DJ Cris, de São Paulo – SP.

compacto-jackson-do-pandeiro-e-almira-selo-acompacto-jackson-do-pandeiro-e-almira-selo-b1

Um raro compacto do Jackson do Pandeiro ao lado de Almira Castilho, sua esposa na época. As músicas pertencem ao álbum “E vamos nós”, lançado em 1965, pela Philips.

compacto-jackson-do-pandeiro-e-almira-verso

Do lado A “Babalaô” de Geraldo Nunes; e do lado B “Comprei um berimbau” de Walter Levita.

Compacto – Jackson do Pandeiro e Almira
1965 – Philips

01 Babalaô (Geraldo Nunes)
02 Comprei um berimbau (Walter Levita)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 7

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook