Sandro Rogério e Jú da Sanfona – O forró aqui é assim vol.2

capa

Raro disco, esse é o volume 2 da ‘série’ O forró aqui é assim.

seloaselob

Com a participação de Sandro Rogério e Jú da Sanfona.

verso

Gravado no estúdio da Rozemblit.

Sandro Rogério e Jú da Sanfona – O forró aqui é assim vol.2
1976 – Passarela

01 Parabolando (Plácido de Souza)
02 Em tempo de arrazar (Tiago Duarte – Manoel Alves)
03 O casamento aferventado (Janduhy Filizola)
04 Muleque de rua (Manoel Alves – Agenor Farias)
05 Na barra de São Miguel (Sandro Rogério – Mário Alves)
06 Pot-pourri de músicas juninas
07 São João da minha terra (Plácido de Souza)
08 Lembrança de Itabaiana (Genésio Guedes – Abenildo Lucena)
09 Amigo da onça (Plácido de Souza)
10 Terra de Garanhuns (Plácido de Souza)
11 Balançando o esqueleto (Ju da Sanfona – Adolfo da Modinha)
12 Olhar encantador (Reginaldo Florêncio)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Pinto do Acordeon – Deixe o dia clarear

frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

selo-aselo-b

Esse é o 4º LP do Pinto do Acordeon.

verso

Gravado na Rozenblit, em Recife – PB e lançado pelo selo Passarela.

Pinto do Acordeon – Deixe o dia clarear
1983 – Passarela

01 – Deixa o Dia Clarear (Ferreira Pinto – José Bezerra)
02 – Forró Tempero (Ferreira Pinto – Ubiracy Lira)
03 – Minha Origem (Ferreira Pinto)
04 – Gado Manso (Ferreira Pinto – Virgílio Trindade)
05 – Pense Antes de Casar (Ferreira Pinto – Coronel Caruá)
06 – Desencanto (Ferreira Pinto – Virgílio Trindade)
07 – Jejum Forçado (Ferreira Pinto)
08 – Paz na Terra (Ferreira Pinto)
09 – Menina Feiticeira (Ferreira Pinto)
10 – Hoje é Meu Dia (Ferreira Pinto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Marinalva e sua gente – Cheguei

Capa

Sempre achei que a Marinalva tivesse poucos discos gravados. Até pouco tempo atrás eu conhecia apenas 3 trabalhos dela, os álbuns “Poeira do caminho”, “Viva o nordeste” e o disco “Enxugue o rato” que trás a versão cantada desse grande sucesso de Luiz Moreno originalmente solado por Abdias.

Bolacha Lado ABolacha lado B

Há algum tempo, conheci um vendedor de discos que me apresentou diversos trabalhos dela. De uma vez só peguei mais 4 LPs por ela lançados, e já tenho noticias de outros mais. Será que alguém por aqui sabe quantos trabalhos Marinalva já lançou?

Contra-capa

Nesse LP destaco as faixas “Dançando armado” de Iranildon Edvaldo Santana e Coronel Bolachinha e a faixa “Meu triângulo” de Calazans Saburi e Zezinho.

Marinalva e sua gente – Cheguei
Passarela

01. Vem cá morena (Inácio Virgolino – Zezinho)
02. Tu és minha flor (Oscar Barbosa – Marinalva e Raminho)
03. Faca virgem (Calazans Sabugi – Zezinho)
04. Dançando armado (Iranildon Edvaldo Santana – Coronel Bolachinha)
05. Rouxinho da Bahia (Ferreira Pinto)
06. Menino chorão (Calazans Sabugi – Cacá Ribeiro)
07. Forró do atchim (Adalberto Rodrigues – Marinalva)
08. Meu triângulo (Calazans Sabugi – Zezinho)
09. Voltar pra minha terra (Tinga – Bernardo – Zezinho)
10. Forroteque (João Gonçalves – Coronel Caruá)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Manoel Maurício – Vamo dançar cumade

capa1

Colaboração do Zé Lima, de Niteroi – RJ e do José de Sousa, de Guarabira – PB

seloaselob

Um disco instrumental, do início ao fim.

verso

Esse disco foi lançado originalmente pelo selo Mocambo, no ano de 1966. No ano seguinte foi relançado pelo selo Passarela, que também era um selo da fábrica de discos Rozemblit.

Manoel Maurício – Vamo dançar cumade
1966 – Passarela

01. Manda Brasa com Djalma (Manoel Maurício)
02. Cobrinha no Salão (Manoel Maurício)
03. Pimenta no Salão (Manoel Maurício)
04. Vitorienses no Frevo (Manoel Maurício)
05. Bezerrenses Alegres (Manoel Maurício)
06. Imbalança a Nega (Manoel Maurício)
07. Pega a Dama (Manoel Maurício)
08. Chorando Por Ela (Manoel Maurício)
09. Lá Vai Poeira (Manoel Maurício)
10. Choro do Clarinete (Manoel Maurício)
11. Espalharam a Fogueira (Manoel Maurício)
12. Como É Bom Dança (Manoel Maurício)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quadrilha – com Martins da sanfona

Capa

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Selo ASelo B

Um disco da lendária fábrica de discos Rozenblit.

Verso

Do lado A a quadrilha é divida em 05 partes, e é marcada por J. Austregésilo.

Já o lado B é instrumental, são as mesmas músicas do lado A, mas sem a marcação.

Quadrilha – com Martins da sanfona
1976 – Passarela

01 1ª parte – Os cumprimentos
02 2ª parte – O passo da chuva
03 3ª parte – Dança do Xís
04 4ª parte – A dança da roda
05 5ª parte – O túnel
06 1ª parte – Instrumental
07 2ª parte – Instrumental
08 3ª parte – Instrumental
09 4ª parte – Instrumental
10 5ª parte – Instrumental

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Vozes novas do Brasil – Marinete e Cezar Brasil

capa

Essa foi um iniciativa da Fábrica de discos Rozemblit para revelar novos talentos da música regional nordestina.

seloaselob

Marinete canta no lado A e Cezar Brasil canta no lado B.

verso

Marinete era uma descoberta de Genival Lacerda, que produziu o disco. E Cezar Brazil era locutor e narrador esportivo, já conhecido mas não como cantor.

Vozes novas do Brasil – Marinete e Cezar Brasil
1977 – Passarela

01 Bichão Papudo (Luiz Amorim)
02 Meu namoro com Zé (Luiz de França)
03 Herança do meu pai (Luiz Amorim)
04 Historia de Joãozinho (Luiz de França)
05 A fogueira do Miro (Luiz de França)
06 Coração bondoso (Tiago Duarte – Marinete)
07 Dalvinha (Pedro Costa – Mariano Silva)
08 Conselho matuto (Rui de Moraes e Silva)
09 Festança boa (Ivan Ferraz – Manoel Leal)
10 Forró do Biu (Gildo Moreno)
11 Maria Guilhermina (Rui de Moraes e Silva)
12 Maringá (Joubert de Carvalho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Ju da Sanfona – O forró aqui é assim – vol. 2

Capa

Colaboração do Claudio Cordeiro, de Recife – PE

“Aqui está a outra preciosidade deixada por JÚ DA SANFONA e seu Regional, novamente com SANDRO ROGÉRIO arrasando nos vocais.

Trata-se do Volume II e neste temos carimbó, coco, baião, machas juninas, com voz e só instrumental, toada, maxixe e forró, é claro.

Contracapa

Outro bom disco, com letras até surpreendentes. A música “MULEQUE DE RUA” traz uma mensagem aplicável como nunca ao cotidiano dos garotos que perambulam pela rua, à margem da sociedade e do poder público.

Escutem também as faixas EM TEMPO DE SE ARRAZAR, o POT-POURRI DE MÚSICAS JUNINAS e BALANÇANDO O ESQUELETO.

Obtive esse disco com a ajuda preciosa do produtor musical Herbert Lucena, do cantor Walmir Silva, ambos de Caruaru, e do colecionador Aníbal Queiroga de Recife, para os quais registro os agradecimentos.”

Ju da Sanfona – O forró aqui é assim – vol. 2
1975 – Passarela

01 – Parabolando (Plácido de Souza)
02 – Em tempo de se arrasar (Tiago Duarte – Manoel Alves)
03 – O casamento aferventado (Janduhy Filizola)
04 – Muleque de rua (Manoel Alves – Agenor Farias)
05 – Na Barra de São Miguel (Sandro Rogério – Mario Alves)
06 – Pot-pourri de musicas juninas (Juarez Santiago)
07 – São João da minha terra (Plácido de Souza)
08 – Lembrança de Itabaiana (Genésio Guedes – Abenildo Lucena)
09 – Amigo da onça (Plácido de Souza)
10 – Terra de Garanhuns (Plácido de Souza)
11 – Balançando o esqueleto (Ju da Sanfona – Adolfo da Modinha)
12 – Olhar encantador (Reginaldo Florêncio)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Ju da Sanfona – O forró aqui é assim – vol. 1

Capa

Colaboração do Cláudio Cordeiro, de Recife – PE

“Dentre outras, o blog FORRO EM VINIL tem duas grandes virtudes: divulga os trabalhos dos artistas sem distinção de status e possibilita ao povo reencontrar músicas que de alguma forma deixaram marcas na sua vida.

Nesse contexto, segue mais um autêntico forró pé de serra, oriundo do país de Caruaru, precisamente do povoado de Pau Santo. Trata-se de JÚ DA SANFONA e seu Regional, cujo vocalista era SANDRO ROGÉRIO. Se um era habilidoso nas mãos, o outro era de voz ritmada e aveludada. Infelizmente, Jú não está mais entre nós, mas Sandro continua presente na Capital do Forró, recuperando-se de um recente mal que afetou sua saúde. Mas já está bem melhor e esperamos nós que retorne aos palcos.

Quanto ao disco, vê-se que o áudio não é dos melhores, mas, a qualidade musical do grupo superava os limites fonográficos. Salvo engano meu, o grupo gravou apenas dois LP’s, este em 1975 e o volume 2 no ano subsequente, que oportunamente enviarei também. O repertório musical contempla forró propriamente, xote, samba de latada, arrasta-pé, machinha de quadrilha, ou seja, é bastante eclético. Sugiro aos ouvintes que fiquem atentos ao som da tuba, bem presente em algumas músicas, inclusive com solo destacado.

Lembro-me bem de que nos anos de 1975 a 1985 o grupo era bastante requisitado para as festas juninas do Nordeste, especialmente em Pernambuco e Paraíba. Acredito que a nação forrozeira, inclusive os Nordestinos que hoje vivem no eixo Rio – São Paulo, conheça bem as músicas “ZÉ DA TUBA, O FORRÓ AQUI É ASSIM, PRA LEMBRAR O NOSSO AMOR, QUADRILHANDO, O CHORINHO DA MORENA”, etc… Vale a pena ouvir e alimentar a saudade.

Contracapa

Deixo aqui os meus agradecimentos ao produtor musical e compositor Herbert Lucena e ao cantor Walmir Silva, dois outros talentos de Caruaru, assim como ao colecionador Aníbal Queiroga de Recife, por terem me ajudado a conseguir esse disco, hoje fora de catálogo e das poucas lojas de revenda que ainda sobrevivem.”

Jú da Sanfona – O forró aqui é assim – vol. 1
1975 – Passarela

01 – Zé da Tuba (Sandro Rogério)
02 – O Forró aqui é assim (Juarez Santiago)
03 – Procurando um amor (Manoel Alves – Sandro Rogério)
04 – Pra lembrar o nosso amor (Orlando Moraes – Sandro Rogério)
05 – Pobre sertanejo (Plácido de Souza)
06 – Só se for castigo (Juarez Santiago)
07 – Morena linda (Manoel Alves – Sandro Rogério)
08 – Quadrilhando (Agenor Farias – Jú da Sanfona)
09 – O chorinho da morena (Jú da Sanfona – Adolfo da Modinha)
10 – Bota a cana pra moer (Sandro Rogério – Luiz Porfírio)
11 – Bole Bole (Euclides Farias – Agenor Farias)
12 – Ciscadinho (Agenor Farias – Lídio Cavalcante)
13 – Relembrando Cachoeirinha (Jú da Sanfona – Auxiliadora)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Pinto do Acordeon – Forró Cocota

Colaboração do Arlindo

Segundo disco do Pinto do Acordeon.

Gravado nos estúdios Rozemblit, em Recife – PE.

Pinto do Acordeon – Forró Cocota
1979 – Passarela

01. Seringueiro (Ferreira Pinto)
02. Quem Quebrou Minha Gaiola (Ferreira Pinto)
03. Gostei de Minas Gerais (Ferreira Pinto)
04. É de Chapéu de Couro (Ferreira Pinto)
05. Fazenda Conceição (Ferreira Pinto)
06. Nordeste Beleza (Ferreira Pinto)
07. Xodó de Maceió (Ferreira Pinto)
08. Só Vai Moiando (Ferreira Pinto)
09. Mais Respeito Com S. João (Ferreira Pinto)
10. Ilusão de Nortista (Walter – Ferreira Pinto)
11. Estou Sofrendo (Ferreira Pinto)
12. As Moças da Paraíba (Ferreira Pinto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Martins do Pandeiro – Na gafieira gente bem

Colaboração do Cacai Nunes, do Blog Acervo Orígens

“Pernambucano, Ivanildo Martins nasceu no dia 8 de julho de 1929, em Lagoa dos Gatos. Foi lá que teve os primeiros contatos com o côco de embolada, que despertou sua paixão pela música. Com 16 anos, foi morar em Recife, e começou a tocar com grupos regionais. Na década de 1950, tocava na Rádio Tamandaré integrando a Orquestra do Maestro Guedes Peixoto. Nesse período, já era conhecido por Martins do Pandeiro. Durante muitos anos, trabalhou na Rádio Clube e Jornal de Pernambuco.

Lá teve a oportunidade de acompanhar Luiz Gonzaga, Sivuca, Ary Lobo, Gordurinha e outros. Martins chegou a montar um conjunto regional, em 1960, denominado Os Cabras do Baião, que gravou dois LPs. Esse disco, gravado em 1979, mostra que Martins, além de reconhecido ritmista, era também bom compositor, vide Gosto de Ver Você Falar, de Martins do Pandeiro e Severino Silva.”

Martins do Pandeiro – Na gafieira gente bem
1979 – Passarela

01- Casa de viúva (Evanildo Maia – Paulo Barbosa)
02- A nossa amizade (Severino Silva – Ivanildo Martins)
03- Cheguei novamente (Gildo Moreno)
04- Nêga, lá vai motivo (Dão Piu)
05- Bye, Bye pra você (Edson Rodrigues- Evanildo Maia)
06- Isabel (Geraldo Lemos – Severino Silva)
07- Chora mulher (Aldir Doudemant – Ivanildo Martins)
08- Gosto de ver você falar (Severino Silva – Ivanildo Martins)
09- Nêga boa (Sebastião Oliveira – Aldir Doudemant)
10- A culpa é dela (Dão Piu)
11- Feitiço no rebolado (Zacarias Ferreira dos Anjos)
12- Rita (Chico Buarque de Holanda )

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook