Coletânea – Puxando fogo

.capa

Uma bela coletânea, com repertório bem variado e muitas estrelas.

.seloa.selob

Embora a capa tenha elementos de bumba meu boi, é um disco de forró!

.verso

Participam da coletânea Elino Julião, Genival Lacerda, Messias Holanda, Marinalva, Jackson do Pandeiro, Antonio Barros, Elias Alves e Zé Catraca.

Coletânea – Puxando fogo
1985 – Sinter

01 Puxando fogo (Elino Julião – João Machado) Elino Julião
02 Cadê meu bem (Brito Lucena) Genival Lacerda
03 Festa no arraial (Jackson do Pandeiro – Noca) Jackson do Pandeiro
04 Vamos lá pra ver (Antonio Barros) Messias Holanda
05 Procurando tu (Antonio Barros – J. Luna) Jackson do Pandeiro
06 Sanfoneiro macho (Zé Catraca) Zé Catraca
07 Quadrilha na roça (Genival Lacerda) Genival Lacerda
08 Sabiá na bananeira (Paulo Duarte – Francisco Azulão) Messias Holanda
09 Xodó de motorista (Elino Julião – Dilson Doria) Elino Julião
10 Começa já (J. Cavalcanti) Jackson do Pandeiro
11 Já faz tempo, não lhe vejo (Antonio Barros) Antonio Barros
12 Mané tocador (Luiz Moreno – Paulo Patricio) Marinalva
13 Amor e saudade (J. Nunes – Joceval Costa Lima) Elias Alves
14 O burro (Elino Julião) Elino Julião

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Antonio Barros – Balanço do Mar – Compacto

IMG_1167

Colaboração do Joca, o Rojão Stéreo, de Brasília – DF.

IMG_1169IMG_1170

“Segue este compacto que não consegui achar maiores informações. Na capa podemos ler ‘Viajem maravilhosa no Transatlantico Anna Nery’ com a imagem de um navio ao fundo. Eu imaginei que seria um compacto promocional de uma viagem transatlântica deste navio, que também não consegui achar informações.

IMG_1168

Antônio Barros canta em ambas as músicas acompanhado do Conjunto S. Vianna. Ele têm produção de Ramos, direção artística de Biguá e direção geral de Alcyone. Será que o Antônio Barros cantou a bordo deste navio? Seria uma viagem interessante.”

Antonio Barros – Balanço do Mar – Compacto
Vesperal

01 – Vontade de amar (Antonio Barros – Antonio Ramos)
02 – Balanço do mar (Antonio Barros)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Antonio Barros – 1971 – Compacto

selob

Colaboração do DJ Vinny, de Belo Horizonte – MG

seloa

Raríssimo compacto do Antonio Barros, destaque para “Pra la e pra cá” de Antonio Barros

Antonio Barros – Compacto
1971 – Fontana

01 Pra la e pra cá (Antonio Barros)
02 O nosso amor foi uma aposta (Antonio Barros)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Foto – Antonio Barros e Ceceu

Antonio Barros e Cecéu

*foto originalmente publicada no livro “O Fole Roncou”, de Carlos Marcelo e Rosualdo Rodrigues.

Foto – Antonio Barros

Antonio Barros

*foto originalmente publicada no livro “O Fole Roncou”, de Carlos Marcelo e Rosualdo Rodrigues.

Foto – Cecéu e Antonio Barros

Tony e Mary

*foto originalmente publicada no livro “O Fole Roncou”, de Carlos Marcelo e Rosualdo Rodrigues.

Foto – Antonio Barros e Zé Gonzaga

Ze Gonzaga e Antonio Barros

*foto originalmente publicada no livro “O Fole Roncou”, de Carlos Marcelo e Rosualdo Rodrigues.

CD – Coletânea – Casa do Forró

capa

Colaboração do Francisco Alves, Várzea Alegre-CE

CD

Seguindo a série ‘Casas’, tendo ‘Casa da Bossa’ e ‘Casa do Samba’, esse é o volume dedicado ao forró. Na época as gravadoras costumavam fazer esse tipo de mistura: de artistas tradicionais consagrados com artistas de outras tendências musicais.

verso

Achei esse descritivo do disco na internet, é interessante ver como os gringos olham para a nossa música.

“The irregular releases of the Casa series — as in Casa da Bossa, Casa do Samba, and in this case Casa do Forró — present artists of fundamental importance in their respective styles in duets with comparatively unknown artists; it’s a case of commercial opportunism and a test tube for the unknowns, and it’s cheaper to give them trial runs in compilations rather than in dedicated releases. This volume is dedicated to forró, a generic umbrella denomination for music of northeastern Brazil. Interpreting a repertoire of genre classics are genuine northeastern artists who are obviously tied to this music, along with southeastern artists with no connection to the genre. The album begins well, with Zé Ramalho and a convincing performance by the outsider Paulinho Moska, followed by the artist Geraldo Azevedo and the pop singer Ivete Sangalo — she is not a choice artist, but is a genuine Bahian. Trio Nordestino with pop singer/composer and northeasterner Zeca Baleiro are next in the track sequence, and Elba Ramalho and Chico César, the pair who follow, are also good proponents. The problems begin in the fifth track, shared by Lenine (a good artist in the genre) and Frejat — a pop blues-rocker with no sensibility or knowledge of the Northeast. The next track is even worse, bringing the appropriate Amelinha together with romantic singer Maurício Mattar (in fact, not a singer but a bad soap opera actor who explores his huge popularity in a mellifluous romantic career). “Sabiá” brings together poet Nando Cordel and pop singer Patrícia Marx, and an energetic association between Antônio Barros, Cecéu, and Alcione follows. The next track brings Falcão (a northeastern humorist who uses music as a vehicle) and Genival Lacerda (a genuine forrozeiro, lost in an abusive repertoire). Capital do Sol are a faithful regional group, but their work is lost with the cheesy Sidney Magal. Limão com Mel also know the grooves, but Terra Samba are a terrible “pagodinho romântico” group. Marinês is a longstanding successful northeastern artist, but Elymar Santos is a minor romantic singer. Brucelose are a new punk rock group from the Northeast who also play pop/rock, and The Fevers are an old corny band trying to resuscitate themselves. The last song attempts to meld the incredible Dominguinhos with the typical confusion of provincial festivals, gathering everybody on the stage.”

Coletânea – Casa do Forró
1998 – Polygram

01. Pedras Que Cantam (Dominguinhos / Fausto Nilo) Zé Ramalho / Paulinho Moska
02. De Volta Pro Aconchego (Dominguinhos / Nando Cordel) Geraldo Azevedo / Ivete Sangalo
03. Isso Aqui Tá Bom Demais (Dominguinhos / Nando Cordel) Trio Nordestino / Zeca Baleiro
04. Espere Por Mim Morena (Gonzaguinha) Elba Ramalho / Chico César
05. Pagode Russo (Luiz Gonzaga / João Silva) Lenine / Frejat
06. Os Dez Mandamentos (Dadá di Moreno / Jeová de Carvalho) Amelinha / Maurício Mattar
07. Sabiá (Luiz Gonzaga / Zé Dantas) Nando Cordel / Patrícia Marx
08. Forró do Xenhenhem (Cecéu) Antônio Barros / Cecéu / Alcione
09. Forró Cheiroso (Miraldo Aragão / Clemilda) Genival Lacerda / Falcão
10. Lembrança de Um Beijo (Accioly Neto) Capitão do Sol / Sidney Magal
11. Derramaro o Gai (Luiz Gonzaga / Zé Dantas) Banda Limão Com Mel / Terra Samba
12. Bate Coração (Cecéu) Marinês / Elymar Santos
13. Frevo Mulher (Zé Ramalho) Brucelose / The Fevers
14. A Vida do Viajante (Luiz Gonzaga / Hervé Cordovil) Dominguinhos / Coro Casa do Forró

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Coletânea – Bons tempos – Forró

capa p

Colaboração do João Gabriel, de Niterói – RJ

seloa pselob p

Uma coletânea composta por fonogramas cedidos pela Polygram.

verso p

Participam dessa coletânea Severo, Altamiro Carrilho, Dominguinhos, Zé Calixto, Messias Holanda, Quinteto Violado, Antonio Barros e Genival Lacerda.

Bons tempos – Forró
1984 – Barclay

01- Os olhos dela (Alceu Valença – Severo) Severo
02- O Sanfoneiro só tocava isso (Haroldo Lobo – Geraldo Medeiros) Altamiro Carrilho
03- Forrozando (Severo) Severo
04-
Cheiro da Carolina (Amorim Roxo – Zé Gonzaga) Dominguinhos
O xote das meninas (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)
No meu pé de serra (Humberto teixeira – Luiz Gonzaga)
05- Mulher de verdade (Elino Julião – Severino Ramos) Zé Calixto e Messias Holanda
06- Forró do Dominguinhos (Dominguinhos) Quinteto Violado
07- Procurando Tu (Antonio Barros – J. Luna) Antonio Barros
08- Dina (Carlos Fernando – Severo – Alceu Valença) Severo
09- Santo Antonio , São Pedro e São João (Herivelto Martins – Bide) Altamiro Carrilho
10- Do jeito que a gente gosta (Severo) Severo
11- Forró Granfino (Manoel Serafim – Sebastião Rodrigues) Zé Calixto
12- Lição de beijo (Luiz Boquinha) Genival Lacerda

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Antonio Barros – Compacto simples

seloa

Colaboração do Jhonatas Pasternack, de São Paulo – SP

selob

“…tá aí um compacto simples do Antonio Barros com autorias próprias!”

Antonio Barros – Compacto simples
1971 – Philips

01 – Pra Lá, Pra Cá
02 – Nosso Amor Foi Uma Aposta

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 4

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook