Zé Jovino – Forró em Mata Grande

Frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Selo ASelo B

Direção artística de Pedro Sertanejo.

Verso

Um belo disco, todo instrumental.

Zé Jovino – Forró em Mata Grande
1973 – Tropicana

01 – Forró em Mata Grande (Zé Jovino)
02 – Paulo Jacinto (Zé Jovino)
03 – Marimbonde (Zé Jovino)
04 – Forró na cacimbinha (Zé Jovino)
05 – Baixa grande (Zé Jovino)
06 – Anadias (Zé Jovino)
07 – Agenor da mata (Zé Jovino)
08 – Xote bom (Zé Jovino)
09 – Forró matuto (Zé Jovino)
10 – Arrasta – pé nas emburanas (Zé Jovino)
11 – Sanfoneiro da roça (Zé Jovino)
12 – Forró verde amarelo (Zé Jovino)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Video – Pedro Sertanejo – O Criador do Forró em São Paulo

*Link enviado pelo Everaldo Santana. É uma compilação de um programa de TV que passou na época junto com um depoimento atual do Castanheiro, filmado pelo Everaldo.

*O video faz parte do acervo do Castanheiro

“Pedro Sertanejo foi o Pioneiro do Forró em São Paulo. Foi ele quem descobriu a receita de colocar o povão para dançar e por isso investiu pesado na Sanfona de 8 Baixos; esse tipo de Sanfona é própria para solos e por isso é a ideal para se dançar; portanto não se pode falar em Sanfonas de 8 Baixos sem lembrar o nome de quem alavancou o sucesso deste instrumento no Sudeste Brasileiro.
No meio do vídeo tem um depoimento que gravei na casa do Castanheiro (Nivaldo Gomes da Cunha) percussionista, compositor e cantor que trabalhou com o Pedro Sertanejo por mais de 20 anos e sabe muito da história deste grande mestre dos 8 Baixos. Castanheiro tem um vasto acervo em Áudio e vídeo sobre o Pedro Sertanejo e me autorizou a copiar e postar tudo que for possível.
Neste vídeo tem partes que foram tiradas de fitas VHS e por isso perde muito na qualidade, mas na edição pude melhorar bastante o Áudio.
Desde já agradeço ao Castanheiro por ter disponibilizado todo o seu acervo em Áudio e Vídeo e também ao Tico dos 8 Baixos, Sanfoneiro documentarista que vem gravando vídeos há bastante tempo munido de sua velha câmera VHS. O Tico também disponibilizou todo o seu acervo em Áudio e Vídeo para que eu possa contar um pouco da história do nosso Forró Pé de Serra.”

Zé Jovino – Desbuiando 8 baixos

Colaboração do DJ Rogérinho, de São Paulo – SP

Todas as composições são de Zé Jovino em parceria com diversos autores, entre eles, Heleno Luiz (do Trio Nordestino), Domingos Tenório (dos Caçulas do Baião) e Chiquinho Queiróz (que participou do Trio Nortista alguns anos antes), entre outros.

Direção geral de Oscar Martins, direção de produção de Jair Roberto, coordenação de Antonio Ramos, que depois viria a abrir a gravadora Unacam, a maioria das músicas é instrumental, com excessão da marcha “Procurando amor” de Zé Jovino e Domingos Tenório.

Zé Jovino – Desbuiando 8 baixos
1977 – Chororó

01 Quadrilha em Mata Grande (Zé Jovino – Heleno Luiz) Quadrilha
02 Recordando Mosqueiro (Zé Jovino – Ramos) Forró
03 Pipocando no salão (Zé Jovino – Cícero Moreira) Arrasta pé
04 Arrastapé na casa do Zé Vermelho (Zé Jovino – Oscar Martins) Marcha
05 Procurando amor (Zé Jovino – Domingos Tenório) Marcha
06 Forró do Zé Jovino (Zé Jovino – Zé Lagoa) Forró
07 Escandalosa (Zé Jovino – Antonio Soares) Marcha
08 Forró do Papouco (Zé Jovino – Ramos) Forró
09 Recordando Capibaribe (Zé Jovino – Ulisses Silva) Frevo
10 Forró do Toró (Zé Jovino – Benício Silva) Forró
11 Apimentado (Zé Jovino – Lico) Forró
12 Forró agarradinho (Zé Jovino – Chiquinho Queiróz) Forró
13 Desbuiando 8 baixos (Zé Jovino – Lucilio Anderson) Forró
14 Enganador (Zé Jovino – Claudio Gregório) Choro

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook