post image

Volta Seca – Cantigas de Lampeão

volta-seca-1957-cantigas-de-lampeao-capa

Colaboração do DJ Rogérinho, de São Paulo – SP. Esse é um raríssimo 10 polegadas, de um artista único e de uma história de vida bastante pitoresca.

Volta Seca foi cangaceiro do bando de ‘Lampeão’ e gravou, em 1957, o LP, com apenas oito músicas, “As cantigas de Lampeão”, com arranjos e direção do maestro Guio de Moraes. Algumas faixas desse mesmo disco, foram re-lançadas, décadas depois, pela Eldorado, num LP com o título “A Música do Cangaço”.

volta-seca-1957-cantigas-de-lampeao-selo-avolta-seca-1957-cantigas-de-lampeao-selo-b

Volta Seca chamava-se originalmente Antonio Alves de Souza, sergipano, nascido em Saco Torto, povoado de Itabaiana, provavelmente por volta do ano de 1911, entrou para o cangaço aproximadamente com 12 anos, a convite do próprio ‘Lampeão’, no sertão da Bahia.

Preso no início de 1932 e levado para a Casa de Detenção da Bahia, Volta Seca cumpriu uma pena de 20 anos. Casou-se, teve sete filhos e recomeçou a vida através da música, influenciando artistas como Luiz Gonzaga, dentre outros diversos artistas nordestinos.

volta-seca-1957-cantigas-de-lampeao-verso

A Todamérica lançou esse documentário apresentando Volta Seca como o compositor e intérprete responsável por salvar parte do repertório dos grupos de cangaceiros. Músicas ligadas ao dia a dia no cangaço e dos costumes, aventuras e hábitos dos cangaceiros, canções como “Mulher Rendeira” e “Acorda Maria Bonita”.

Volta Seca – Cantigas de Lampeão
1957 – Todamérica

#01. Acorda Maria Bonita (Volta Seca)
#02. A laranjeira (Volta Seca)
#03. Ia pra missa (Volta Seca)
#04. Mulher Rendeira (Volta Seca)
#05. Se eu soubesse (Volta Seca)
#06. Sabino e Lampeão (Volta Seca)
#07. Escuta donzela (Volta Seca)
#08. Eu não pensei tão criança (Volta Seca)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook