Nilo Cearense – Falando bem do Sertão

Falando bem do Sertao - frente

Colaboração do sergipano Everaldo Santana

Falando bem do Sertao - selo AFalando bem do Sertao - selo B

“Nilo Cearense nasceu em Araçoiaba, no estado do Ceará, no dia 26 de outubro de 1937. Em São Paulo trabalhou como Mecânico de Automóveis e conheceu o Pedro Sertanejo através dessa profissão, passando a fazer manutenção nos veículos da Gravadora Cantagalo de propriedade do Pedro Sertanejo.

Falando bem do Sertao - verso

Nilo Cearense tocou Sanfona no Forró da Catumbí do Pedro Sertanejo durante 20 anos; iniciou em 1978 até o fechamento do salão no ano de 1998. O Nilo tem 5 vinís gravados fora algumas participações em discos de outros artistas. Atualmente o Nilo está aposentado e vive em São Miguel Paulista na Grande São Paulo.”

Nilo Cearense – Falando bem do Sertão
1981 – RN

01. Nasci Pra Ser Vaqueiro (Nilo Cearense)
02. Falando Bem do Sertão (Nilo Cearense / Dario de Oliveira)
03. Homenagem a Humberto Teixeira (Nilo Cearense)
04. Motorista Engraxado (Nilo Cearense)
05. Quero Assar Milho Verde (Nilo Cearense)
06. Vai Trabalhar Zé (Nilo Cearense)
07. Eu Sinto Saudade (Nilo Cearense / Zamba)
08. Eu Só Queria Entender (Nilo Cearense)
09. Rei do Sertão (Nilo Cearense)
10. Está Numa Boa (Nilo Cearense / Castanheiro)
11. Na Fogueira (Nilo Cearense)
12. Sanfona Carinhosa (Nilo Cearense / Dario de Oliveira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Nilo Cearense – Adeus Pernambuco

Capa

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Selo ASelo B

Esse é primeiro LP do Nilo Cearence que publicamos aqui no blog, antes só tínhamos publicado registros em coletâneas.

Verso

Gravado em São Paulo – SP, com direção artística e produção de Pedro Sertanejo.

Nilo Cearense – Adeus Pernambuco
1979 – Itamaraty

01. Adeus Pernambuco (Hervé Cordovil – Manezinho Araujo)
02. Siridó (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)
03. Sanfona preta (Nilo Cearense – Carlos Diniz)
04. Quero assar milho verde (Nilo Cearense)
05. Meu destino (Nilo Cearense)
06. Macapá (Humberto Teixeira – Luiz Gonzaga)
07. Curtição (Carlos Diniz)
08. Na fogueira (Nilo Cearense)
08. Nossa saudade (Oswaldinho – Nilo Cearense)
10. Mãezinha querida (Nilo Cearense)
11. Colher de chá (Carlos Diniz)
12. Casei na fogueira (Nilo Cearense)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Coletânea – O fino do pau de sebo

o-fino-do-pau-de-sebo-frente

Colaboração do sergipano Everaldo Santana, uma coletânea que reúne mais músicas soladas do que cantadas. Por mais que o título remeta às quadrilhas e festas juninas, o disco tem apenas um arrasta-pé.

Essa coletânea reúne vários artistas, são eles: Edmilson do Acordeon, Marcos Rozilla, Tio Joca do Acordeon, Ivo Paraibano, Raimundo dos 8 Baixos, Xandú do Samba, Baú dos 8 Baixos, Oswaldinho do Acordeon, Zé Duarte, Rato Branco, Nilo Cearense, Pé Duro dos 8 Baixos, Juberlino (Fúba de Taperoá) e Lourival Marques do Acordeon.

o-fino-do-pau-de-sebo-verso

Direção de produção de Pedro Sertanejo, um time de feras gravou a base para esses diversos sanfoneiros solarem seus foles, de 8 a 120 baixos, e para os vocalistas soltarem suas vozes. Reparem na escalação: Magrão – contra-baixo, Castanheiro – zabumba, Arecessoni – triângulo, Oswaldinho do Acordeon – sanfona e Toco Preto – cavaquinho.

Coletânea – O fino do pau de sebo
1982 – Chantecler

01. Ondulado (Edmilson) Edmilson do Acordeon
02. Trem da saudade (Marcos Rozilla) Marcos Rozilla
03. Deslizando (João Oliveira) Tio Joca do Acordeon
04. Recordando escada (Ivo Gonçalo) Ivo Paraibano
05. Picadinho (Raimundo) Raimundo dos 8 Baixos
06. Não penso em você (Xandú do Samba) Xandú do Samba
07. Ciranda diferente(Ivo Gonçalo / Baú dos 8 Baixos) Baú dos 8 Baixos
08. Percepção (Oswaldinho) Oswaldinho
09. São João festa do povo (Zé Duarte / Ari Silva) Zé Duarte
10. Flor de Rocai (Rato Branco) Rato Branco
11. Bode manhoso (Carlos Diniz) Nilo Cearense
12. Inacreditável (Pé Duro dos 8 Baixos) Pé Duro dos 8 Baixos
13. Amigo boêmio (Carlos Diniz) Juberlino
14. Impressionante (Lourival Marques) Lourival Marques do Acordeon

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook