Clipe – Miltinho Edilberto – Porto da alegria

Clipe da Musica “PORTO DA ALEGRIA” , que faz parte do novo Album de MILTINHO (da Viola) EDILBERTO. Imagens de Pernambuco, Paraíba e Roraima.

post image

CD – Miltinho Edilberto – Forró, flor & cultura

Colaboração do Miltinho Edilberto

Arranjos e direção musical de Miltinho Edilberto.

Miltinho Edilberto – Forró, flor & cultura

01 – Flor & cultura (Miltinho Edilberto)
02 – Porto da alegria (Miltinho Edilberto)
03 – Sonhei com teu sorriso (Miltinho Edilberto)
04 – Rara (Miltinho Edilberto)
05 – Pitanga (Miltinho Edilberto)
06 – Turbilhão (Miltinho Edilberto)
07 – Idade do lobo (Miltinho Edilberto)
08 – Anjo (Miltinho Edilberto)
09 – Desamericanizar (Miltinho Edilberto)
10 – Eco lógico (Miltinho Edilberto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Brasil Party Forrobodó, com Miltinho Edilberto, ao vivo!

festivalparty_br_big

Brasil Party Forrobodó – Stuttgart – Germany * Festival 2009

Do dia 3 ao dia 5 de abril realizar-se-á em Stuttgart a 2° edição do maior Festival de Forró de toda a Alemanha!

festival_br_smallfotonova

No Sábado à noite haverá, como de costume, a maior Festa de Forró da Alemanha:

Brasil Party Forrobodó

O renomado compositor e cantor Miltinho Edilberto, considerado como um dos melhores Violeiros do Brasil, irá diretamente à Stuttgart, como atração principal do Festival, levanndo o seu Forró de Viola.

sesc-ipiranga

Com músicos convidados, cantando suas composições que já são conhecidas do público do Forró, ele proporcionará o melhor show de Forró que Stuttgart jamais vivenciou…!

Para saber mais, acesse www.miltinhoedilberto.com.br

post image

CD – Miltinho Edilberto – Viola que fala

Esse é o primeiro CD que o Miltinho lançou, contou-me ele que tem um trabalho novo sendo preparado e que em breve poderemos divulgar para todos.

‘A venda do ‘Seu’ Lidirico’. Um calango mineiro ( que no nordeste é chamado de embolada ), onde Miltinho com humor e criatividade descreve o que pode existir ( para ser comercializado ) numa venda no interior de Minas Gerais. – Seu Lidirico José de Almeida se tornou celebridade, alvo de reportagens. A gravação teve a participação do Cantador baiano Xangai (Eugênio Avelino).”

“Há mais de três décadas Miltinho Edilberto semeia sons do Oiapoque ao Chuí. Com sua viola aprendeu a falar a língua do povo inteiro. Com talento se fez poeta, improvisador de versos, contador de causos, sutil humorista.

Como Pesquisador de Cultura Popular conferiu pessoalmente o verdadeiro jeito de ser brasileiro, aprendendo e divulgando ritmos e sabedoria do povo de regiões distintas.

Como compositor conquistou o respeito de seus pares e da crítica especializada, por exemplo ganhando o Prêmio Sharp de Música em 1998, na categoria Revelação Regional (atual Prêmio TIM ). Muita gente boa já gravou música sua e até na novela das oito ele foi tocar. Além de cantor é um muti-instrumentista, considerado um dos mais completos violeiros do país.

Miltinho Edilberto, um artista brasileiro na vanguarda da cultura de subsistência.” (Trechos extraídos do sítio oficial)

Miltinho Edilberto – Viola que fala
1997 – Devil Discos

01. Hino nacional brasileiro (Francisco Manoel da Silva – Adpt. Miltinho Edilberto)
02. Cantoria certeira (Miltinho Edilberto – Lima Júnior) Participação: Saulo Laranjeira
03. Pagode pro Tião (Improvisos Sobre O Tema ”viola Que Vale Ouro) (Tião Carreiro – Lourival dos Santos – Alberto Calçada) Participação: Renato Andrade
04. Cantiga da ajuda (Miltinho Edilberto) Participação: Ceumar
05. Viola apocalíptica (Miltinho Edilberto)
06. Caminhos desandados (Miltinho Edilberto)
07. Bolero (Maurice Ravel) Variações sobre o tema de Miltinho Edilberto
08. Avenida São João (Paulo Garfunkel – Jean Garfunkel – Pratinha) Participação: Edmirian – Ceumar
09. A moda e a viola (Miltinho Edilberto)
10. Viola que Fala (Miltinho Edilberto)
11. Natureza oculta (Miltinho Edilberto) Participação: Ceumar
12. O chapéu & O bode (Tradicional) Congada Nossa Senhora e Folia de Francisco Badaró – MG
13. A venda Do Seu Lidirico (Miltinho Edilberto) Participação: Xangai
14. Boi-tantã (Miltinho Edilberto) Participação: Tião Carvalho

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Miltinho Edilberto – Feito brasileiro

miltinho-capa

Ganhei esse CD dele mesmo, do Miltinho – Assim que ficou pronto!!! – disse ele. Um grande músico que conheci logo antes da ‘febre’ do forró universitário, em 1997, creio eu. Autodidata, genial instrumentista e melhor ainda na articulação e domínio da divisão ritmica e das palavras do nosso vasto vocabulário. Um artísta único, de quem sou grande fã, na época de lançamento desse disco, uma das músicas tocava na novela.

miltinho-encarte

Participações especiais de Maria Bethânia na faixa “Água e azeite”, do Trio Virgulino na faixa “Princesa fulô (Nas dunas)” e do Falamansa na faixa “Balanço do busão”. Destaque para “Beijo contido”, do próprio Miltinho, assim como a maioria das composições.

miltinho-verso

Um time fabuloso de grandes músicos, cada música tem uma combinação diferente de talentos. A sanfona de Oswaldinho está presente na maioria das gravações. Mario Manga, Sandro Haick e Leandro Lehart, renomados arranjadores e multi-instrumentistas, comandaram a produção desse álbum. Além da participação dos músicos que o acompanhavam na época, Alessandro Bebê, Zézinho Pitoco e Thiago do Espírito Santo.

Miltinho Edilberto – Feito brasileiro
2001 – Abril Music

01. Balanço do busão (Miltinho Edilberto)
02. Inconseqüente (Miltinho Edilberto)
03. Rua Do Amor (Miltinho Edilberto)
04. Água e azeite (Sergio Mizan – João Ayres)
05. Olhos de Carol (Miltinho Edilberto)
06. Antes de beijar (Miltinho Edilberto)
07. Sol Do Si Mi Ré Lá (Miltinho Edilberto)
08. Princesa fulô (Nas dunas) (Miltinho Edilberto)
09. Beijo contido (Miltinho Edilberto)
10. À segunda vista (Miltinho Edilberto)
11. A luz da lua (Miltinho Edilberto)
12. Feito brasileiro (Jean Garfunkel – Paulo Garfunkel)

Para baixar esse disco clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Miltinho Edilberto – Como alcançar uma estrela

Quem não é de São Paulo ou quem começou a freqüentar o forró há pouco tempo, certamente não entenderá completamente a postagem de hoje, mas no final da década de 1990, Miltinho ajudou a criar o circuito do forró universitário paulista e foi durante um bom tempo uma das principais atrações para os forrozeiros da cidade, dancei muuuito ao som desse cara.

Cantor, compositor, folclorista, poeta, contador de causos, repentista, multi-instrumentista e pesquisador do folclore brasileiro, Miltinho Edilberto é considerado um dos mais completos violeiros do país. Seu trabalho transita entre diversas vertentes musicais da cultura tradicional brasileira, que vão desde o forró pé-de-serra ao trava-língua.

A capa acima foi enviada pelo ‘Jakaré’ para complementar a publicação, é a capa do re-lançamento, de 2000, com o título de “O forró de Miltinho Edilberto”, pelo selo Deck Disk.
Paulista do interior do estado, o violeiro é respeitado por medalhões da música regional como Xangai, Elomar e Renato Teixeira, de quem é afilhado musical e parceiro.

No palco, toca violão e viola de 10 cordas misturando forró com uma entonação caipira autoral, resultando numa mistura de xote, xaxado, baião e embolada, acrescida de uma boa dose de picardia. O primeiro disco, “Viola Que Fala”, de 1998, tinha pouco de forró, era um trabalho de música sertaneja de raiz, que lhe rendeu o Prêmio Sharp daquele ano na categoria regional.

Em 1999 lançou esse disco pela Universal, “Como Alcançar uma Estrela”, que mais tarde seria relançado pela Abril Music como “O Forró de Miltinho Edilberto, ao vivo”. Nessa época, Miltinho abria espaço no palco de seus shows para Janaína Pereira, que posteriormente criaria o grupo Bicho de pé; foi nesse mesmo palco que vi pela primeira vez o genial Yamandú Costa que acabara de chegar do sul e ainda não era nada conhecido.

Ouvi muito todas as músicas desse CD, sou suspeito porque elas me causam uma certa nostalgia, porém olhando agora, vejo que o “Xote da internet” continua totalmente atual, assim como “Heroína” e a minha preferida é: “Coração virado” anteriormente gravada pelo Trio Sabiá.

Miltinho Edilberto – Como alcançar uma estrela
1999 – Universal

01 – Como alcançar uma estrela (Miltinho Edilberto)
02 – O sonho (Miltinho Edilberto)
03 – Heroína (Miltinho Edilberto)
04 – Quem tá parado é viado (Miltinho Edilberto)
05 – Xote na internet (Miltinho Edilberto)
06 – Forró de viola (Miltinho Edilberto)
07 – Um beijo se quer (Miltinho Edilberto)
08 – Mar tá pra peixe (Miltinho Edilberto)
09 – Luz do desejo (Miltinho Edilberto)
10 – Maria Joana (Miltinho Edilberto)
11 – Coração virado (Miltinho Edilberto)
12 – Não há nada igual ao forró (Miltinho Edilberto)
13 – Nóis é jeca mais é jóia (Juraildes da Cruz)
14 – The end (Miltinho Edilberto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook