post image

Baianinho da Sanfona – Forró sentido

Colaboração do sergipano Everaldo Santana

“Baianinho da Sanfona (Edivaldo Ferreira da Silva) nasceu na cidade de Irecê, no estado da Bahia. Veio para São Paulo na década de 60 e aprendeu a profissão de Ourives na qual trabalhou alguns anos. Em 1964 conheceu o Pedro Sertanejo que o convidou para tocar no famoso Forró do Pedro Sertanejo. Nessa época o Pedro Sertanejo mantinha efetivamente no famoso Forró da Catumbi uma equipe efetiva com os melhores Sanfoneiros de 8 Baixos da região.

Baianinho da Sanfona imitava muito bem o estilo de tocar do Pedro Sertanejo e nos vinis antigos gravados pelo Pedro Sertanejo algumas faixas foram executadas pelo Baianinho imitando o Pedro Sertanejo. No Vinil ‘Coração do Norte’ gravado no ano de 1970, a faixa 06 (Aracy) foi executada pelo Baianinho da Sanfona e não pelo Pedro Sertanejo.

Baianinho da sanfona era conhecido no Estado da Bahia como ‘Carquejo dos 8 Baixos’; ganhou este apelido porque gostava muito de uma ‘Cachaça’ de fabricação caseira feita com uma Erva chamada Carquejo.

O nome artístico (Baianinho da Sanfona) que o tornou conhecido foi criado pelo Pedro Sertanejo. No Vinil de 1987 o Pedro Sertanejo lhe fez uma homenagem com a faixa 06 (Carquejo).

Baianinho da Sanfona deixou apenas 1 disco gravado que foi o “Forró sentido”, lançado no ano de 1973, pelo selo “Topicana/Cantagalo” que pertenceu ao Pedro Sertanejo.

Estas informações foram fornecidas pelo “Castanheiro” e o “Tico dos 8 Baixos” que tocaram junto com ele.”

Baianinho da Sanfona – Forró sentido
1973 – Tropicana

01 – Fogo na Geringonça (Odivaldo Ferreira – Elias Alves)
02 – Toco preto (Odivaldo Ferreira – J. Luna)
03 – Beijú de Massa (Zenilton – Odivaldo Ferreira)
04 – Assando Milho (Odivaldo Ferreira – Pedro Sertanejo)
05 – Bangue virado (Odivaldo Ferreira)
06 – Xote do Fulô (Oswaldinho – Odivaldo Ferreira)
07 – Forró sentido (Odivaldo Ferreira)
08 – Baianinho no 8 Baixos (Odivaldo Ferreira)
09 – Forró em Arapuá (Castanheiro – Odivaldo Ferreira)
10 – Esteira de Palha (Pedro Sertanejo – Odivaldo Ferreira)
11 – Xote Rua nova (Odivaldo Ferreira – Pedro Sertanejo)
12 – Puxando Caruá (Juracy Silva – Odivaldo Ferreira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Baianinho da Sanfona – Forró sem briga

O áudio é uma colaboração do Arlindo, as capas são minhas.

A clássica gravação, editada e re-editada por vários artistas, observem que a ordem das músicas é normalmente a mesma.

Destaque para “Forró alegre” de Amadeu Alves e Antonio Sobrinho

Baianinho da Sanfona – Forró sem briga
1972 – AMC

01 Forró na fazendinha (Assis Barros)
02 Forró do Zé do fole (Ernesto Pires)
03 Arrasta-pé no brejo (Elias Salomão)
04 Alegria do sertão (Raymundo Mundola)
05 Cavalo manco (Elias Salomão)
06 Forró alegre (Amadeu Alves – Antonio Sobrinho)
07 O sanfoneiro só tocava isso (Haroldo Lobo – Geraldo Medeiros)
08 Não pise no meu calo (Raymundo Mundola)
09 Forró em Goiania (João Bezerra)
10 Dançando mazurka (José Caldas)
11 Forró sem briga (Amadeu Macedo – Garcia Santos)
12 Fim de festa (Zito Borborema)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Coletânea – Quebra pote vol.5

Colaboração do Zé Geraldo, de Taperoá – PB

Essa é quinta e a última edição da série “Quebra pote”, uma série de coletâneas lançadas anualmente, na época das Festas Juninas.

Dessa edição participam os artistas que eram do ‘Cast’ da gravadora na época: Marinês, Trio Nordestino, Lucymar, Baianinho da Sanfona, Zenilton, Antônio Barros, Negrão dos 8 Baixos e Assisão. Destaque para “Rabo de palha” de Cecéu, na interpretação do Trio Nordestino.

Coletânea – Quebra pote vol.5
1978 – Beverly

01. Quebrando pote (Cecéu) Marinês
02. Rabo de palha (Cecéu) Trio Nordestino
03. Mais uma promessa (Elino Julião) Lucymar
04. Quadrilha do Quincas (Paraíba dos 8 baixos) Baianinho da Sanfona
05. Tudo isso (D. Matias) Zenilton
06. São João sozinho (Cecéu) Antônio Barros
07. Pombo correio (Double Morse) (Dodô / Osmar / Moraes Moreira) Negrão dos 8 Baixos
08. Comadre Maroca (Vilobaldo Teles) Marinês / Trio Nordestino
09. Pra mim poder é querer (Tarcisio Capistrano) Marinês
10. Tá tá (João Silva / J. B. de Aquino) Trio Nordestino
11. Quando meu bem quiser (Cecéu) Lucymar
12. Ordem de Santo Antônio (Assisão) Assisão
13. Duas estrelinhas (Cecéu) Antônio Barros
14. Quadrilha em Tanquinho (André Araújo / Arcênio de Araújo) Negrão dos 8 Baixos

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Baianinho da sanfona – forró sem briga vol 2

baianinho-2-frente

Atendendo a pedidos, ai vai o Baianinho da sanfona, esse é o volume 2 do “Forró sem briga”, no primeiro volume, de 1973, estão as clássicas como “forró na fazendinha “, “só tocava isso” além da faixa título e “Fim de festa”.

baianinho-2-verso

Lançado pela Copacabana em 1978 e produzido por Lindolfo Barbosa, o Lindú do Trio Nordestino, esse disco é composto básicamente por instrumentais de pé-de-bode, é pra dançar de cabo a rabo.

Destaque para o belo 7 cordas quase solando em algumas faixas e quanto às músicas, me agradou bastante o samba matuto “8 baixos fofoqueiros” e o baião “Arregaça”.

Baianinho da sanfona – forró sem briga vol 2
1978 – Copacabana

01. Bafo de bode (Bezerra dos 8 baixos)
02. Quadrilha do Quincas (Paraíba dos 8 baixos)
03. Pisando na brasa (G. Amorim – Lindú)
04. 8 Baixos fogueteiro (Zé Mamede – Dunga)
05. Esquenta mulher (Zé Mamede – Célio C. M.)
06. Arrasta o pé argolo (Lindú – Xavier)
07. Bagaço grosso (Célio C. M. – G. Amorim)
08. Quadrilha da copa (Lindú – Xavier)
09. Limpa o beco (Pipa)
10. Tá porreta (Pipa – Miriam Nascimento)
11. Arregaça (Miriam Nascimento – Célio C. M.)
12. Forró no brega (Zé Mamede – Dunga)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook