post image

CD – Coletânea – Festival Rootstock 2008

Capa do CD Festival Rootstock 2008

É com um enorme prazer que o Blog Forró em Vinil vem em primeira mão, divulgar a vocês, um dos CDs mais esperados do ano, o CD do Festival Rootstock 2008, gravado ao vivo.

coletacnea-festival-rootstock-2008-texto

Esse é um CD que certamente marcará seu lugar na discografia da história recente do forró pé-de-serra. Seguindo o exemplo do CD lançado em 2007, grandes marcos foram atingidos aqui. Temos nesse trabalho, por exemplo, uma música inédita de um dos maiores ícones da música nordestina, Zenilton, que não gravava e nem se apresentava há tempos. Tem também, novamente, uma música inédita do Trio Juazeiro, trio que mantém sua formação original, há mais de 40 anos, sendo o trio mais antigo do Brasil, com a mesma formação.

coletacnea-festival-rootstock-2008-ficha

Para que vocês possam ir conhecendo aos poucos as faixas desse trabalho, de hoje até o dia do lançamento, iremos publicar os áudios das faixas aqui no blog. Para começar destacamos a música que da início a esse trabalho, “Forró do Rootstock”, uma música inédita de Edson Duarte, homenageando o festival.

Indo na contra mão dos grandes ídolos do forró, temos também uma forte participação da nova geração que vem sustentando o movimento do forró pé-de-serra aqui no sudeste. Participam desse CD trios jovens, como: Os 4 Mensageiros, Trio Dona Zefa, Trio Juriti, Trio Alvorada, entre outros.

coletacnea-festival-rootstock-2008-verso

E a grande revelação de 2008, um trio composto exclusivamente por mulheres, o Trio Dona Flor. Após participarem e terem feito um grande sucesso no Festival Rootstock 2008, essas meninas partiram com tudo para Itaúnas, onde no meio do ano, foram as grandes vencedoras do Festival de Itaúnas.

Coletânea – Festival Rootstock 2008
2008 – Candeeiro

01. Forró do Rootstock – Edson Duarte (Edson Duarte)
02. Côco do quero – Trio Juazeiro (Mestre Guilherme – Tony Araújo)
03. A situação do Brasil – Rouxinol Paraíbano (Rouxinol Paraíbano – Tiziu)
04. A nega da brilhantina – Os 4 Mensageiros (Haroldo Francisco)
05. Xote do esmeril – Os Filhos do Nordeste (Bacural – Jacinto – Roberto)
06. Não vá embora – Zenilton (Zenilton)
07. Medo de amar – Trio Xamego (Dió de Araújo)
08. Gabriela – Meketréfe (Thiago Santos)
09. Trovoada – Zé da Paraíba (Zé Paraíba)
10. De Garanhuns a Caruaru – Trio Alvorada (José Duarte – Edvaldo Prata)
11. Contando os dias – Trio Juriti (João Silva)
12. O periquito dela – Trio Dona Zefa (Danilo Ramalho)
13. Dança proibida – Boca Mole (Ivan Dias – PC do Acordeon)
14. Arpoador – Trio Lampião (Everton Vinícius Romão Santos)
15. Cheirinho bom – Os 3 Matutos do Forró (Leonardo Scherp)
16. Pra se derreter – Trio Araçá (Maicon Fuzuê)
17. Amor preto e branco – Trio Dona Flor (Tiziu – Tetê Albuquerque)

Para baixar o disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Festival Rootstock 2007 – Gravado ao vivo

Este CD foi gravado ao vivo durante o Festival Rootstock 2007. Neste ano o festival reuniu 15 trios de forró autêntico, prorcionando a quem estava lá, momentos únicos e inesquecíveis, além de muito forró. Pra quem não foi, está aqui a oportunidade de ouvir uma pequena mostra do que aconteceu.

Este ano o Festival acontecerá em outubro e se tudo correr bem, dele sairá mais um CD de registro do que aconteceu por lá. Para maiores informações, acesse o site do Festival Rootstock.

cd-festival-rootstock-2007-ao-vivo-berao

Depois de 5 edições do Festival Rootstock, conseguimos finalmente gravar todos os shows com a melhor qualidade possível.

cd-festival-rootstock-2007-ao-vivo-verso

A partir dessas gravações, selecionamos uma música de cada trio que participou da festa em 2007 e reunimos num CD, que foi tratado, mixado e masterizado no estúdio ArtBrasil em São Paulo – SP, com a produção artística de Omar Campos.

Festival Rootstock 2007 – Gravado ao vivo
2007 – Candeeiro discos

01 Forró da gameleira – Trio Juazeiro (Dido Batera)
02 Gregos e troianos – Rouxinol Paraibano (Rouxinol Paraibano)
03 Tem cheiro de amor no ar – Os 4 Mensageiros (Vinicinho – Thiaguinho dos Santos)
04 Forró do Araripe – Trio Araripe (Wanderley Martins – Tiziu)
05 Tem mulher dançando só – Trio Cristalino (Val – Zé Bodinho)
06 Caçada de jacú – Os Filhos do Nordeste (Ferrinho das Alagoas)
07 Flôr de alecrim – Trio Virgulino (Enok Virgolino)
08 Água barrenta – Trio Sabiá (Jorge Mello)
09 Forró do talarico – Trio Dona Zefa (Danilo Ramalho)
10 O chinelo da morena dançadeira – 4teto Boca Mole (Aluízio Cruz)
11 Coco na ponta do pé – Lino de França (Heleno Luiz)
12 Calendário do amor – Trio Xamego (Carlinho Axé – Enok Virgolino – Ever Silva)
13 Mais um dia sem te ver – Trio Juriti (Mestrinho – Thais)
14 Rouxinol a fogo – Zé da Paraíba (José Araújo)
15 Tonelada de forró – Trio Alvorada (Eder Fernandes – Bárbara Soares)

Esse disco está disponibilizado para baixar e para quem quiser adquirir um original, mande um e-mail pra gente

Para baixar o disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Trio Luar do Sertão – Os brasas do xaxado

trio-luar-do-sertao-os-brasas-do-xaxado-capa

Colaboração do DJ Thomaz, de São Paulo – SP. Esse disco ele tinha prometido já há algum tempo e finalmente agora podemos ouví-lo e degustá-lo.

Para levantar as informações abaixo, tive a oportunidade de conversar com o sanfoneiro Bacural, que atualmente toca no trio ‘Os Filhos do Nordeste’.

trio-luar-do-sertao-os-brasas-do-xaxado-sela-atrio-luar-do-sertao-os-brasas-do-xaxado-selo-b

Bacural, conhecido como compositor por Severino Sérgio, já teve algumas músicas de sua autoria gravadas por Adolfinho e Abdias, por exemplo.
Amigo de infãncia de Zé Pacheco, ambos imigrantes que, no final da década de 1950, chegaram ao Rio de janeiro, ainda crianças e vindos da Paraíba. Bacural é de Alagoa Grande e Pacheco de Rio Tinto.

O Trio Luar do Sertão existiu durante aproximadamente dois anos, no final da década de 1960 e início da década de 1970. Eles acompanhavam Genival Lacerda, que já era ídolo na época, em seus shows, o que lhes abriu a oportunidade de gravar esse disco, que é o único do trio.

O trio era formado por Bacural (zabumba), Zé Palito (triângulo) e Zé Pacheco (voz e sanfona), e foi esse sanfoneiro, José Pacheco Marinho filho, que se tornaria base para a formação um outro trio, que em 1973, ficaria famosíssimo em todo Brasil: ‘Os 3 do nordeste’.

trio-luar-do-sertao-os-brasas-do-xaxado-verso

Produção artística de Genival Lacerda, que também tem diversas das composições do álbum. O disco foi gravado em São Paulo – SP, em um estúdio que era do Venâncio. Um belo LP, é como se fosse um disco antigo do Genival, só que com a voz do Zé Pacheco, um registro único.

Destaque para “Tomaram meu amor” de Genival Lacerda e Antonio Clemente e para “Casa com ela Zé” de autoria de Zé da Ema e Genival Lacerda.

Trio Luar do Sertão – Os brasas do xaxado
1968 – Bemol

01 Forró na Bahia (Eufrásio de Souza – Genival Lacerda)
02 Tomaram meu amor (Genival Lacerda – Antonio Clemente)
03 Casa com ela Zé (Zé da Ema – Genival Lacerda)
04 Coco do Mané (Ataide Pereira – Zequinha)
05 Se o rojão não subir (Sebastião Soares – J.B. de Azevedo)
06 Horizonte do nordeste (Joca de Castro – Genival Lacerda)
07 Maria sanfoneira (Marti Campos)
08 Xaxado no sertão (Genival Lacerda – Ary Monteiro)
09 Psicose no coco (Tito de Souza – Alexandre Alves)
10 Xaxado no Ceará (Genival Lacerda – Severino Alves de Souza)
11 Cumpadre de São João (Buco do Pandeiro – New Carlos)
12 Coco diferente (Buco do Pandeiro – Genival Lacerda)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Os Filhos do nordeste – Forró agora é moda

Neste último final de semana, Os Filhos do nordeste vieram do Rio de Janeiro pra fazer um show aqui em São Paulo e o Bacural trouxe esse vinil para colaborar com o Blog. É claro que ele só emprestou o disco, vou devolvê-lo na semana que vem, fique tranquilo Bacural, foi gravado e tratado com todo cuidado!

Os Filhos do nordeste, em 1993, próximo já do início da extinção dos vinis, nessa oportunidade com Bacural, Toinho e Tiziu. As músicas são muito interessantes e algumas certamente são conhecidas dos forrozeiros de plantão, em algumas faixas, suas letras tem pequenas diferenças do que eles cantam atualmente.

Sanfonas de Bacural e Genário. Destaque para “A nega da brilhantina” regravada pelos 4 Mensageiros no CD “Festival Rootstock 2008”, que tem a participação dos Filhos do nordeste, é claro, e será lançado em outubro próximo.

Os Filhos do Nordeste – Forró agora é moda
1993 – Maic som

#01. Forró Agora é Moda (Bacurau e Zé Biriba)
#02. Vamos Cá Pra Forrozar (Nininha e Tiziu)
#03. A Nega da Brilhantina (Aroudo F. Jaboatão)
#04. Raimunda (Admar e Paulo Bob)
#05. Forrozando (Gavião – Francisco Gomes – Zé Ramos)
#06. Bem Agarradinho (Chimbica – Zaete)
#07. Senta Aqui Morena (Bacurau – Manoel Vidal)
#08. Também Sei Amar (Bacurau e Ademar Pinheiro)
#09. Com Você é Bem Melhor (Inácio Virgulino – Manoel Vidal)
#10. Maria Aparecida (Epdio Feitosa)
#11. No Puxar do Fole (Gavião – Espide Luis)
#12. Noite de Festa (Nininha – Toinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Os Filhos do nordeste – Forró com chamego

filhos-do-nordeste-frente

Esse é um CD que os Filhos lançaram em 1999 e está totalmente fora de catálogo. Curiosamente no encarte do disco, não consta a autoria das músicas, então procurei o DJ Xeleléu, lá do Rio de Janeiro, ele disse:

"SOBRE O CD, PELO QUE VI DA CAPA, POSSO TE ADIANTAR QUE O ZABUMBEIRO É O PÉ DE CÃO E ALGUMAS MÚSICAS SÃO REGRAVAÇÕES. ACHO TB QUE O ANO DE GRAVAÇÃO É 1999. DEPOIS TE PASSO MAIORES INFORMAÇÕES!!!"(xeleléu)

Sendo assim procurei o Bacural que gentilmente nos enviou, através de sua produtora Katrina, as autorias das faixas e aqui está, um CD que teve prensadas 1000 cópias e provavelmente é mais raro do que muitos vinis.

filhos-do-nordeste-verso

Atualmente o trio ‘Os Filhos do nordeste’ tem cerca de 20 anos de carreira, e tem também, cerca de 20 álbuns gravados, entre CDs e LPs. Atualmente conta com Jacinto Neto no triângulo e voz, Robertinho no zabumba e o sanfoneiro Bacural liderando o trio.

Esse disco só está sendo disponibilizado pois teve o consentimento do trio.

Os Filhos do nordeste – Forró com chamego
1999

01 Forró com chamego (Negão e Perpétuo)
02 Meu dengo é você (Gavião)
03 Se eu dançar com você (Gavião)
04 Amor no peito (Negão e Jacinto)
05 Amor doido (Negão e J.Bosco)
06 Maria Aparecida (E. Feitosa e Maria Aparecida)
07 Noite de festa (Nininha e Toinho)
08 Vai lá pra ver (Negão e Antônio Sergio)
09 Na onda do forró (Gavião)
10 Você é um filet (Gavião e Bacural)
11 Cinto e cadeado (A. Macedo e S.Ramos)
12 Forró temperado (Bacural)
13 Forró no som Brasil (Geraldo Silva e Aluisio Silva)
14 Neném de novo (Zé Ramos e A.Pinheiro)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Os Filhos do nordeste – Morrendo de paixão

filhos-do-nordeste-morrendo-de-paixao-capa

Ontem estive na Festa Raízes nordestinas, que foi a comemoração do aniversário de alguns bons amigos aqui de São Paulo. Nela foram reunidos alguns dos trios de forró que mais me agradam, além de uma tarde maravilhosa ao som do melhor forró, encontramos com vários amigos de outros estados e ainda tive o privilégio de receber em primeira mão o último CD dos Filhos do Nordeste.

filhos-do-nordeste-morrendo-de-paixao-verso

Várias regravações, muito bem escolhidas e interpretadas com maestria pelo trio. Realmente sou absolutamente suspeito para falar do filhos do nordeste, trio do qual sou muuuuito fã, tanto do seu som, de primeiríssima linha, quanto de seus integrantes, pessoas simples e músicos maravilhosos.

Arranjos de Gerson dos teclados, produção de Bacural e Macambira, destaque para as regravações “Bata nêgo” de Elino Julião e Severino Ramos, para “Banho de açude” de Chico Amaro e para “Quem ri sou eu” de Tonico, gravada originalmente com o nome de “Tudo que você fez” no LP “Mamulengo da praça” com Os Filhos do Norte, em 1979. E das inéditas, destaque para o xote “Ciúme do ET” de José Roberto.

Filhos do nordeste – Morrendo de paixão
2008

01 Na força do zabumbá (Regio Cabrochar – Carlos Mendes)
02 Ciúme do ET (José Roberto)
03 Bata nêgo (Elino Julião – Severino Ramos)
04 Vento de longe (Gavião)
05 Gato de armazem (Pedrinho Lins – Jacinto)
06 Pau de sebo (Giba Ge)
07 Quem ri sou eu (Tonico)
08 O pegador (Pedrinho Lins – Robertinho)
09 Amor de morena (Dôdo do acordeon)
10 Você é tão linda ( Pedrinho Lins – Bacural)
11 Forró arrumado (Bacural – Macambira)
12 De paz com a vida (Maciel de Belém – Rosildo)
13 Banho de açude (Chico Amaro)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Os Filhos do nordeste – Tudo é alegria

filhos

Já na sua formação atual, Os filhos do nordeste, liderados pelo sanfoneiro Bacural, contemporãneo do saudoso Zé Cacau, juntamente com Jacinto, no triângulo e vocal, e Robertinho no zabumba.

Conhecidos por brincar com a língua portuguesa, misturando as palavras e criando inúmeras frases de duplo sentido, sempre com maestria e bom gosto. Nesse álbum, um exemplo bom, simples e com um balanço único, “Cobrador de amor” de Zé Ramos e Bacural.

Destaque para a regravação em xote de “O gavião pega”, gravada originalmente na voz de Zé Cacau e para “Zé da rosca”, outro xote de primeira, homenagem do trio para o meu amigo DJ Xeleléu, aquele cujo lugar está garantido.

Os Filhos do nordeste – Tudo é alegria
2002 – JRS

01 Tudo é alegria (Jacinto – Luiz Neris)
02 Forró em tudo lugar (Tonico – Zé Ramos)
03 Tristeza não (Zé Ramos)
04 Morena não me deixe só (Pedrinho Lins – 1000tinho)
05 Minha morena (Toinho Madureira)
06 Zé da rosca (Hugo Bispo)
07 Noite de luar (Negão – Tonico)
08 No meu pé-de-serra (Dudé)
09 O gavião pega (Antônio Rodrigues – Bacural)
10 Sente aqui meu bem (Bacural – Manoel Vidal)
11 Cobrador de amor (Amadeu Macedo – Ademar Pinheiro)
12 Faz lembrar meu velho pai (Zé Ramos – Bacural)
13 Te esperando (Zé Ramos)
14 Menina mulher (Negão – Tonico)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Os Filhos do Nordeste – Isso é que é forró

Os Filhos do nordeste, nessa oportunidade com Bacural, Toinho e Batista. Infelizmente esqueceram de colocar a data no disco, sendo assim, não sabemos ao certo de que ano é esse trabalho. Com o mesmo balanço característico de um dos melhores trios em atividade atualmente.

filhos-verso

Se alguém tem o direito de mudar alguma frase ou nome na letra de uma música esse só pode ser o próprio autor, nesse caso, mudando apenas o nome do forró a ser homenageado,”Forró no som Brasil” é uma regravação de “Forró em Campina Grande” outrora gravada com a voz de Zé Cacau. Outra regravação é “Morena Linda”, mas essa não teve alterações.

Destaque parao forró “A gente dá um nó” de Gavião e Pereira e para o famosíssimo xote “Tem que furunfá” de Carlos Barueira e Luizinho do Acordeon.

Os Filhos do Nordeste – Isso é que é forró
1989 – Maic som

* 01. Isso é que é Forró (Cecília – Joãozinho de Barros)
* 02. Não Fique Sem Dança (Joaquim – Coronel Nacizinho)
* 03. O Que é Que Você Tem (José Ramos – Ademar Pinheiro)
* 04. Forró no Som Brasil (Geraldo Silva – Aluísio Silva)
* 05. Morena Linda (Severino Ramos – Antônio Rodrigues)
* 06. A Gente Dá Um Nó (Gavião – Pereira)
* 07. Cabeça Fria (Tássio Carvalho)
* 08. Tem Que Furunfá (Carlos Barueira – Luizinho do Acordeon)
* 09. Forró Danado (Zinho – Jorge Baccarin)
* 10. No Forró da Gente (Gavião – Francisco Gomes)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Os Filhos do Nordeste – Filho de forrozeiro

filhos-do-nordeste-82-frente

Roubei esse disco lá na casa do Tick, tínhamos que postar alguma coisa sobre Os Filhos do nordeste, de quem somos fãs, mas eu só tinha gravações desorganizadas, é sempre bom ter o acervo organizado, sendo assim, dos dois discos com Zé Cacau, aí vai o primeiro!

Sem sombra de dúvida, um dos melhores trios em atividade, radicado na cidade do Rio de Janeiro, tem Bacurau, Robertinho e Jacinto em sua formação atual .

Até chegar a essa formação, o sanfoneiro Bacurau tocou com vários músicos, na primeira gravação, em 1979, ainda com o nome de Os Filhos do norte, o zabumbeiro era Tizil e o vocalista Zé da Ema.

Nesse disco, de 1982, o vocalista é Zé Cacau, que recém chegara vindo d’Os 3 do nordeste, produção de Antônio Barros e um repertório e arranjos realmente indefectíveis.

filhos-do-nordeste-82-verso

Destaque para o 7 cordas, para a voz do Bacurau no coro, para a forma única com que a bateria se insere na mixagem e para o nome que veio o “Forró de tamanco”, dessa vez.

Esse disco é todo bom, recheado de forrós de primeiríssima qualidade, mas em todo caso, as músicas que mais me agradam são a faixa título, “Filho de forrozeiro”, “Pra fazer besteira”, “Minha Rosinha” e “Sinto saudade do meu nordeste”, aproveitem, isso é que é forró!!!

Os Filhos do Nordeste – Filho de forrozeiro
1982 – Ariola

01. Que nem sapo na lagoa (Cecéu)
02. Filho de forrozeiro (Cecéu – Janjão)
03. Homem com H (Antonio Barros)
04. Bate coração (Cecéu)
05. Prá fazer besteira (Antonio Barros)
06. De tamanco mulher (Antonio Barros)
07. São João menino (Antonio Barros)
08. Minha Rosinha (Nininha – Cacau)
09. Morena linda (Severino Ramos)
10. Forró na casa de Tomé (J. S.)
11. Eu sou o dono dela (Canário Belga – Bacural)
12. O espinho e a flor (Edson Duarte)
13. Sinto saudade do meu nordeste (Fábio Cerilo – Tizil)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook