Zé da Onça – De maior sim, de menor não

capa

Colaboração do Jhonatas Pasternack, de São Paulo – SP.

selo-aselo-b

“Segue mais um LP do Zé da Onça. Esse acredito ser o último LP de carreira dele.

verso

Gravado em 1993 destaco a música ‘Forró Mundial’ de ‘Zé da Onça e Zeca Freire’.”

Zé da Onça – De maior sim, de menor não
1993 – CID

01 – De Maior Sim, De Menor Não (Zé da Onça – Francisco Gomes)
02 – Cuscus Bom (Zé da Onça – Jair Guimarães)
03 – 20 Pessoas (Zaete – João G. de Moura – Zé da Onça)
04 – Bom é Chem Hem Hem (Antonio Ramos – Nunes do Pandeiro)
05 – Forró Mundial (Zé da Onça – Zeca Freire)
06 – Alegria do Sertanejo (Zé do Gato – Coronel Narcizinho)
07 – Sou Pau de Arara (Zé da Onça – Luiz de França)
08 – Filho de Sanfoneiro (Zé da Onça – Francisco Gomes)
09 – Cara de Lobisomem (Antonio Ramos – Francisco Gomes)
10 – Homenagem a Paraíba (Zé da Onça – Chiquinho do Pandeiro)
11 – Eu Não Ligo Não (Zé da Onça – Jair do Pandeiro)
12 – Estou Gamado (Saldanha – Loril do Parque)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Zé da Onça – Gostei de você

capa

Colaboração da Gorete

cd

Conversei rapidamente com um de seus filhos pra tentar descobrir qual o ano e a proposta do disco.

verso

Ele disse: … “meu pai faz varias gravações durante o ano e depois monta um CD entende?
… mas ultimamente ele tem feito só coletâneas, sem as músicas antigas dele…”

Zé da Onça – Gostei de você

01 O balanço do calango (Zé da Onça)
02 Cuscus (Zé da Onça)
03 Minha égua (Zé da Onça – Luiz de França)
04 Filho de sanfoneiro (Zé da Onça)
05 Maria sanfoneira (Zé da Onça)
06 Em cima de um caminhão (Zé da Onça)
07 Melô da galinha (Zé da Onça)
08 Olha pro céu (Luiz Gonzaga – José Fernandes)
09 Menino lindo do interior (D.R.)
10 Escadaria (Pedro Raymundo)
11 Sou brasileiro (Zé da Onça)
12 Ai Zé (Zé da Onça)
13 Hora do adeus (Onildo Almeida / Luiz Queiroga)
14 Carolina (Pedro Raymundo)
15 Cintura fina (Luiz Gonzaga / Zé Dantas)
16 Calango da lacraia (Luiz Gonzaga / J. Portela)
17 Gostei de você (Zé da Onça)
18 Lembro de Garanhuns (Zé da Onça)
19 Quem morre não leva nada (Zé da Onça)
20 Negro gato (D.R.)
21 Truco truco (Zé da Onça)
22 Férias na Índia (Nilton Cesar)
23 Garota boazuda (Luiz Moreno)
24 Choro por ti (Zé da Onça – Zé Gonzaga)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zé da Onça – Forró do Zé da Onça

za-da-onaa_frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB. Um lindo disco do Zé da Onça, lançado pelo selo Araponga, que era um dos selos da Polygram.

za-da-onaa_verso

Produção e arranjos de Willian Luna, zabumba de Luizinho, pandeiro de Buco do Pandeiro, acordeons de Samborico, cavaco de Toco Preto e violão de Valdir 7 cordas.

Destaque para “Forró do poeirão” de Canário Belga e Bacural, para “Tesouro do rei” de Zé da Onça e Coroné Narcizinho e para “Homem com H” de Antonio Barros.

Zé da Onça – Forró do Zé da Onça
1982 – Araponga

01 Jumenta apaixonada (Zé da Onça – Aluízio J. da Silva)
02 Forró do poeirão (Canário Belga – Bacural)
03 Calango da lacraia (Luiz Gonzaga)
04 Truco truco (Zé da Onça – Francisco Gomes)
05 Dedo mexedor (Zé da Onça – Hamilton de Oliveira)
06 Vem cá, meu bem (Buco do Pandeiro – Antonio F. de Araújo)
07 Lembrança do Norte (Zé da Onça – Zé do Gato)
08 Tesouro do rei (Zé da Onça – Coroné Narcizinho)
09 Novo Juazeiro (Fabio Cirilo)
10 Homem com H (Antonio Barros)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Zé da Onça – Demorei mais cheguei

Essa é mais uma colaboração do Vinícius de BH, é mais um dos discos que eu abduzi quando fui lá na casa dele, mas esse eu não devolvo não!!! É um disco que me lembra os tempos que eu frequentava os forrós do Rio de Janeiro, discotecando e curtindo a cidade maravilhosa, afinal foi o DJ Xeleléu que na época me apresentou esse som.

.

É um álbum diferenciado do Zé da Onça, na minha opinião, dos que eu conheço, esse é sem sombra de dúvida, o melhor deles. Há quem confunda a voz dele, nesse disco específicamente, com a voz do rei, Luiz Gonzaga, mas é só a impressão inicial, depois que se escuta com um pouco mais de atenção pode-se notar que a voz, os trejeitos e o jeito de cantar e falar é ligeiramente diferente.

Gosto de várias faixas, todas elas tem um balanço único, pena que os demais discos não acompanharam esse conceito. Destaque para a faixa “Velho barqueiro” de Buco do Pandeiro e Zé Araujo, no início um clima bem leve e quando entra a percussão, torna-se a música mais balançada do álbum.

Zé da Onça – Demorei mais cheguei
Itamaraty

#01. Meu canto de amor e paz (Haroldo Francisco – Luiz Moreno)
#02. Velho barqueiro (Buco do Pandeiro – Zé Araujo)
#03. Capim novo (Luiz Gonzaga – José Clementino)
#04. Saudade dela (Gilberto Lima)
#05. É moda meu bem (Buco do Pandeiro – Wilson Marins)
#06. Mariazinha (Amadeu Macedo)
#07. Calango da lacraia (Luiz Gonzaga – J. Portela)
#08. Fazenda do José (Jacobina – Alventino Cavalcante)
#09. Viva o Arigó (Geraldo Nunes)
#10. Sanfona é meu roçado (Buco do Pandeiro – Ayrão Reis)
#11. Não me chamo Raimundo (Buco do Pandeiro – Reivan)
#12. Hoje quem zomba sou eu (Antonio Ramos – Zé da Onça)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Zé da onça – Forró danado

Não podíamos deixar de postar um disco com aquelas músicas instrumentais que todo sanfoneiro costuma saber, essas músicas já foram gravadas e regravadas por tanta gente que fica difícil saber quem foi o primeiro. Certamente não foi o artista de hoje.

Ivo Amaral, conhecido como Zé da onça, instrumentista, compositor e cantor. Nascido em 1933 em Garanhuns – PE. Migrou de sua terra natal nos anos 50, passando por São Paulo até chegar no Rio de Janeiro, passou por maus bocados até conseguir trabalho no Hospital Miguel Couto.

Um dos músicos fundadores da feira de São Cristóvão, do Rio de Janeiro, por volta da década de 50 e início dos anos 60, tocou em muitas praças do Rio, quando passava o pandeiro para recolher algum dinheiro.

Chegou a tocar com Luiz Gonzaga, com quem se apresentou durante oito anos e teve composições regravadas por Nóca do Acordeon, Adolfinho e Manhoso. Gravou 6 LPs, 4 CDs e se apresentou em diversos programas de rádio e televisão. Zé da Onça é apontado, como um dos mais autênticos forrozeiros, em atividade no Rio de Janeiro. Atualmente, durante a semana, nos intervalos dos shows dos fins de semana, trabalha afinando sanfonas.

Zé da onça – Forró danado
1982 – Cid

01. Forró alegre (Amadeu Alves – Antonio Sobrinho)
02. O sanfoneiro só tocava isso (Haroldo Lobo – Geraldo Medeiros)
03. Forró na fazendinha (Assis Barros)
04. Dançando mazurca (José Caldas)
05. Cavalo manco (Elias Salomão)
06. Fim de festa (Zito Borborema)
07. Forró do Zé do fole (Ernesto Pires)
08. Não pise no meu calo (Raimundo Mundola)
09. Forró em Goiânia (João Bezerra)
10. Alegria do sertão (Raimundo Mundola)
11. Forró sem briga (Amadeu Macedo – Garcia Santos)
12. Arrasta pé no brejo (Elias Salomão)

Para baixar esse disco do Zé da onça, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook