CD – Trio Manuê – Pra não ficar na mão

2008-trio-manua-pra-nao-ficar-na-mao-capa

O Trio Manuê surgiu em 16 de junho de 2007. Obteve o 2º lugar no Festival de Itaúnas de 2007,com a música “Deixe de arrelia”.

Formado por Zezito Pereira, Cebola e Valdo, lança seu 1º CD “Pra não ficar na mão”. Um time de feras participou dessa gravação, composições novas e muito boas, com várias participações especiais.

2008-trio-manua-pra-nao-ficar-na-mao-verso

“Todos os membros do grupo têm experiências no mundo musical desde a infância. Zezito, por exemplo aprendeu a gostar de forró aos 6 anos e aos 11 foi convidado para acompanhar os shows de Genival Lacerda. Durante a carreira, também já tocou ao lado de Raimundo Sodré, Fagner, Moraes Moreira, Elba Ramalho, Alceu Valença, Zé Ramalho, Amelinha, Mestre Zinho e os dois últimos shows do Jackson do Pandeiro.

Cebola fazia voz e violão com 9 anos de idade nos bares de João Pessoa e até já se aventurou no teatro, quando, aos 16 anos, atuou em “Os Saltimbancos”. Nandinho também começou cedo, aos 9 anos, por influência do pai Fernando do Acordeon. Hoje, aos 19 anos, é considerado grande revelação do forró pé-de-serra. Reunido desde o início de 2007, o Trio Manuê vem realizando diversos trabalhos em São Paulo, Rio de Janeiro, Vitória, entre outros.” (Fonte)

Trio Manuê – Pra não ficar na mão
2008

01 Deixe de arrelia (Elton Moraes)
02 Te encho de paixão (Elton Moraes)
03 Pra não ficar na mão (Zezito Pereira)
04 Te confesso meu amor (Sivaldo – Elton Moraes)
05 Arte do destino (Sivaldo)
06 Ruiva apimentada (Elton Moraes)
07 Coração doidim (Elton Moraes)
08 Forró maneiro (Mestrinho)
09 O dengoso (Elton Moraes)
10 Pra xaxar (Zezito Pereira – Mestrinho)
11 Doce de manuê (Elton Moraes – Sivaldo)
12 Sofri por te amar (Tiziu)
13 Doeu (Mestrinho – Erivaldinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook