CD – Azulão – Solte o Azulão

Colaboração do Nilson Araújo, da Sala Nordestina de Música. Um agradecimento especial ao Herbert Lucena, que gentilmente nos forneceu as informações adicionais para uma publicação completa.

“Soltaram! Aí lascou tudo.
O condenado voou entoando um canto da bixiga de bom!
Após algum tempo no ostracismo, Azulão voltou em 2006 produzido pelo competente Herbert Lucena.

O resultado você confere nesse excelente trabalho, que conta com as participações de Dominguinhos, Marinês e o próprio Herbert, além dos depoimentos de várias personalidades ligadas a cultura nordestina.
Voe junto com Azulão e ouça o seu cantar.”

Azulão – Solte o Azulão
2006 – Coreto Records

01 Solte o Azulão (Francisco Azulão)
02 Estúpido jeito de amar (Gilvan neves)
03 Arte verdadeira (Herbert Lucena – Helder Isaac)
04 Comentário Ivan Bulhões
05 Cabecilé (Francisco Azulão)
06 Teu olhar me diz (Tiago Duarte)
07 Comentário Tavares da Gaita
08 Perdido no forró (Brito Lucena)
09 Fogueira quente (Genésio guedes – Rafael Barros)
10 Comentário Valdir Santos
11 Quer chamego tome (Brito Lucena – Francisco Azulão)
12 Casinha de palha (Brito Lucena)
13 Comentario Juarez Santiago
14 Mulher querendo é bom demais (Juarez Santiago)
15 Comentário Lídio Cavalcanti –
16 Me orgulho de ser cantor (Bibiu do acordeon – Biu da banana)
17 Comentário João do Pife
18 Balança bueiro (Herbert Lucena)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Walmir Silva – Desabafo do artista

walmir-cpa

Colaboração do Nilson Araújo, da Sala Nordestina de Música

“E se prepare que é um CD da bixiga lixa!
Do caruaruense Walmir Silva, forrozeiro das antigas, mas atualíssimo.

walmir-com-ricardo

O crítico Ricado Anísio disse tudo e um pouco mais, entretanto gostaria de relatar um detalhe: Por causa da música título ‘Desabafo de artista’, em que o Walmir diz que parte com saudade sua terra porque lá não dá mais pra ficar já que o artista da terra não tem valor e se lá ele não tem valor vai morar em outro lugar e aí desata a falar a verdade sobre a falta de valorização/reconhecimento e até pra receber seu dinheirinho, enquanto os de fora recebem adiantado, ele demora pra receber, e exatamente por isso o patrocínio da Prefeitura de Caruaru à época (2007) foi pras cucuias e até hoje ninguém viu a cor do dinheirim e não recebeu nadica de nada.

walmir-fcha

A letra é arretada (e o forró mais ainda) assim como várias outras, como por exemplo ‘Casa de Maroca’; ‘Deixe Biu’ (relembrando os tempos de duplo sentido, mesmo) entre outras. Esse foi mais um trabalho de produção do Herbert Lucena, que participa na faixa ‘Molhadinho de suor’. Participações, também, de Genário e Maciel Melo.

walmir-ccpa

Um dos melhores trabalhos de 2007 mas que não teve muita divulgação, até porque a verba acertada com a prefeitura não foi recebida, conforme já expliquei.
É forró dos antigos, mesmo!”

Walmir Silva – Desabafo do artista
2007 – Coreto Records

01- Casa de maroca ( Walmir Silva )
02- No balanço do meu bem ( Toinho de Alagoas)
03- Desabafo de artista ( Walmir Silva )
04- Tem nada não ( Walmir Silva ) Part. de Gennaro-Voz e acordeon
05- Deixe Biu ( Walmir Silva)
06- Homem apaixonado (Walmir Silva)
07- Procure me esquecer ( Walmir Silva)
08- Vida de nordestino (Walmir Silva) Part. Maciel melo
09- Onde eu descanço (Brito lucena)
10- Trinta dias de forró ( Walmir Silva)
11- Molhadinho de suor (Walmir Silva) Part. Herbert Lucena
12- Forró do casal ( Walmir Silva)
13- Velho rio Ipojuca ( Ismael Moura e Walmir Silva)
14- Amor indo e voltando ( Tiago Duarte)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook