CD e DVD – Confraria do Fole – Forró de verdade

Capa

Colaboração do Thiago Farias

DVD

A Banda

A Confraria do Fole é uma banda formada pela reunião de amantes do acordeon (sanfona) e do autêntico forró

História

Desde o ano de 2013 um grupo de amigos amantes e estudantes do acordeon se reúne mensalmente para reverenciar o forró herdado de Luiz Gonzaga e as poesias da cultura nordestina. A partir de então, o grupo só cresceu, agregando zabumba, triângulo, poesia e tudo de melhor da nossa cultura, sempre com muita alegria e vontade de disseminar a nossa arte.

Em 2014 parte desse grupo decidiu formar a Banda Confraria do Fole para levar o Forró de Verdade mundo afora.

Artistas:
RODRIGO SOUZA – O POETA

Desde os 18 anos tocando violão e sentindo imensa vontade de externar a arte de alguma forma, sentia falta de alguma coisa que o completasse culturalmente. Faltavam-lhe as raízes do nordeste. Somente após os 30 anos decidiu aprender a tocar acordeon. Enveredou pela poesia, tendo escrito um acervo romântico e matuto, com poesias publicadas em livros. Ainda na música Rodrigo tem escrito composições em parceria com outros confrades. Há 2 anos teve a iniciativa de juntar um grupo de amigos admiradores e estudantes do acordeon e deu origem ao que hoje é a Banda Confraria do Fole.

JUNIOR PINHEIRO – O MAESTRO

De 1991 a 1995 Pinheiro tocava em bares e eventos em geral fazendo teclado e voz. De 1996 a 2000 foi tecladista na Banda Raça Reis. De 2000 a 2007 foi vocalista e tecladista na Banda Sem Limite. Em 2009 ingressou no Grupo Agathos e atualmente é sanfoneiro e vocalista da Banda Confraria do Fole.

JUNIOR LOBATO – O DIRETOR

Canhoto, quando criança seu passatempo era pegar música de ouvido com a mão esquerda em um pequeno teclado dado pela mãe. Já na juventude, pediu uma sanfona emprestada de uma tia e colocou de cabeça para baixo – para a mão esquerda ficar no teclado – e não parou mais. Apesar de ser de Porto Velho-RO, carrega a paixão pelo Forró no sangue.

JUNINHO CANHOTO – A VOZ

Carlos Alberto, ou simplesmente “Juninho Canhoto”, é um músico potiguar com quase dez anos de palco no Rio Grande do Norte. Sempre esteve ligado a projetos musicais cuja prioridade fosse o Forró Autêntico do Nordeste e suas principais vertentes.

Percussionista especializado no zabumba (autodidata), iniciou sua carreira artística tocando com o músico e amigo Tarcísio Segundo (2006), hoje conhecido como “Segundo Sanfoneiro”. Com ele, ganhou os primeiros cachês e lições do cenário musical que estava por enfrentar. Em um segundo momento não menos importante, foi apresentado ao projeto musical do Forró Peba na Pimenta (2007) e por lá esteve até o início de 2009 – quando a banda parou suas atividades só retomando dois anos mais tarde através da sua própria iniciativa – fazendo o que sempre se propôs fazer: forró de verdade.

Durante a maior parte do ano de 2009, dedicou-se ao projeto “Galeguinho do Acordeon”, do músico Carlos Henrique, cuja vertente musical era estritamente ligada ao forró de vaquejada e aboios, sendo de extrema importância para sua bagagem musical.

ContraCapa

Em meados de 2014 conheceu o Poeta Rodrigo Souza e foi convidado a participar das reuniões mensais da Confraria do Fole. Ganhou força no grupo de forma espontânea e, com o crescimento do mesmo, assumiu de forma oficial além do zabumba, o vocal principal da equipe.

CLAUDIO PAIVA – O PROFESSOR

Nascido na cidade de Umarizal-RN em 1981, onde residiu até o ano 2001, seu primeiro contato com um instrumento musical só foi em 1994, quando seu primo Pedro que mora em São Paulo veio passear e trouxe um teclado, mas foi no ano de 1996 que seu pai conseguiu comprar para ele um teclado Yamaha, assim começou a vida musical de Cláudio aos 15 anos de idade; aos 17 anos, seu avô (já falecido) e sua mãe deram de presente para ele uma sanfona de 72 baixos; em 1999, gravou um CD demo com algumas de suas composições.

Para Cláudio Nóbrega ser músico é uma herança de família, que herdou dos tios paternos (Manuel e Neto) que tocavam sanfona e do avô materno (José Faustino) que tocava fole de oito baixos.

No ano de 2002, mudou-se para a cidade de Parnamirim-RN e logo começou a trabalhar auxiliando o senhor “João Pequeno” que era Luther em acordeons na cidade, após a morte de João Pequeno, Cláudio Nóbrega deu continuidade aos consertos e manutenções de acordeons, tornando-se assim um dos mais procurados afinadores da região da grande Natal; Em 2010, ingressou no curso licenciatura plena em música pela UFRN, graduando-se em 2014. No ano de 2012, incentivado por vários professores e pelo diretor da escola de Música Prof. Zilmar Rodrigues de Souza, teve a ideia de abrir um curso de extensão de Introdução ao Estudo do Acordeon, coordenado pelo Maestro Leandro de Magalhães Gazineo. Em maio de 2013, deu algumas entrevistas para a Inter TV Cabugi, dentre elas a mais significativa foi para a repórter Glacia Marillac, no qual ele relembrou seu passado no sertão do Rio Grande do Norte. No mês de novembro do mesmo ano representou o RN no Congresso Nacional da Associação Brasileira de Educação Musical em Pirenópolis-GO, explanando o ensino do acordeon na Escola de Música da UFRN.

HEITOR GOMES – O BAIXO

Nascido em Natal/RN, Heitor Gomes despertou seu interesse pela música ainda criança. Começou aos 12 anos a tocar violão e iniciou no contra-baixo aos 16 anos, instrumento que não largou mais. Atua também como Luthier na construção e manutenção de instrumentos sólidos.

HEMERSON DANTAS – FELIPÃO DO FUSCA

Com Raízes vindo do Forró pe de serra desde cedo, sendo levado pelo pai para os forrós que seus amigos sanfoneiros tocavam, começou a criar gosto musical. Tocou num projeto de amigos chamado Ôta Banda, na qual tocava o puro pé de serra e hoje faz parte da familia Confraria do Fole. (Release da banda)


01 – Abertura
02 – Dificil Demais (Os Nonatos)
03 – Neném Mulher (Pinto do Acordeon)
04 – Natureza das Coisas (Accioly Neto)
05 – Sintoma de Saudade (Rodrigo Souza)
06 – Canção da Saudade (Accioly Neto)
07 – Espumas ao Vento (Accioly Neto)
08 – Me Dá Meu Coração (Accioly Neto)
09 – Chorar pra que (Petrucio Amorim)
10 – Mulher de Verdade (Elino Julião)
11 – É Proibido Cochilar (Antonio Barros)
12 – Quer Namorar Comigo (Alcymar Monteiro – João Paulo Jr.)
13 – Bicho Carpinteiro (Mario Zan – A. Reale)
14 – Milonga para as Missões (Gilberto Monteiro)
15 – Riacho do Navio (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
16 – Forró no Escuro (Luiz Gonzaga)
17 – Respeita Januário (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)
18 – Sabiá (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
19 – Numa Sala de Reboco (Luiz Gonzaga – Zé Marcolino)
20 – Tarde Demais (Lulu)
21 – Se Tu Quiser (Xico Bizerra)
22 – Momentos de Felicidade (Alcymar Monteiro – João Paulo Jr.)
23 – Perguntas sem Respostas (J. Amaral – Marquinhos Paz)
24 – Todo Tempo é Pouco pra te Amar (Joel Marques)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook