Toinho do Rojão – O negócio de Maria

frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

selo-aselo-b

Um interessante disco do Toinho do Rojão.

verso

Gravado em 16 canais no Rio de Janeiro – RJ.

Toinho do Rojão – O negócio de Maria
1981 – Cactus

01. Vou fazer bilú bilú no queixo dela (Severino Cândido – Toinho do Rojão)
02. O negócio de Maria (Toinho do Rojão)
03. Olho no sururu (Severino Cândido – Toinho do Rojão)
04. Abandono do lar (Martins da Ilha)
05. Nem tudo na Paraíba é Zé (Isaías Freire)
06. Forró do seu Vavá (Inacio Virgulino)
07. Semente de sogra (Inacio Virgulino)
08. A procura do meu amor (Manoel Severino – Toinho do Rojão)
09. Ela pediu pra voltar (Antonio Alves Teixeira – Toinho do Rojão)
10. Vou rever Pernambuco (Silva do Rojão – Toinho do Rojão)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Manoel Maurício – Começou a Quadrilha

Capa

Colaboração do Claudio Cordeiro, de Recife – PE

Contracapa

“Disse-me o cantor Walmir Silva, de Caruaru, que MANOEL MAURÍCIO tinha jeito próprio de tocar e diferente dos demais sanfoneiros.

Embora ele fosse daqui de Pernambuco, precisamente de Belo Jardim, eu não tive chance de assisti-lo ao vivo. Mas, todos os relatos que escuto ou leio trazem a informação de que ele era muito bom na sua sanfoninha de 8 baixos e os seus discos dão um testemunho inquestionável.

Não por acaso, Dominguinhos lhe homenageou com a música “Puxa e encolhe”, gravada no disco “Veredas Nordestinas”, em 1989. Trata-se de um belo arrasta-pé instrumental, com a participação de Genival Lacerda e suas conhecidas brincadeiras.

Acredito que este disco, gravado em 1981, seja um dos últimos de Manoel Maurício. Há poucos dias li mensagem aqui no blog, postada em 18/10/2012, pelo seguidor Tiago, lamentando a ausência deste disco. Destaco o xote BONANÇA EM TAPERA, de autoria do Galego da Tapera, outro baita sanfoneiro que conheci bem de perto nos anos 70 e 80, na minha juventude de forrozeiro em Sanharó, especialmente no Forró de Antônio Bem, zona rural do município. ”

Manoel Maurício – Começou a Quadrilha
1981 – Cactus

01 – Começou a Quadrilha (Manoel Maurício)
02 – Fortunato no forró (Manoel Maurício)
03 – Vai quem pode (Manoel Maurício – Walmir Silva)
04 – Arrasta-pé em Panelas (Manoel Maurício)
05 – Forró em Tracunhaém (Manoel Maurício)
06 – Bonança em Tapera (Galego de Tapera)
07 – Juca Pitanga (Manoel Maurício)
08 – Roça queimada (Manoel Maurício)
09 – Pinicadinho (Manoel Maurício)
10 – Cachimbo apagado (Manoel Maurício)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Brito Lucena – Corrida de jegue

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

O disco começa com um xote de duplo sentido, e segue com vários forrós muito balançados.

Gravado em Recife – PE, acordeons de Zé Cassuando e Bibiu do Acordeon, destaque para “Forró de fole” de Brito Lucena.

Brito Lucena – Corrida de jegue
Cactus

01. Meu corpo pede alcool (Brito Lucena – Luiz Sebastião)
02. Forró de fole (Brito Lucena)
03. Mania da minha noiva (Walmir Silva – Brito Lucena)
04. Taco forte (Gilvan Neves)
05. Vida sem vida (Bitoria de Brito – Graça Goes – Giuseppe Ferraz)
06. Panelas, rende homenagem (Brito Lucena – Agenor lucena)
07. Modéstia a parte (Brito Lucena)
08. Não dá bola pra ninguém (Walmir Silva – Genésio Guedes)
09. Sanfoneiro alagoano (Brito Lucena)
10. Deixe comigo (Brito Lucena – Luiz Sebastião)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Toinho do Rojão – Quiabo cru

toinho-do-rojao-quiabo-cru-capa1

Colaboração do DJ Cris, de São Paulo – SP.

toinho-do-rojao-quiabo-cru-selo-atoinho-do-rojao-quiabo-cru-selo-b1

Esse disco veio com um defeitinho de fábrica, que poderia passar batido para os mais desatentos, reparem que o selo é igual nos lados A e B. Em algumas músicas, chegou a me lembrar as gravações do Genival Laceda em início de carreira.

toinho-do-rojao-quiabo-cru-verso

Direção musical de Toinho Maturi, gravado em Recife – PE, a imagem inicial é de um disco de duplo sentido, mas tem músicas com temáticas normais também, destaque para o arrasta-pé “São João na Paraíba” de Severino Cândido; e para o samba “Mulher sem pensar” de Toinho do Rojão e Martins da Ilha.

Toinho do Rojão – Quiabo cru
Cactus

01 Não quero quiabo cru (Inácio Virgolino)
02 A filha do seu Mariano (Isaías Freire – Toinho do Rojão)
03 São João na Paraíba (Severino Cândido)
04 Meu torrão abençoado (Severino Cândido – Toinho do Rojão)
05 Mulher sem pensar (Toinho do Rojão – Martins da Ilha)
06 Brasil em disparada (Inácio Virgolino)
07 Deixei de comer papa (João Gonçalves – Oscar Barbosa)
08 Zé Carpinteiro (Inácio Virgolino)
09 Revendo Pernambuco (Deocleciano Pereira da Silva – Toinho do Rojão)
10 Ao redor da fogueira (Cícero Caetano)
11 Saudade de Campina Grande (Severino Cândido – Severina Ramos)
12 Forró em Itabaiana (Isaías Freire – Toinho do Rojão)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Toinho do Rojão – Saudação à Bahia

toinho-do-rojao_frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB.

toinho-do-rojao_verso

Arranjos e direção musical de Djalma Coutinho, com acordeons de Zezinho e José Cardoso, gravado em 16 canais, destaque para o xote de duplo sentido “O carro de Maria” de Zé da Ema e Ernandes Barros.

Toinho do Rojão – Saudação à Bahia
Cactus

01 Índio Pena Azul (Severino Cândido – Benerval Andrade)
02 O tesouro de Maria (Zezinho – Aurino Ramos)
03 São João diferente (Toinho do Rojão – Antonio Teixeira)
04 Forró de Seu Lindolfo (Severino Cândido – Severino Ramos)
05 Arrasta-pé em Alagoas (Isaias Freire – Toinho do Rojão)
06 Saudação à Bahia (Joãozinho do Acordeon – Toinho do Rojão)
07 O carro de Maria (Zé da Ema – Ernandes Barros)
08 A fábrica de Sabão (Silva do Rojão – Toinho do Rojão)
09 O pássaro da menina (Deoclácio – Benerval Andrade)
10 Passeio no sertão (Inácio Virgulino – Gomes Filho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Walmir Silva – Vida de circo

Mais uma colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá. Infelizmente, de Walmir Silva ainda não consegui levantar informações, se alguém puder ajudar…

De qualquer forma é um disco muito bom, bem balançado e bom para dançar, fiquei feliz em achar essa versão de “Briga no casamento”, música que eu toquei muito nos forrós, mas não sabia com exatidão o ano e os autores.

Direção de produção de João Florentino, produtor executivo Fernando Borges, arranjos e direção de Antonio Erasmos do Vale, destaque para o xote “Briga no casamento” de Genésio Guedes e Walmir Silva e para o forró “Eu gosto de você” de Lula do Rojão e Caçote do Rojão.

Walmir Silva – Vida de circo
1981 – Cactus

01 Vida de circo (Walmir Silva)
02 Briga no casamento (Genésio Guedes – Walmir Silva)
03 Eu gosto de você (Lula do Rojão – Caçote do Rojão)
04 Homenagem a meus pais (Walmir Silva – Dr. Ivo)
05 Tempo de criança (Walmir Silva – João Florentino)
06 Chorei, não choro mais (Walmir Silva – Genésio Guedes)
07 Saudade de Maceió (Enoque Bezerra – Walmir Silva)
08 Pé de lã (Walmir Silva – Genésio Padeiro)
09 O bom coquista (Sinval Francisco – Walmir Silva)
10 Sofrendo sem oferecer (Cabo França)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Jorge de Altinho – Meu cantar

O nosso colaborador virtual “Nordestino”, nos enviou 06 discos do Jorge de Altinho. Perguntei a ele qual disco mais lhe agradava, qual música, curiosidades, etc. E ele respondeu:

“… um dos hinos do forró nos anos oitenta (Confidências). Quanto a sugestão, começe por ‘Meu cantar’ que é o 2º lp dele. O disco fez sucesso praticamente todas as músicas. Sugiro que faça a postagem do mais velho ao mais novo. São os melhores discos dele.”

foto

‘O sucesso surgiria em 1982, quando gravou o seu segundo álbum, o antológico disco do chapéu, que, por ter sido prensado o vinil em uma fábrica e a capa em outra, o disco chegou primeiro e a repercussão foi tamanha que as pessoas levavam o disco para depois pegar a capa na loja. Alguns improvisaram a capa com cartolina, o que lhe valeu destaque e um fato curioso: ter sido o primeiro artista brasileiro a vender discos sem as capas.’ (Trecho extráido do site oficial)

Arranjos do próprio Jorge de Altinho, seleção de repertório de Janduhy Finizola, acordeon de Shamburicco e acordeon dobrado de Willian. Todas as músicas são muito boas, destaque para “Vivendo só”, “Amor sincero” e para o mega-sucesso “Confidência”.

Jorge de Altinho – Meu cantar
1982 – Cactus

01 Vivendo Só (Joãozinho Soares – Jorge de Altinho)
02 Amor Sincero (Jorge de Altinho – Gilvan Neves)
03 Nova Jerusalém (Janduhy Finizola)
04 Reflexões (Janduhy Finizola)
05 Disfarce (Petrúcio Amorim)
06 Balanço Balancear (Janduhy Finizola)
07 Rio Una (Jorge de Altinho)
08 Meu Cantar (Jorge de Altinho)
09 Confidência (Jorge de Altinho – Petrúcio Amorim)
10 Eu Quero Amar (Jorge de Altinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook