post image

Anastácia – Morrendo de saudade

Colaboração da Anastácia

O disco é composto basicamente por composições da Anastácia, com exceção de duas músicas que são de autoria de Chico Buarque, como “Se Eu Fosse Teu Patrão”.

Destaque para o arrastapé “Não Ligo Isso” de Anastácia.

Anastácia – Morrendo de saudade
1979 – Arlequim

01. Se Eu Fosse Teu Patrão (Chico Buarque)
02. Um Travesseiro Só (Anastácia)
03. Discotheque no Forró (Anastácia / Zé Lagoa)
04. Não Vou Lá (Anastácia)
05. Quadrilha da Saudade (Anastácia)
06. Amor Que Mata e Morre (Anastácia)
07. Não Ligo Isso (Anastácia)
08. Vá Plantar Batata (Anastácia)
09. Forró do Seu Vavá (Anastácia)
10. Morrendo de Saudade (Anastácia)
11. Fortaleza e Ceará (Anastácia)
12. Desembolada (Chico Buarque / Francis Hime)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Anastácia – Anastácia

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Músicos: Oswaldinho (Acordeon), Ivan Pires (Violão), Pedrinho (Cavaquinho), Clayber (Baixo), Gersão (Flauta, Clarinete), Aristóteles (Bateria), Arecessoni, Nivaldo e Venício (Ritmo) e Coral Roda Viva

Destaque para “Quase maluco” de Luiz Gonzaga e Victor Simon; e para “Leva e traz do amor” de Anastácia.

Anastácia – Anastácia
1980 – Arlequim

01. O Aumento do leite (Venâncio / Geraldo Nunes)
02. Oi eu espiando (Anastácia / Oscar Barbosa)
03. Homenagem a Luiz Gonzaga (Anastácia)
04. Foi você quem me perdeu (Juarez Santiago)
05. Caruaru a capital do forró (Anastácia)
06. Cavaleiro de marrom (Anastácia)
07. Bofete na cara (Anastácia / Vicente Barreto)
08. Quase maluco (Luiz Gonzaga / Victor Simon)
09. Sou sertaneja (Anastácia)
10. Festa no palhoção (Anastácia)
11. Forró do Zé Pitomba (Anastácia)
12. Leva e traz do amor (Anastácia)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Anastácia – É só pena que voa

Separei esse disco da Anastácia pra publicar por causa de uma música, o que não tira o brilho das demais músicas do álbum, que foi muito bem produzido por sinal. A música é uma belíssima composição de autoria do Gilberto Gil, é ela “De onde vem o baião”.

anastacia-verso-a-sa-pena-que-voa

Infelizmente não são todos os álbuns que trazem uma ficha técnica, com o nome dos músicos que participaram das gravações, enquanto isso nós vamos pescando informações nas falas presentes nas músicas. Como a guitarra de Heraldo do Monte e a sanfona de Dominguinhos.

Direção musical de Dominguinhos, o repertório passa por vários ritmos, como forró, xote, xaxado, baião, ciranda, carimbó, entre outros. Destaque para “O bom tocador” e “Lá vai forró” ambas de Anastácia e Dominguinhos.

Anastácia – É só pena que voa
1977 – Arlequim

#01. É só pena que voa (Anastácia)
#02. O bom tocador (Anastácia – Dominguinhos)
#03. De onde vem o baião (Gilberto Gil)
#04. Lá vai forró (Anastácia – Dominguinhos)
#05. Brincadeiras de criança (Anastácia)
#06. Bicho da seda (Anastácia – Dominguinhos)
#07. Inaê (Anastácia – Dominguinhos)
#08. Eu e tu (Gereba – Tuzé)
#09. Ciranda à beira mar (Anastácia)
#10. Jogo de amor (Anastácia)
#11. Ora essa! (Chico Anisio – Dominguinhos)
#12. Vício gostoso (Anastácia)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Anastácia – Você é meu xamego

anastacia-frente

Lucinete Ferreira, mais conhecida como Anastácia, nascida em Recife – PE, é uma das mais gravadas autoras da música nordestina. Sua parceria com Dominguinhos, seu marido por 11 anos, é uma das parcerias de maior sucesso da música brasileira.

anastacia-verso

Das suas mais de 600 composições, cerca de 160 são em parceria com Dominguinhos, que fez a produção e sanfonas desse disco, no qual também divide a maior parte das composições com Anastácia.

Destaque para a embolada “Que diabo é isso” de Dominguinhos e Chico Anísio e para o arrasta-pé “Tenho sede” de Anastácia e Dominguinhos.

Anastácia – Você é meu xamego
1978 – Arlequim

* 01. Você é meu xamego (Anastácia – Serafim Costa Almeida – Dominguinhos)
* 02. Até a guela (Anastácia – Dominguinhos)
* 03. Forró do Zé Perrita (Anastácia – Dominguinhos)
* 04. Que diabo é isso (Dominguinhos – Chico Anísio)
* 05. Quadrilha (Francis Hime – Chico Buarque)
* 06. Coirana (Anastácia – Dominguinhos)
* 07. Forró do Zé Lagoa (Anastácia – Dominguinhos)
* 08. Fome de carinho (Anastácia – Dominguinhos)
* 09. Carta a mãezinha (Geraldo Nunes – Chico Santana)
* 10. Chama viva (Anastácia – Dominguinhos)
* 11. Tenho sede (Anastácia – Dominguinhos)
* 12. Delícias do Ceará (Anastácia – Dominguinhos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Bolão – Forró do Bolão

capa

Um ótimo disco instrumental, para se dançar de cabo a rabo. O sax soprano, do músico multi-instrumentista Bolão, comanda o som, entre flautas e belos arranjos, que marcam essa produção primorosa.

verso

Lançado em LP e em CD. São releituras de músicas gravadas pela Anastácia, a maioria de sua autoria, ou em parceria com Dominguinhos, que por sua vez, foi quem gravou as sanfonas.

Bolão – Forró do Bolão
1979 – Arlequim

01 Forró do Zé Perrita (Anastácia – Dominguinhos)
02 Discoteque no forró (Anastácia – Zé Lagoa)
03 Forró do Zé Lagoa (Anastácia – Dominguinhos)
04 Forró do Seu Vavá (Anastácia)
05 Lá vai forró (Anastácia – Dominguinhos)
06 Até a guela (Anastácia – Dominguinhos)
07 Tenho sede (Anastácia – Dominguinhos)
08 Carta à mãezinha (Geraldo Nunes – Chico Santana)
09 Fortaleza e Ceará (Anastácia)
10 Não vou lá (Anastácia)
11 Não ligo isso (Anastácia)
12 O bom tocador (Anastácia – Dominguinhos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Severino Januário – Forró lascado

Severino Januário, compositor e instrumentista, nascido dia 04/10/1918 em Pernambuco, um dos vários irmãos de Luiz Gonzaga, mudou-se para o Rio de Janeiro com a família na década de 1940.

Em 1955 gravou seu primeiro disco, pela Sinter, nesse início com músicas em parceria com o irmão famoso, com o passar do tempo, ganhou novos parceiros e aos poucos foi se firmando como compositor.

Gravou por toda década de 1960 e 1970, declinando durante a década de 1980 até sua morte em 1989, curiosamente o mesmo ano em que faleceu Luiz Gonzaga.

Esse CD, de 1997, lançado pelo selo Brasis, reúne dois LPs lançados em 1978 pela Arlequim, “Coriscando o forró” e “Forró lascado” que acabou cedendo o nome para essa coletânea.

Músicas instrumentais do início ao fim, forrós, baiões, xaxados e arrasta-pés, um disco bom pra tocar no começo do baile.

Severino Januário – Coriscando o forró
LP – 1978 – Arlequim

01. Afunhanhado (Severino Januário)
02. Arrasta-pé na escalada (A. Chibante – N. Garcia)
03. Forró sergipano (Severino Januário)
04. Arrasta-pé do rosado (Cassimiro Vereda)
05. Forró na serra (Severino Januário)
06. Coriscando o forró (Cassimiro Vereda – N. Garcia)
07. Xaxado do Tamborete (Severino Januário)
08. Arrasta-pé mirim (Severino Januário)
09. Forró roncador (Cassimiro Vereda)
10. Arrasta-pé na madrugada (Severino Januário)
11. Luciano no forró (Severino Januário)
12. Recife no arrasta-pé (N. Garcia)

Severino Januário – Forró lascado
LP – 1978 – Arlequim

01. Lascado (Severino Januário)
02. Arrastão (Severino Januário)
03. Caidinho (Severino Januário)
04. Em Timbauba (N. Garcia)
05. Emburrado (Severino Januário)
06. No tororó (N. Garcia)
07. Sertanejo (Severino Januário – Pedro Maranguape)
08. Em Pirangi (Severino Januário – Pedro Maranguape)
09. Piedoso (Raimundo Nonato)
10. Araponga (Severino Januário)
11. Aquela rosa (João Bosco – Capataz do Rojão)
12. Saudades (Severino Januário)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Anastacia – Anastácia

anastacia-capa-cd-2006

Bom, ontem tive o grande prazer de entrevistar um dos grandes ícones do forró pé-de-serra, uma grande cantora e compositora da música nordestina. Estou falando de Lucinete ferreira, mais conhecida como Anastácia. Ela abriu as portas da sua casa para uma entrevista exclusiva para o site Brasil em Vinil, contanto toda sua historia em 3 horas de conversa. E devido a isso, para essa semana, não poderia recomendar outro CD a não ser o novo trabalho dela que foi lançado no final do ano passado pela gravadora Arlequim.

Anastácia nasceu em Recife no dia 30 de maio de 1941, desde menina já se interessava pela música. Em 1960 gravou seu primeiro disco e até hoje já foram mais de 40 lançados. Anastácia é também uma grande compositora, entre músicas dela as mais conhecidas são “Eu só quero um xodó” e “Tenho sede” gravadas por gilberto gil e também por grandes nomes da música popular brasileira.

Se fosse começar a falar da história dela, ficaria aqui horas a escrever, deixo os detalhes para quem estiver interessado ler a entrevista que entrará no ar com exclusividade até o final dessa semana no Brasil em Vinil.

Nesse CD que recomendamos agora, todas as faixas são de composição de Anastácia, algumas são regravações como ‘Eu só quero um xodó’ e ‘Tenho sede’, mas a maioria é de músicas inéditas, mostrando que ela ainda continua a velha e boa Anastácia.

Anastácia, Anastácia
Discos Arlequim – 2006

01. Eu quero um xodó (Anastácia – Dominguinhos)
02. Será que é amor (Anastácia – Liane)
03. Gosto de maçã (Anastácia – Liane)
04. O forró é bom demais (Anastácia – Domingos Nogueira)
05. Meu jeito simples (Anastácia – Liane)
06. Tenho sede (Anastácia – Dominguinhos)
07. Meu amor, tenha dó (Anastácia – Liane)
08. Arrasta-pé da alegria (Anastácia – Oscar Barbosa)
09. Não dou meu perdão (Anastácia – Liane)
10. Vendaval de paixão (Anastácia – Liane)
11. O sono não vem (Anastácia – Liane)
12. Fogo da paixão (Anastácia – Liane)
13. Me amarro no teu cheiro (Anastácia – Liane)
14. Amor na rede (Anastácia – Geraldo Nunes)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook