Dominguinhos – Aqui tá ficando bom

“José Domingos de Morais, o Dominguinhos, filho de Francisco Domingos e Dona Maria de Farias, nasceu no dia 12 de fevereiro de 1941, lá pras bandas das terras de Garanhuns, cidade serrana, no estado de Pernambuco… …Seu pai, conhecido também como mestre Chicão, foi um famoso tocador e afinador de fole de oito baixos, nascendo daí uma infância ligada a um mundo musical, com certeza, um mundo de simplicidade, reflexo da região rústica e da ingenuidade das pessoas que compunham aquela realidade social.”

“Um artista que hoje encanta as mais variadas platéias, indo dos exigentes e aficcionados dos festivais de jazz aos dançadores de forrós pé-de-serra, foi uma criança nordestina que trabalhou o solo agreste, ‘puxando cobra pros pés’, num dizer bem nosso, e cedo, junto com os irmãos, tocou nas portas dos hoteis, nas praças ou em festinhas populares, ao som da sanfona, do pandeiro e do melê” (Trechos do texto de José Lira, extraídos da contra capa)

Acima temos duas peças fundamentais quando pensamos nas gravações de forró feitas em São Paulo – SP, o guitarrista Heraldo do Monte e o sanfoneiro Chiquinho do acordeon, reparem que lá está Dominguinhos ao fundo, junto com o Chiquinho.

Produção do próprio Dominguinhos, participação especial de Guadalupe na faixa “Vários caminhos”, destaque para o xote “Retrato redondinho” de João Silva e Gebardo Moreira e para o instrumental “Chorinho pra ele” de Hermeto Pacoal.

Dominguinhos – Aqui tá ficando bom
1990 – Continental

* 01. Todo ano (Nando Cordel – Dominguinhos)
* 02. Ilusão (Alcymar Monteiro – Francisco Carin)
* 03. Gonzaga coração (Otanildo Medeiros – Juarez – Zé Sanfoneiro)
* 04. Chorinho pra ele (Hermeto Pascoal)
* 05. Ingratidão (Zé do Baião)
* 06. Não faz assim (Nando Cordel – Dominguinhos)
* 07. Prá lá de bom (João Silva – Luiz Guimarães)
* 08. Retrato redondinho (João Silva – Gebardo Moreira)
* 09. Vários caminhos (Dominguinhos – Liv)
* 10. Fuga pro nordeste (Dominguinhos)
* 11. Um aperto de mão (Dominguinhos – Oliveira)
* 12. A verdade doi (João Gonçalves)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Trio Nordestino – Somos nós

Colaboração de Francisco Edvaldo Silveira, de Morrinhos – CE, as capas são minhas. Esse é o ante-penúltimo LP do Trio, na época com a formação, Coroné, Genário e Cobrinha.

O repertório é composto por várias regravações em pot pourris, além das inéditas, todas elas, músicas de autoria de medalhões, como Antonio Barros, Cecéu, João Silva, Onildo Almeida, Zinho, Jorge de Altinho e Petrúcio Amorim, entre outros.

trio-nordestino-somos-nas-verso

Arranjos de Genário, participação especial de Marinês na faixa “Tributo a um rei” de autoria da Cecéu, música em homenagem ao Gonzagão que falecera no ano anterior a esse álbum. Além dessa homenagem, tem também o pot pourri com sucessos do rei “Baião da garoa – Pau-de-arara – Algodão”, que como vários artistas da época, gravaram suas despedidas nos álbuns de 1990.

Depois desse álbum o Trio lançou mais dois LPs com Genário na formação e ficou alguns anos sem gravar até voltar com um novo trabalho, lançando o CD “Xodó do Brasil”, já com o sanfoneiro atual, Beto Souza, em 1997.

Trio Nordestino – Somos nós
1990 – Copacabana

#01.

  • Naquele São João (Antonio Barros)
  • Brincadeira na fogueira (Antonio Barros)
  • É madrugada (Cecéu)

#02. Sobejo de beijo (Cecéu)
#03. Sanjuando (João Silva – Zé Mocó – J. Freitas)
#04. Nó de amor (Carlos Pita – Gereba)
#05.

  • Baião da garoa (Luiz Gonzaga – Hervê Cordovil)
  • Pau-de-arara (Guio de Morais – Luiz Gonzaga)
  • Algodão (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)

#06. Dose certa (Genário)
#07. Tributo a um rei (Cecéu) Participação especial: Marinês
#08.

  • Último pau-de-arara (Venâncio – Corumba – José Guimarães)
  • Paulo Afonso (Gordurinha)
  • Cheguei agora (Beira mar, beira do rio) (Juracy Alcantara – José Gomes Filho)

#09. Bichim que rói (Onildo Almeida)
#10. Pão e mel (Jorge Silva do Recife – Petrúcio Amorim)
#11. Sabor de suar (Zinho – Coroné)
#12. Querendo chorar (Jorge de Altinho – Cobrinha)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Os 3 do nordeste – No clima do forró

Mais uma colaboração do Marcos Antônio, de Patos – PB. Amigo pessoal do Aécio Nóbrega, que hoje é radialista, além de grande fomentador cultural e aficcionado pelo forró pé-de-serra. Atualmente ele tem um programa de forró pé de serra na Radio Panati FM de Patos – PB. As capas foram enviadas posteriormente pelo Lourenço Molla.

Produzido pelos próprios 3 do nordeste, junto com a banda “Potência máxima”, que também participa dos arranjos, feitos juntamente com Zé Pacheco. Seleção de repertório de Aécio Nóbrega, com composições de Cecéu, João Silva e Pinto do acordeon, entre outros.

Aécio juntou-se a Zé Pacheco e Parafuso após a saída do Mestre Zinho. Destaque para “Até te encontrar” de Pinto do acordeon, um arrasta-pé bem pra frente, a curiosidade dessa música, fica por conta dela ter sido re-gravada pelo Mestre Zinho no seu último CD, em ritmo de xote e com uma letra levemente diferente e sob o nome de “Relampago e trovão”.

Os 3 do nordeste – No clima do forró
1990 – Polydisc

01 Pout Pourri

  • Tatá (João Silva – J.B. Aquino)
  • Recado a São João (Cecéu)
  • Fazenda nova (Parafuso – Antonio Ceará)
  • Vou botar outra em seu lugar (Pinto do acordeon)

02 No clima do forró (Roberto Moraes – Marcelo Lancellott)
03 Sonhos alados (Agripino Aroeira)
04 O troco (Pinto do acordeon – Aécio Nóbrega)
05 Piriri piriri (Roberto Moraes – Ramon Ulisses)
06 Mexe mexe (Pinto do acordeon)
07 Até te encontrar (Pinto do acordeon)
08 Tudo pra te dar (Roberto Moraes – Marcelo Lancellott)
09 Segura segura (Roberto Moraes – Marcelo Lancellott)
10 Baião de luto (Pinto do acordeon)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zinho – Remexe coração

zinho-frente

Vários dos álbuns que postei últimamente são frutos de mais um sequestro de discos que fiz lá na casa do PC, o sanfoneiro. Felizmente os sanfoneiros gostam de compartilhar boa música com quem quiser ouvi-la. Este é o penúltimo disco dele que veio aqui pro blog nesta baciada.

zinho-verso

Mestre Zinho, em 1988, saiu dos 3 do nordeste e se lançou em carreira solo, mas ainda era conhecido apenas como Zinho.

Destaque para “Cutucando tu” de autoria do Mestre em parceria com Carlos Leão e “Aqui é proibido proibir”, também sua, mas em parceria com Juvenal Lopes.

Zinho – Remexe coração
1990 – RGE

01 Remexe coração (Zinho – Joas)
02 Cutucando tu (Zinho – Carlos Leão)
03 Pingo de amor (Zinho – Nininha)
04 Fogo de moça nova (Zinho – Benedito Nunes)
05 Festa do povão (Zinho -Evaldo Lima)
06 O teu amor sou eu (Zinho – Zezinho Prea)
07 Prádar e vender (Zinho – Zuza)
08 Me chama prá fazer amor (Edson natureza – Rosália Brandão)
09 Aqui é proibido proibir (Zinho – Juvenal Lopes)
10 O adeus do rei (Hélio Livino – Zinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 4

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook