Zé Calixto – Zé Calixto e sua sanfona de 8 baixos

Essa é mais uma colaboração de Lourenço Molla, de João Pessoa – PB, esse é o primeiro disco do Zé Calixto, lançado em 1960 pela Philips. Pedi a ele pra falar algo sobre o Zé, e ele disse:

“Bom. Eu diria que Zé Calixto é a memória viva do nosso cancioneiro nordestino. É aquele restinho que sobrou dos nossos antepassados, dos artistas de rua, dos que tocavam tantas noites pelos arredores, povoados e vilas desse sertãozão brasileiro.

É puro folclore. As nossas músicas mais entranhadas do seio de um povo sofrido, é o que resta de tradição de um povo antigo que nos é perpetuada até hoje com sua vasta colcha de retalhos onde inclui sambas, côcos, maxixes, brincadeira de roda, xotes, baiões, valsas e muito mais da nossa história musical regional brasileira”

za-calixto_e-sua-sanfona-de-8-baixos_-traz

“Zé Calixto com sua sanfona de oito baixos, é bem um artista autenticamente do interior. É legítimo representante do gênero que cultiva com tanta propriedade. Recolhendo algumas das mais belas e sugestivas peças do seu repertório, apresenta neste álbum em boa hora lançado pela Companhia brasileira de discos, um punhado de músicas nossas, de músicas da terra, ainda puras, livre das influências estranhas que, as das capitais, infalívelmente sofrem. É o Brasil de chapéu de couro, o Brasil dos sertões, o Brasil brasileiro que ele representa com seu instrumento característico, o preferido entre os sertanejos que fazem dele o veículo para o extravasamento de suas emoções.” (Trecho extráido da contra-capa)

Zé Calixto – Zé Calixto e sua sanfona de 8 baixos
1960 – Philips

#01. Brasileirinho (Waldir Azevedo)
#02. Bossa nova em 8 baixos (Zé Calixto)
#03. Oito baixos no frêvo (Zé Calixto)
#04. Espinha de bacalhau (Severino Araújo)
#05. Forró em Campina Grande (Zé Calixto)
#06. Polquinha brejeira (Zé Calixto)
#07. Xote em fá (Zé Calixto)
#08. Vai por mim (Francisco Sá-Risadinha do pandeiro)
#09. Bodocongó (Zé Calixto)
#10. Pisa mansinho (Jorge Santos)
#11. Forró em Serra Branca (Zé Calixto)
#12. Forró do Seu Dideu (Zé Calixto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

4 comments

  • DIONISIO TOMAZ DE ARAÚJO

    Realmente é demais! uma maravilha é Zé Calixto. Eu Pensava porque colecionava Abdias dos 8 baixos que ele era o maior de todos, continua achando isto, mas Zé Calixto é humanamente impossível não gostar. Isso só faz enobrecer mais ainda a música nordestina-brasileira. Estes sim merecem serem chamados deuses do forró autêntico, o forró de pé de serra que corre nas veias de sertanejos nordestinos como eu apaixonado pela nossa cultura, mas acima de tudo, que saber dar valor as coisas ao realmente tem valor. Mais o que seria de nós se não existisse este Blog maravilhoso para nos proporcinoar esta alegria de ter em sua coleção um album como este. Fiquei maravilhado com Zé Calixto e agora passa a fazer do meu acervo.
    Obrigado ao forró vinil
    Dionisio Tomaz de Araújo
    Arcoverde/pe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
[Vem por aqui]

Um grade abraço,
DJ Ivan