post image

Zito Borborema – Alegria da festa

Colaboração do Zé Geraldo, de Taperoá – PB

Mais um belo disco do Zito Borborema, muito balançado, com forrós, sambas, arrasta-pés e afins.

Direção artística de Pedro Sertanejo, destaque para o xote “É só saudade” de Oséas Lopes e Luiz Guimarães.

Zito Borborema – Alegria da festa
1978 – Itamaraty

01. Oito de dezembro (Kozo)
02. Gente da gente (Antônio Brasil / Nilza Brasil / Heydee Santos)
03. O mestre não quer (Mões Filho / Carlos Gonçalves)
04. Corinthiano de coração (Zito Borborema / Guilherme de Almeida)
05. Alegria da festa (Floriovaldo Ferreira / Jorge Santos)
06. Mariana (Valente do Agreste / Ângelo Coelho)
07. É só saudade (Oséas Lopes / Luiz Guimarães)
08. Prego batido ponta virada (Luiz Vieira / Porfírio Costa)
09. Bebendo nos botequins (José Pereira)
10. Olha o peixeiro (Renato Araújo / José Simão Sales)
11. Sigo meu destino (Zito de Souza / Antônio Cunha)
12. Maria do norte (Téo Macedo / Martins Neto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Coletânea – Suplemento de São João

suplemento-de-sao-joao-capa

Colaboração do José de Sousa, natural de Guarabira – PB. Ele nos enviou essa ótima e rara coletânea, e o comentário a seguir.

suplemento-de-sao-joao-vol1-selo-asuplemento-de-sao-joao-vol1-selo-b

“A gravadora Cantagalo, para quem não sabe, foi criada por um dos patriacas do forró, Pedro Sertanejo. Certa vez ouvi alguém dizer, que a sua idéia de fundar uma gravadora, teve dois motivos, primeiro: para poder gravar seus próprios discos sem interferência de ninguém; e segundo: para ajudar aqueles nordestinos que saiam batendo de porta em porta de gravadoras em busca de uma chance. será?!!!.

suplemento-de-sao-joao-disco-1

Se a idéia foi essa, foi tão boa, que não só ajudou aqueles nordestinos de pouca notoriedade, como reuniu um dos maiores grupos de estrelas do forró em uma só gravadora, e a capa desse disco é uma prova, ‘O suplemento de São João’, é outra façanha da gravadora, pois lançar um álbum duplo de forró?!!!.{Isso é coisa das grandes bandas de rock} e parecia, ao meu ver, um jogo arriscado pelo alto custo final ao consumidor. Mas parece que a idéia deu tanto resultado que foi lançado o segundo volume, embora eu nunca tenha visto.

suplemento-de-sao-joaosuplemento-de-sao-joao-v-2-selo-asuplemento-de-sao-joaosuplemento-de-sao-joao-v-2-selo-b

E aí está um belo disco com uma capa bem elaborada, uma boa oportunidade para todos amantes do forro. Eu particularmente destacaria: ‘Tira Lorivá’ com Zito Borborema – ‘Terezinha’ com Ary Lobo-
‘Pegue na minha mão’ com Zé Gonzaga. Porém tem muito mais.”

suplemento-de-sao-joao-disco-2

Dessa coletânea participam: Pedro Sertanejo, Zé Gonzaga, Dominguinhos, Zito Borborema, Adolfinho, Ary Lobo, Zenilton, Jackson do Pandeiro, Nivaldo Gomes, Oswaldinho do Acordeon, Lili Melo, Geraldo Correia, Josa vaqueiro do sertão, Zezinho, Antonio do Baião e Negrão dos oito baixos.

Coletânea – Suplemento de São João
Cantagalo

Disco 1

01 Sanfoneiro de pé de serra (Dominguinhos) Dominguinhos
02 Manda brasa (Pedro Sertanejo) Pedro Sertanejo
03 Refulego (Luiz Guimarães – Adolfinho) Adolfinho
04 Arrasta pé na Paraíba (Geraldo Correia) Geraldo Correia
05 Meu xodó (Carlos Dinz – J. Luna) Negrão dos Oito Baixos
06 Esquenta nego (Alexandre Alves – A. Clarett) Zezinho
07 Anima festa (Pedro Sertanejo – J. Luna) Pedro Sertanejo
08 Sertãozinho (Adolfinho – J. Luna) Adolfinho
09 Zabé (Antonio Moreno – Anastácia)
10 Forró em Campo de boi (Geraldo Correia) Geraldo Correia
11 Forrozinho gostoso (Zito Borborema – Chiquinha) Osvaldinho
12 Frevo na roça (Zito Borborema – Zé Gonzaga) Zenilton

Disco 2

01 Preciso me casar (Arnô Provenzano – Otolindo Lopes) Jackson do Pandeiro
02 Tira Lorivá (Manoel Mões – Washington) Zito Borborema
03 São João diferente (Celson Carlos – Augusto Mesquita) Zé Gonzaga
04 Terezinha (Carlos Dinz – Dudement) Ary Lobo
05 São João sem amor (Paulo Tito – Sebastião de Oliveira) Paulo Tito
06 Brincando na fogueira (Alexandre Alves – A. Clarett) Nivaldo Gomes
07 Ela foi embora (Antonio Fermino – Tororó) Antonio do Baião
08 Pegue na minha mão (alventino Cavalcanti – Genival Lacerda) Zé Gonzaga
09 Meu santo é brasa (Jackson do Pandeiro – Anastácia) Jackson do Pandeiro
10 Arredó da fogueira (Alexandre Alves – Aurino Francisco) Zito Borborema
11 Fazenda de seu futrica (Gildo Moreno – Luiz Gomes) Ary Lobo
12 Marcha da fogueira (Josa Vaqueiro do Sertão) Josa Vaqueiro do Sertão
13 Brincando no arraial (Teodomiro C. Filho – Lili Melo) Lili Melo
14 Festa de São João (Otavio R. Abreu – J. Luna) Nivaldo Gomes

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Compacto – Zito Borborema

compacto-zito-borborema-capa

Colaboração do DJ Rogérinho, de São Paulo – SP.

O DJ Rogérinho é um dos DJs convidados a apresentar sua pesquisa, acerca dos vinis de forró, no ‘Festival Rootstock 2009‘.

compacto-zito-borborema-selo-acompacto-zito-borborema-selo-b

Do lado A, um côco bem pra frente, “Coco do Carapia” de Luizito e Otavio Rodrigues Abreu.

compacto-zito-borborema-verso

Direção artística de Pedro Sertanejo, destaque para o sucesso incontestável do Zito em dueto com Chiquinha, que é a faixa do lado B, Zé da Onça de João do Vale e Abdias, aqui definida como baião.

Compacto – Zito Borborema
Cantagalo

01 Côco do Carapiá (Luizito – Otavio Rodrigues Abreu) Côco
02 Zé da Onça (João do Vale – Abdias) Baião

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Coletânea – Os 14 sucessos do Nordeste

sucessos-do-ne_frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB.

Participam dessa coletânea os seguintes artistas: Castanheiro, Dominguinhos, Genival Lacerda, Messias Holanda, Oswaldinho do acordeon, Sanfoneiro Guidô, Zé Paraíba, Zenilton e Zito Borborema.

sucessos-do-ne_verso

Creio que todas as músicas foram publicadas nos álbuns originais de cada um dos artistas, que belo time esse, não?

Coletânea – Os 14 sucessos do Nordeste
1976 – CBS

01. Na pedra do queijo (Fortunato Guimarães – Messias Holanda) Messias Holanda
02. Meu nordeste (Amadeu Macedo – Garcia Santos) Zito Borborema
03. Você ainda é criancinha (José Carlos – Castanheiro) Castanheiro
04. Forró em Petrolina (Anastácia – Dominguinhos) Dominguinhos
05. Cocada preta (Sanfoneiro Guidô) Sanfoneiro Guidô
06. Forró alagoano (Pedro Sertanejo) Zé Paraíba
07. Adeus Marina (Luiz Moreno – Jacinto José) Messias Holanda
08. A História do peixe Tuninha (Adapt. Genival Lacerda) Genival Lacerda
09. Ninguém quer o que ela quer (Durval Vieira – Zé Nilton) Zenilton
10. Meu amor cadê você (Francisco Guedes – Petrucio Silva) Castanheiro
11. Fim de noite (Oswaldinho – Josino Teodoro) Oswaldinho
12. Saudades de Recife (Adão Ferreira) Zito Borborema
13. O piston desafinado (Joca de Castro – Zé Nilton) Zenilton
14. Longa convivência (Joca de Castro – Genival Lacerda) Genival Lacerda

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

10 polegadas – Zito Borborema – O nordeste canta

zito-borborema-10-polegadas-1957-o-nordeste-canta-capa

Colaboração do José de Sousa, natural de Guarabira – PB. Dessa vez ele nos enviou esse raríssimo 10 polegadas do Zito Borborema.

“Natural de Taperoá, na Paraíba, desde criança ele cantava ‘côco de roda’ nos forrós de sua terra e também em Campina Grande, onde se tornou gente. Numa dessas festas típicas, Zito fez amizade com dois violeiros que o convidaram a dar um salto mais alto em direção à glória artística que o esperava lá fora. Foi ai que o caboclo Zito Borborema se transformou no gigante da música sertaneja que hoje todo o nordeste conhece e admira.” (Trecho do texto de Accacio Ramos, extraído da contra capa)

zito-borborema-10-polegadas-1957-o-nordeste-canta-verso

Esse disco tem duas músicas lançadas anteriormente em 78rpm, são elas: “Mata sete” e “Coro-có-tum”, ambas de Venâncio e Corumba; Outras tres faixas também foram lançadas em 78rpm, porém no mesmo ano e no ano seguinte a esse lançamento. Sendo assim, fica no ar a dúvida se as gravações foram feitas para esse disco ou apenas reunidas para compô-lo.

Zito Borborema – O nordeste canta
1957 – RGE

01 Chão moiadinho (Antônio Barros) Baião
02 Mata sete (Venâncio / Corumba) Coco
03 Você não faz o que eu faço (Edgar Ferreira) Coco
04 Prego batido, ponta virada (Porfírio Costa) Baião
05 Tempo de molecote (Venâncio / Corumba) Xotis
06 Cabra valentão (Antônio Barros) Rojão
07 Baião da corda (Venâncio / Corumba) Baião
08 Coro-có-tum (Venâncio / Corumba) Xaxado

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zito Borborema – Homenagem ao mestre

zito-borborema-homenagem-ao-mestre-capa

Colaboração do José de Souza, natural de Guarabira – PB. Além desse belo disco, que é um álbum diferenciado do Zito Borborema, ele nos enviou o seguinte comentário:

zito-borborema-homenagem-ao-mestre-selo-a1zito-borborema-homenagem-ao-mestre-selo-b1

“Mais de 90% dos forrozeiros, sempre tiveram um pé no forró e o outro no samba, isso desde os tempos dos primogênitos do forró, tais como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro e Abdias, entre tantos outros.

Com Zito Borborema não podia ser diferente, além de tantos sambas gravados em outros discos, neste LP ele não só botou um pé no samba, como presta uma homenagem explícita e direta ao mestre do samba, Ataúlfo Alves (mais do que merecida).

Para todo aqueles que gostam do Zito, este é um disco que não pode-se deixar de adquirir. Destaca-se a faixa título ‘Homenagem ao mestre’, a faixa ‘Coisas lindas do Pará’ e muito mais.”

zito-borborema-homenagem-ao-mestre-verso

Direção artística de Pedro Sertanejo, um belo disco, pra quem gosta de samba e também pra forrozeiro nenhum botar defeito.

Zito Borborema – Homenagem ao mestre
Cantagalo

01 Coisas lindas do Pará (Casinho – Getúlio Moraes) Samba côco
02 Homenagem ao mestre (Alexandre Alves) Samba
03 Borborema (Zé Amancio – Aurino Francisco) Baião
04 Rosa Amélia (Braga Neto – Odálio Lima) Arrastapé
05 Saudade de meu amor (Valtemir – Zé da Floresta) Baião
06 Mil gols (Martins Neto – Zito Borborema – Téo Macedo) Samba
07 Forró no vassoural (Bóde Prêto – Missias Chaves) Forró
08 Aproveita a maré (Walfrido Silva – Humberto de Carvalho) Baião
09 Adeus Alagoas (Aurino Francisco) Baião
10 Forró do Chico Tutá (Zé Piqueno – Zé da Floresta) Forró
11 Saudade de meus pais (Arlindo Vieira – Valente do Agreste) Baião
12 Goiáz (Dino – Geraldo Eleotério) Samba

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zito Borborema – Os dois agarradinhos

zito-borborema-os-dois-agarradinhos-capa

Colaboração do José de Sousa, natural de Guarabira – PB. Dessa vez ele nos enviou um LP muito interessante do Zito Borborema, acompanhado de Arlindo e seu regional e dirigido artísticamente por Pedro Sertanejo. Pedi a ele algum comentário sobre o LP e ele escreveu:

zito-borborema-os-dois-agarradinhos-selo-azito-borborema-os-dois-agarradinhos-selo-b

“Para todos os amantes forro pé-de-serra genuino, aqui está mais uma pérola da nossa música nordestina. ‘Os dois agarradinhos’ é mais um LP de Zito Borborema a juntar-se aos já existentes aqui no nosso blog.

É um disco de forró original, e bem apropriado para sua época. Entre as 12 músicas, todas muito boas, destacamos ‘Saudade de Recife’ de Adão Ferreira e ‘Os dois agarradinhos’, faixa que dá título ao álbum de autoria de Buco do Pandeiro e New Carlos.

zito-borborema-os-dois-agarradinhos-verso

Mas o maior destaque fica para a faixa ‘Ilha de Marajó’, que foi muito executada na época, essa música conta a historia do filho, que como tantos, deixa a casa dos pais em busca de uma vida melhor, e como sempre, nem todos são bem sucedidos.

Pra quem não tem esse LP, vale apena adquirir.”

Zito Borborema – Os dois agarradinhos
Cantagalo

#01. Saudades de recife (Adão Ferreira)
#02. Aonde está o sol (Manoel Euzébio)
#03. Os dois agarradinhos (Buco do Pandeiro – New Carlos)
#04. Desculpe doutor (Antonio Brasil)
#05. Mãe da lua (Alexandre alves – Zito de Souza)
#06. Ilha de marajó (Antonio Brasil – Nilza Brasil)
#07. São Francisco do Canindé (Zito Borborema – Dilson Dória)
#08. Nasci no sertão (Paulo Ferreira – J. S. Horta)
#09. A flor do mal (Gerôncio Cardoso)
#10. Beleza da alvorada (Antonio Ramos – Manoel Vieira)
#11. Quixabeira (Heleno Clemente)
#12. Sem teu amor (Julio Melo – J. B. Azevedo)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zito Borborema e Chiquinha do Acordeon

quem-sao1

Quem são?

Zito Borborema e Chiquinha do Acordeon.

*Acervo Jorge Paulo

Zito Borborema e o primeiro Trio Nordestino

zito

Recebemos esse link do DJ Black.

É uma coluna de Raimundo Floriano, no Jornal da Besta Fubana.

Eram três cabras danados, forrozeiros de talento que, depois de baterem cabeça e darem muito murro em ponta de faca por aí, desembarcaram no Rio de Janeiro na busca de um lugar ao sol na cidade maravilhosa. Seus nomes de batismo não ajudavam nada no cenário artístico: José Domingos de Morais, sanfoneiro, João Batista de Lima Filho, zabumbeiro, e Manoel Valdivino de Souza, vocalista, triangueiro e pandeirista. Por isso, ostentavam pseudônimos pelos quais passaram a ser conhecidos dali pra frente: Dominguinhos, Zé Minhoca – depois Miudinho – e Zito Borborema.

Como não poderia deixar de ser, acoitaram-se na proteção de Luiz Gonzaga, o Rei do Baião, que os acolheu e os abençoou. Deu-lhes a mão e, com peso do seu prestígio, arranjou serviço para os três.

Tocando nos forrós cariocas, ora isoladamente, ora reunidos, vez em quando com o próprio Gonzagão, foram se afirmando no meio musical e desenvolveram trabalhos que os projetaram para o sucesso.

luiz-gonzaga-miudinho-e-zito-borborema

No começo do ano de 1957, Luiz Gonzaga, reuniu os três e organizou um conjunto a que deu o nome pioneiro de Trio Nordestino, inspirado por Helena, sua mulher. O grupo durou apenas dois anos com sua formação original. Mais tarde, o título, que não detinha patente oficial, foi disputado pelos trios Baiano, formado por Lindu Cobrinha e Coroné, e Paulista, formado por Xavier, Heleno e Toninho.

Depois de desfeito o Trio Nordestino inicial, cada qual seguiu rumos diferentes, cada qual com sua história…(Veja o texto completo no seu contexto original)

Sucessos de Zito Borborema e seus cabras da peste

Mais uma colaboração do camarada Lourenço Molla, de João Pessoa – PB, colaborações de valor inestimável, tanto pela qualidade dos LPs que nos envia, quanto pela constância que vem nos ajudando a preencher o Blog de conteúdo.

Esse mesmo disco já tinha sido publicado aqui no Blog, mas resolvi publicar mais uma versão, afinal esse áudio está muuito bom.

É uma coletânea dos sucessos lançados anteriormente em 78 RPM.

Sucessos de Zito Borborema e seus cabras da peste
1961 – SBA

01. Coco brejeiro (Zito Borborema / Antônio Barros)
02. Mata sete (Venâncio / Corumba)
03. Vizinha faladeira (Venâncio / Jorge Costa)
04. Padre Cícero (José Cavalcanti / Dilson Dória)
05. Bichinho da goitana (Elias Soares / Antônio Vilarinho)
06. Corô-co-tum (Venâncio / Corumba)
07. Forró do alecrim (Venâncio / Zito Borborema)
08. O bom vaqueiro (Alventino Cavalcanti / Aires Viana)
09. Casamento encrencado (Elias Soares / João Rodrigues)
10. Tudo errado (Gerôncio Cardoso)
11. Rendeira (Zé Dantas)
12. Prego batido ponta virada (Porfírio Costa / Luis Vieira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook