post image

Aécio – E os 6 do Nordeste

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Este deve ser o primeiro disco solo do Aécio após sair dos 3 do Nordeste, por isso a alusão no nome do disco “E os 6 do Nordeste”.

Com algumas lambadas entre alguns frevos e poucos forrós, mesmo assim esses são bem pra frente.

Aécio – E os 6 do Nordeste
1991 – RBS

01. Dá pra mim (Pinto do Acordeon)
02. Deixa de chorar (Antonio Barros)
03. Se você gostasse de mim (Pinto do Acordeon)
04. Sabor de paixão (Zinho Carlos Mendes)
05. Hábitos e costumes (Agripino Aroeira – Tony Gel)
06. Pout-pourri
Cair na brincadeira (Genário – Evaldo Lima)
Até o sol raiar (Pinto do Acordeon)
Choromingo (Luiz Gonzaga)
Você tá mais bonita (Antonio Ceará – Elias Soares)
07. Lambaforró (Aldo Nóbrega)
08. Dúvida (Bastinho Calixto)
09. Deixa assim (Pinto do Acordeon)
10. Retrato (Agripino Aroeira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Toinho de Surubim – Vamos forrozar

Colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá

“Toinho já está na estrada há muito tempo. Em 1985, conquistou o terceiro lugar no Festival Arizona, realizado no Recife. Gravou o primeiro trabalho em 1987, um compacto, incluindo as músicas ‘Nos laços do teu olhar’, ‘Como animal’ e ‘Xote da perna fina’. Depois lançou três LPs: ‘Vamos forrozar’ com Toinho de Surubim (1990), ‘Coração magoado’ (1992) e ‘Minha doença é amar’ (1994).

A arte está no sangue da família. O pai tinha um mamulengo em Surubim, cidade natal do cantor. O tio Naércio tocava violão, cavaquinho e, atualmente, o acompanha com a sanfona nas apresentações ao vivo.

Toinho, que está com cinqüenta anos, compõe desde os nove. Além de cantar e compor, ele também toca percussão. Relembra que foi criado no tempo do melê, espécie de bombo de borracha feito artesanalmente.

O forrozeiro é bastante conhecido na Zona da Mata Norte de Pernambuco, Nazaré, Carpina, Goiana, onde divulga seu trabalho por meio das emissoras de rádio. ‘Minha doença mesmo é o forró’, afirma. (Fonte)

Toinho de Surubim – Vamos forrozar
1990 – RBS

01 Você mexeu com a minha vida (Antonio Arruda – Naécio do Acordeon)
02 Vania (Antonio Arruda – Naécio do Acordeon)
03 Escravo do amor (Antonio Arruda)
04 Tem que ter você, meu bem (Antonio Arruda)
05 Ela doou pra outro (Antonio Arruda)
06 To querendo merengar (Antonio Arruda)
07 Maria se pinta a toa (Antonio Arruda – Mário Siqueira)
08 Você é uma mentirosa (Antonio Arruda)
09 É no balanço da peneira (Antonio Arruda)
10 Estrada do viajante (Antonio Arruda)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Erivaldo de Carira – Ainda sou bom nisso vol 5

erivaldo-de-carira-ainda-sou-bom-nisso-vol-5-capa

Colaboração do Jorge Paulo, ‘O Bandeirante do Norte’.

Erivaldo de Carira, ou Erivaldo Cícero de Oliveira, nascido em 16/10/49, em Carira – SE. Filho de Manoel Cícero de Oliveira (Manoelzinho de Carira, sanfoneiro de oito baixos) e Julita Almeida de Oliveira.

erivaldo-de-carira-ainda-sou-bom-nisso-vol-5-selo-aerivaldo-de-carira-ainda-sou-bom-nisso-vol-5-selo-b

Começou a tocar aos 10 anos acompanhando seu pai. No decorrer do tempo, em homenagem a sua terra natal, ganhou o nome artístico, Erivaldo de Carira.

Em seus 34 anos de carreira, já se apresentou ao lado de Luiz Gonzaga (sua grande inspiração), Dominguinhos, Flávio José, Clemilda, Adelmário Coelho, Osvaldinho do Acordeon, Pedro Sertanejo, Mestre Zinho, Trio Nordestino, Antonio Barros e Cecéu, Josa – O Vaqueiro do Sertão, dentre muitos outros.

Continuando na História de pai para filho, hoje Erivaldo de Carira tem três filhos dando continuidade a sua vida artística. São eles : Erivaldinho (sanfoneiro), Mestrinho do Acordeon (sanfoneiro) e Thaís Nogueira (cantora).

erivaldo-de-carira-ainda-sou-bom-nisso-vol-5-verso

Esse é o quinto LP, “Ainda sou bom nisso”, foi lançado em 1990, pela Polydisc, através do selo RBS, e faixa ‘A Melancia’, de Miraldo Aragão, foi seu destaque. (Fonte)

Erivaldo de Carira – Ainda sou bom nisso, vol 5
1990 – RBS

01 A melancia (Miraldo Aragão)
02 Como é bom (Durval Vieira)
03 Não corte não (Durval Vieira)
04 É São João (Everardo Sena – Erivaldo de Carira)
05 Saudade de Pernambuco (Everardo Sena)
06 Me lembro da Manoela (Durval Vieira)
07 Ainda sou bom nisso (Galeguinho Aboiador – Erivaldo de Carira)
08 Vamos fazer amor (Erivaldo de Carira – Zé de Zilda)
09 Xanduzinha (Humberto Teixeira – Luiz Gonzaga)
10 Amor de viúva (Candido Ferreira de Jesus – José de Jesus “Binha”)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Messias Lima – Forró de verdade

messias-lima-forra-de-verdade-capa

Colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá.

messias-lima-forra-de-verdade-verso

Arranjos de Sérgio kyrillos e Xameguinho; participação especial de Kill Ribeiro na faixa “A fraqueza da carne” de Messias Lima e Alves Correia.

Messias Lima – Forró de verdade
RBS

01 Matemática do amor (Messias Lima)
02 Prá você mamãe (Messias Lima)
03 O amor e o ódio (Messias Lima – Avelino Torres)
04 Nem feitiço acaba (Messias Lima)
05 Fim de programa (Messias Lima – José Coimbra)
06 No passo do amor (Messias Lima – Josenilton Rodrigues)
07 A fraqueza da carne (Messias Lima – Alves Correia)
08 Som de acordeon (Messias Lima)
09 Eu o amor e ela (Messias Lima – Kill Ribeiro)
10 Quero cantar nas campinas (Velho Soares)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Sandoval – Forró do burugundum

sandoval-forra-do-burugundum-capa

Colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá.

sandoval-forra-do-burugundum-selo-asandoval-forra-do-burugundum-selo-b

Como a data de lançamento não consta nem no encarte e nem nos selos do disco, atribuimos a data ao álbum em função do autógrafo da capa.

sandoval-forra-do-burugundum-verso

Direção artística do próprio Sandoval, arranjos de Ramalho e acordeons de Chameguinho, destaque para o xote “Flor da natureza” de Sandoval e Edinho e para a faixa título “Forró do burugundum” de Sandoval e Airton Silva.

Sandoval – Forró do burugundum
1991 – RBS

01 Não pode cochilar (Sandoval – Gel)
02 Fogo da ilusão (Sandoval – Iziel Junior)
03 Saudoso gogó da ema (José Maria Soriano)
04 Gosto de lambada (Márcio Franco – Sandoval)
05 Flor da natureza (Sandoval – Edinho)
06 Mensagem ao carandá (Fransuel)
07 Hoje a palha voa (Marinalva de Melo – Sandoval)
08 Forró do burugundum (Sandoval – Airton Silva)
09 Fazendo amor (José Maria Soriano)
10 Homenagem a Padre Cícero Eduardo dos Santos – Sandoval)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Joãozinho do Exu – Tem que ter forró

1991-joaozinho-do-exu-tem-que-ter-forra-capa

Colaboração do Maicon Fuzuê, do Trio Araçá. Mais um artista que eu não conhecia, muito bom por sinal. Ta aí, pra quem também não conhecia, Joãozinho do Exú, o forrozeiro do Brasil.

1991-joaozinho-do-exu-tem-que-ter-forra-verso

Direção executiva de João Silva, acordeons de Severo e Joãozinho do Exu, baixo de Tony Fuscão e percussões de Raminho, participação especial de João Silva na primeira faixa, “Mudar pra melhorar” de sua própria autoria.

Joãozinho do Exu – Tem que ter forró
1991 – RBS

01 Mudar pra melhorar (João Silva)
02 Tem que ter forró (João Silva)
03 Tô que tô (Joãozinho do Exu – Ronaldo Queiroz)
04 você não é pra mim (Joãozinho do Exu)
05 Barraca verifique (Joãozinho do Exu – Maromba de Palmares)
06 Queijinho do amor (Antonio Barros – Cecéu)
07 Sanfoninha gostosa (João Silva)
08 Aprendi com o rei (João Silva)
09 Foi bom te rever (João Silva – Elias Lourenço)
10 Forró no céu (Joãozinho do Exu – Maromba de Palmares)
11 Quero a flor (Joãozinho do Exu – Vavá – Antonio Franco)
12 Pras cadeiras rebolar (Joãozinho do Exu – Aciolly Neto)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook