Luiz Gonzaga – Quadrilhas e marchinhas juninas

luizgonzaga-quadrilhasemarchinhasjuninasa-capa

Aproveitando a época das festas juninas, dancemos ao som do rei Luiz, numa gravação de 1965. As capas originais foram enviadas pelo Marcelo.

luizgonzaga-quadrilhasemarchinhasjuninas-capatraseira

Sempre lembro do meu amigo, sanfoneiro e cantor Lino de França quando ouço arrasta-pé, ainda mais esses clássicos do Gonzagão, sem dúvida é a ele, de quem sou fã incondicional, que dedico essa postagem.

gonz-frente1

O áudio, nesse caso específico, foi extraído de uma re-edição de 1973.

gonz-verso1

A gravação é a mesma, só mudam as capas.

Luiz Gonzaga – Quadrilhas e marchinhas juninas
1965 – RCA

01.

  • Fim de festa (Zito Borborema)
  • Polca fogueteira (Luiz Gonzaga)
  • Lascando cano (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
  • Pagode russo (Luiz Gonzaga)
  • Fogueira de São João (Luiz Gonzaga – Carmelina Albuquerque)

02. Olha pro céu (José Fernandes – Luiz Gonzaga)
03. São João na roça (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)
04. Fogo sem fuzil (Luiz Gonzaga – José Marcolino)
05. Quero chá (José Marcolino – Luiz Gonzaga)
06. Matuto de opinião (Luiz Gonzaga)
07. Boi bumbá (Luiz Gonzaga – Gonzaga Jr.)
08. O maior tocador (Luiz Guimarães)
09. Piriri (João Silva – Ary Rangel)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Gonzagão e Gonzaguinha – Juntos

gonz-frente

“Neste álbum – Gonzagão e Gonzaguinha Juntos – estão reunidas algumas das canções que pai e filho gravaram juntos (A vida do viajante, Mariana, Não vendo nem troco, Eu e minha branca, Pense N’eu e A triste partida); aquelas em que ambos aparecem como parceiros;

gonz-foto

e ainda composições de Gonzaguinha que o velho Gonzagão gravou ao longo da sua carreira (Festa, Pobreza por pobreza, Diz que vai virar e Erva rasteira, todas de 68;

gonz-verso

Lembrança de primavera, de 70; e From United States of Piauí, de 72).” (texto de Francisco Rodrigues, extraído da contra capa do disco)

Gonzagão e Gonzaguinha – Juntos
1991 – RCA

01. A vida do viajante (Luiz Gonzaga – Hervê Clodovil)
02. Mariana (Gonzaguinha – Gonzagão)
03. From United States of Piauí (Gonzaguinha)
04. Não vendo, nem troco (Gonzagão – Gonzaguinha)
05. Eu e minha branca (Gonzaguinha – Gonzagão)
06. Diz que vai virar (Gonzaguinha)
07. A triste partida (Patativa do Assaré)
08. Pense n’eu (Gonzaguinha)
09. Pobreza por pobreza (Gonzaguinha)
10. Lembrança de primavera (Gonzaguinha)
11. Erva Rasteira (Gonzaguinha)
12. Festa (Gonzaguinha)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Luiz Gonzaga – Capim novo

gonzaga-frente

“Estamos em 1976 e lá se vão 64 anos de vida e quase 40 de carreira e o que surpreende nesse Lua de obra tão lírica quanto o apelido, é a coerência e o sentido de permanência de sua obra, mesmo num tempo que não tem sido muito benfazejo para com a verdadeira música rural brasileira.

gonzaga-verso

O que surpreende é a eternidade de algumas de suas músicas, o raro sentido de observação com que foram compostas e lançadas nas acadêmicas parcerias com Humberto Teixeira ou Zé Dantas.”(Trecho extraído da contra-capa)

Gravado em 16 canais, com produção de Rildo Hora e arranjos de Severino Araújo, destaque para “Apologia ao jumento”.

Luiz Gonzaga – Capim novo
1976 – RCA

01. Capim novo (Luiz Gonzaga – José Clementino)
02. Carapeba (Luiz Bandeira – Julinho)
03. Sanfona sentida (Dominguinhos – Anastácia)
04. Mané gambá (Luiz Gonzaga – Jorge de Altinho)
05. Saudade doi (Humberto Teixeira)
06. Bandinha de fé (Hildelito Parente)
07. Fulo da maravilha (Luiz Bandeira)
08. Quero ver (D. Matias)
09. São João nas capitá (Luiz Ramalho – Luiz Gonzaga)
10. Nos cafundó de bodocó (Jurandy da Feira)
11. Roendo unha (Luiz Ramalho – Luiz Gonzaga)
12. Apologia ao Jumento (o jumento é nosso irmão) (Luiz Gonzaga – José Clementino)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Luiz Gonzaga – Forrobodó cigano

1989-luiz-gonzaga-forrobodo-cigano-capa-frente

Aproveitando a onda de alguns discos de grandes sanfoneiros, esse disco cai muito bem, ele nos foi enviado pelo DJ Felipe de BH.

Afinal como falar de grandes sanfoneiros e não falar de Luiz Gonzaga.

Nesse disco, lançado em 1989, encontramos só músicas instrumentais. Destaque para a quadrilha “Festa na roça” e o forró “Oi o freio”.

Luiz Gonzaga – Forrobodó cigano
1989 – Copacabana

01. Forrobodó cigano (Luiz Gonzaga)
02. Oi o freio (João Silva – Luiz Gonzaga)
03. Arrasta-frevo (João Silva – Luiz Gonzaga)
04. Depois da festa (João Silva – Luiz Gonzaga)
05. Xaxá mulher (João Silva – Luiz Gonzaga)
06. Do jeito que vocês gostam (João Silva – Luiz Gonzaga)
07. Ao Mestre Capiba (João Silva – Luiz Gonzaga)
08. Forró apracatado (João Silva – Luiz Gonzaga)
09. Festa na roça (Mario Zan – Palmeira)
10. Meus dezoito anos (João Silva – Luiz Gonzaga)
11. Tá ruço (João Silva – Luiz Gonzaga – Zé Mocó)
12. Manhã de junho (João Silva – Luiz Gonzaga)
13. Baile na roça (Tinoco – Nadir)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Luiz Gonzaga – Vou te matar de cheiro

Nascia no dia 13 de dezembro de 1912, Luiz Gonzaga do Nascimento, em Exu, na Fazenda Caiçara, nascente do riacho da Brígida, município de Exu, na Serra do Araripe, interior de Pernambuco, na divisa norte com o Ceará, bem no meio do sertão.

Era o segundo dos nove filhos do lavrador, sanfoneiro e consertador de sanfona Januário José dos Santos e de sua mulher Ana Batista de Jesus, que todos chamavam de Santana.

Foi, sem dúvida, o maior responsável pela divulgação da música nordestina no resto do Brasil.

Eternizou a formação básica de sanfona, zabumba e triângulo, na década de 40, iniciou sua trajetória em nível nacional, gravando, nos primeiros tempos, músicas instrumentais, mas só deu certo realmente quando iniciou sua parceria com Humberto Teixeira.

Zé Dantas e João Silva completam a trinca de parceiros mais importantes que Gonzagão gravou durante sua carreira, predominantemente na RCA.

Para quem quizer saber mais sobre a vida e obra do Rei, vale a pena comprar, ler e ter: “Vida do Viajante: A Saga de Luiz Gonzaga” – Dominique Dreyfus – biografia – Editora 34 Letras, 1996

Pouco tempo atrás, para alegria dos fãs e admiradores, 13 de dezembro tornou-se o dia do nacional forró, reverenciando não apenas o grande mestre mas também seus seguidores que até hoje tentam manter e perpetuar o baião, forró, côco, xaxado, xote, arrasta-pé, samba, ritmos principais que compõe o forró que tanto apreciamos.

Esse disco a seguir é o último gravado da sua carreira, além de composições belíssimas, sendo algumas músicas de João Silva, uma mixagem perfeita e mesmo não sendo muito raro, já que foi lançado em vinil e remasterizado em CD, creio que esse é um dos melhores trabalhos do Gonzagão.

Luiz Gonzaga – Vou te matar de cheiro
Copacabana – 1989

01. Vou te matar de cheiro (Luiz Gonzaga/João Silva)
02. Uma pra mim, uma pra tu (Luiz Gonzaga/João Silva)
03. Vê se ligas pra mim (João Silva/Luiz Gonzaga)
04. Acoverde meu (João Silva/Luiz Gonzaga)
05. Coração molim (Cecéu)
06. Baião agrário (Cecéu/Maranguape)
07. Xote ecológico (Aguinaldo Batista/Luiz Gonzaga)
08. Ladrão de bode (Rui Morais e Silva)
09. Pedaço de Alagoas (Edu Maia)
10. Na Lagoa do Amor (Cecéu)
11. Já era tempo (Luiz Gonzaga/João Silva)
12. Faça isso não (João Silva/Geraldo Nunes)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 21 22 23

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook