CD – Coletânea – O melhor do forró no maior São João do mundo

coletacnea-2000-o-melhor-do-forra-no-maior-sao-joao-do-mundo-capa

Esse é um dos CDs que ganhei direto da gravadora, pois na época eles estavam divulgando o forró, fomentando artistas novos e lançando coletâneas que resgataram parte da discografia de alguns artistas forrozeiros muito queridos.

coletacnea-2000-o-melhor-do-forra-no-maior-sao-joao-do-mundo-berao

É uma coletânea, gravada ao vivo, que registrou uma faixa de cada artista que participou da festa de São João em Campina Grande – PB.

coletacnea-2000-o-melhor-do-forra-no-maior-sao-joao-do-mundo-ficha

Pelo que li na ficha técnica, foi feito o conhecido ‘overdub’ na pós produção do disco, mas nada que ofusque o brilho e a qualidade de seus artistas e das composições contidas nele.

coletacnea-2000-o-melhor-do-forra-no-maior-sao-joao-do-mundo-verso

Foram sete arranjadores diferentes para as 17 faixas do disco, já quanto aos músicos, ao que tudo indica foram os mesmos em todas as faixas. Destaque para a música “Rabo de palha” de Cecéu, inserida no pout pourri dos 3 do Nordeste, faixa 03.

Coletânea – O melhor do forró no maior São João do mundo
2000 – BMG

01.
Olha pro céu (Luiz Gonzaga/José Fernandes) – Zé Ramalho
São João na roça (Luiz Gonzaga/José Dantas)
02. Bodocongó (Humberto Teixeira/Cícero Nunes) – Elba Ramalho
03.
Bom só só (Roberto Moraes) – Os 3 do Nordeste
Cabeça que não pensa (Cecéu)
Rabo de palha (Cecéu)
Forró em São Miguel (Cecéu)
04.
Quem dera (Nando Cordel/Genival Lacerda) – Genival Lacerda
Galeguim do zóio azul (João Gonçalves)
05. Frevo mulher (Zé Ramalho) – Renata Arruda
06. Forró esfereográfico (Instrumental)(Arthur Pessoa) – Cabruêra
07. Côco repeado (Biliu de Campina) – Biliu de Campina
08. Pra incendiar seu coração (Moraes Moreira/Patinhas) – Marinês
09. Espumas ao vento (Accioly Neto) – Capilé
10. De volta pro aconchego (Dominguinhos/Nando Cordel) – Dominguinhos e Nando Cordel
11. Se a mulher fosse música (Amazan) – Amazan
12. Forró em Campina (Jackson do Pandeiro) – Cascabulho
13. Capim guiné (Raul Seixas/Wilson Aragão) – Tânia Alves
14.
Brincadeira de fogueira (Antonio Barros) – Genaro e Walkyria Mendes
Daquele São João (Antonio Barros)
É madrugada (Antonio Barros)
15. Cachaça e mulher bonita (Onildo Barbosa) – Ton Oliveira
16. Forró do poeirão (Cecéu) – Antonio Barros e Cecéu
17.
A vida do viajante (Luiz Gonzaga/Herve Cordovil) – Fagner
Riacho do navio (Luiz Gonzaga/Zé Dantas)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Fagner – Bateu saudade

fagner-1996-bateu-saudade-capa

Esse disco também foi lançado em CD. Esse ano, de 1996, marcou a transição do vinil para o CD, época em que alguns artistas lançaram nos tres tipos de mídia disponíveis, vinil, k7 e o recém chegado CD.

fagner-1996-bateu-saudade-verso

O disco é uma coletânea, reúne músicas gravadas de 1984 a 1995, e tem uma gravação inédita, a que dá nome ao álbum e foi gravada especialmente para ele “Bateu saudade” de autoria de João Lyra.

Participações de Marinês na faixa 02, que é um pot pourri de arrasta-pés onde ambos homenageiam Gonzagão, e na faixa 06, um xote extraído de um dos discos que Fagner gravou junto com o rei.

Fagner – Bateu saudade
1996 – BMG

#01. Bateu saudade (João Lyra)
#02. São João do Gonzagão:
Olha pro céu (Luiz Gonzaga – José Fernandes)
São João na roça (Luiz Gonzaga-Zé Dantas)
Noites brasileiras (Luiz Gonzaga-Zé Dantas)
#03. Saudade (Gonzaguinha)
#04. Você endoideceu meu coração (Nando Cordel)
#05. Sabiá (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
#06.
Cigarro de paia (Armando Cavalcanti – Klécius Caldas)
Boiadeiro (Klécius Caldas-Armando Cavalcanti)
#07. Na asa do vento (Luiz Vieira – João do Vale)
#08. Pedras que cantam (Fausto Nilo – Dominguinhos)
#09. Lembranças de um beijo (Accioly Neto)
#10. No Ceará é assim (Carlos Barroso)
#11. Baião da rua (Fausto Nilo – Nonato Luiz)
#12. Cariribe (Luiz Paiva – Moraes Moreira)
#13. Asa branca (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Fagner, Moraes Moreira, Zé Ramalho e Jackson do Pandeiro

quem-sao1

Alguém sabe quem são?

Resposta: Fagner, Moraes Moreira, Zé Ramalho e Jackson do pandeiro.

* Foto extraída do livro/biografia do Jackson.

Gonzagão e Fagner – ABC do sertão

gonzagao-e-fagner-frente

Em 1984, juntos gravaram o álbum ”Luiz Gonzaga & Fagner”, resultado do sucesso de um pot-pourri gravado no disco de Luiz Gonzaga ”Danado de bom”, também de 1984, lançado no início do mesmo ano. Quatro anos depois veio esse álbum, reunindo novamente os dois.

Pelo que pude levantar, numa breve pesquisa pela rede, esse álbum ganhou o prêmio Sharp de melhor disco regional, no início do ano de 1989. A curiosidade fica no fato do rei não ter ido à cerimônia de premiação, quem o recebeu interinamente foi seu filho Gonzaguinha.

gonzagao-e-fagner-verso

Um disco produzido pelo Raimundo Fagner, iniciando as comemorações pelos 50 anos de carreira de Luiz Gonzaga, com co-produção de Gonzaguinha, que participa do álbum na faixa “Noites brasileiras” de Luiz Gonzaga e Zé Dantas.

“Luiz Gonzaga é a própria raiz do Nordeste. A voz maior dos nordestinos, a voz do Brasil é ele. Isso nos deixa envolvidos numa saudade enorme; eu, principalmente, que tive o prazer de gravar dois discos ao seu lado, de estar com ele em shows e conviver com essa força humana incrível que é Gonzagão.” (Palavras de Raimundo Fagner, extraídas do seu sítio oficial)

Gonzagão e Fagner – ABC do sertão
1988 – RCA

#01. ABC do sertão (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)
#02. Xamego (Luiz Gonzaga – Miguel Lima)
#03. Vem morena (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)
#04. Derramaro gai (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
#05. Pobre sanfoneiro (Luiz Gonzaga – João Silva)
#06. Noites brasileiras (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
#07. Estrada de canindé (Luiz Gonzaga – Humberto teixeira)
#08. Juazeiro (Luiz gonzaga – Humberto Teixeira)
#09. Vozes da seca (Zé Dantas – Luiz Gonzaga)
#10. Amanhã eu vou (Beduino)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – João do Vale – João Batista do Vale

cd-joao-do-vale

Esse CD foi idealizado por Chico Buarque e ganhou o premio Sharp de melhor disco de música regional, em 1994, ano de seu lançamento.

“Foi o quinto de oito irmãos, dos quais apenas três sobreviveram à infância pobre. Os pais eram agricultores pobres e sem terra. Por volta dos seis anos de idade foi apelidado de “Pé de xote”, pois vivia pulando e dançando.”(Trecho extraído do Dicionário Cravo Albin de MPB)

O trabalho reúne diversos artistas, como Alcione, Alceu Valença, Chico Buarque, Ednardo, Edu Lobo, Fagner, Geraldo Azevedo, Ivon Cury, João Bosco, Luiz Vieira, Maria Bethânia, Marinês, Miucha, Paulinho da viola, Quinteto violado e Zé Ramalho.

Cada música tem um time diferente de instrumentistas e arranjadores, a maioria dos arranjos foi feito por Sivuca, Zé Américo e Marquinhos, destaque para “Pisa na fulô”, “De terezina a São Luiz”, “Forró do beliscão”, “Na asa do vento”, “Peba na pimenta” e “”Matuto transviado”.

João do Vale – João Batista do Vale
1994 – RCA

01 Minha história (Raimundo Evangelista – João do Vale)
02 Pisa na fulô (Silveira Jr. – Ernesto Pires – João do Vale)
03 De Terezina a São Luiz (Helena Gonzaga – João do Vale)
04 Carcará (José Cândido – João do Vale)
05 Pipira (José Batista – João do Vale)
06 O canto da ema (Alventino Cavalcanti – Ayres Vianna – João do Vale)
07 Forró do beliscão (Ary Monteiro – João do Vale)
08 A voz do povo (Luiz Vieira – João do Vale)
09 Estrela miúda (Luiz Vieira – João do Vale)
10 Na asa do vento (Luiz Vieira – João do Vale)
11 As morenas do grotão (José Cândido – João do Vale)
12 Peba na pimenta (Adelino Rivera – José Batista – João do Vale)
13 Uricuri (José Cândido – João do Vale)
14 Matuto transviado (Luiz Wanderley – João do Vale)
15 Maria Filó (Luiz Vieira – João do Vale)
16 O bom filho à casa torna (Eraldo Monteiro – João do Vale)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Fagner – Caboclo sonhador

O cearense Raimundo Fagner Cândido Lopes nasceu em Fortaleza e foi registrado em Orós, onde assume ser sua terra natal, no dia 13 de outubro de 1949. Gravou o primeiro compacto em 1971, lançou o primeiro LP em 1973 e até hoje são mais de 36 álbuns de carreira além das mais de 40 coletâneas e projetos como os discos gravados com Luiz Gonzaga, as leituras musicais de Patativa do Assaré, cantando em espanhol e a coletânea de 1996, Bateu saudade, outro trabalho voltado exclusivamente ao forró.

Passou por diversos ritmos, tornou-se conhecido nacional e internacionalmente, continua sobrevivendo às inúmeras tendências musicais das últimas décadas, e mesmo assim, Fagner mostra que o gosta mesmo é de forró.

Como já havia atingido uma certa notoriedade, em maio de 1994 Raimundo lançou o 18º disco de sua carreira, “Caboclo sonhador”. Nele regravou sucessos e grandes composições do forró, e assim, homenageou seus autores, driblou a resistência à música nordestina na grande mídia do sul do País e tentou alçar o forró até públicos que ainda não o conheciam ou tinham qualquer tipo de pré-conceito.

Com um time reduzido, porém de primeiríssima linha, esse álbum foi produzido por Robertinho do Recife, sanfonas de Dominguinhos, Sivuca e Oswaldinho, zabumba e percussões de Durval e composições de Alcymar Monteiro, Accioly Neto, Maciel Melo, Nando Cordel, Dominguinhos, Antônio Barros, Cecéu, Luiz Gonzaga e Gerson Filho.

Destaques para o pot-pourri que reúne 3 músicas de Antonio Barros e tem participação de Marinês, a Rainha do Xaxado; “Lembrança de um beijo”, gravada por Accioly Neto e Flávio José; “Fan Ran Fun Fan” foi lançada originalmente em 1943 pelo conjunto vocal 4 Ases e 1 Coringa; a faixa título “Caboclo sonhador” de Maciel Melo e a antológica versão da música de Gerson Filho, o magnífico instrumetal “O casamento da raposa” na execução de Sivuca, Oswaldinho e Dominguinhos.

Fagner – Caboclo sonhador
1994 – BMG

01. Cavaleiro da Noite (Alcymar Monteiro)
02. Lembrança de Um Beijo (Accioly Neto)
03. Caboclo Sonhador (Maciel Melo)
04. Nos Tempos de Menino (Maciel Melo)
05. É Proibido Cochilar/Forró Desarmado/Forró Número 1 (Antônio Barros)
06. Minha Vidinha (Antônio Barros e Cecéu)
07. Falsa Folia (Dominguinhos e Nando Cordel)
08. Baião da Garoa (Luiz Gonzaga e Hervê Cordovil)
09. Fan Ran Fun Fan (Lauro Maia)
10. Casamento da Raposa (Gerson Filho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook