Camarão – Retrato de um forró

camarao-frente

Esse foi um dos primeiros discos que eu e o Tick passamos pro computador, ainda aprendendo a mexer no sound forge. Num desses garimpos virtuais, o Tick achou esse exemplar e compramos. Que a tecnologia nos ajude, cada vez mais, a divulgar o forró de verdade.

Na época, eu tinha pego emprestado um monte de LPs com o Tony Maceió, esse logo saltou aos olhos. Depois que fui me dar conta da sua raridade e da dificuldade de encontrá-lo nos sebos aqui de São Paulo.

camarao-verso

A foto da capa sugere que a gravação foi feita desse jeito mesmo, em volta de uma mesa com dois microfones apenas. A dinâmica dos intrumentos durante o disco também indicam que o disco foi gravado com pouquíssimos recursos técnicos, o que, na minha opinião, enriquece ainda mais este registro.

Gravado nos estúdios da Rozemblitz; Além do sanfoneiro Camarão, no lado A os vocalistas Azulão e Sandro Rogério, se alternam cantando uma música cada um e no lado B reinam as instrumentais do mestre. Fica difícil de destacar uma ou outra música, gosto de todas.

Camarão – Retrato de um forró
1974 – Passarela

* 01. Retrato de um forró – Azulão (Luiz Ramalho – Luiz Queiroga)
* 02. É proibido cochilar – Sandro Rogério (Antonio Barros)
* 03. Já tenho um novo amor – Azulão (José Silva – Aldo Aires)
* 04. Chililique – Sandro Rogério (João Silva – J. B. aquino)
* 05. É tempo de voltar – Azulão (Anastácia – Dominguinhos)
* 06. A cigana lhe enganou – Sandro Rogério (Juarez Santiago – Ivan Bulhões)
* 07. Na casa da Anita (Anastácia – Dominguinhos)
* 08. Baião mimoso (Anastácia – Dominguinhos)
* 09. Fim de festa (Camarão)
* 10. Forró em Palmeira dos Índios (Anastácia – Dominguinhos)
* 11. Forrózinho moderno (Camarão)
* 12. Forró tema – Sandro Rogério (Anastácia – Dominguinhos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Coletânea – Isto é que é forró

isto-a-que-a-forra-frente

Quatorze faixas, quantidade incomum nos vinis, porém, melhor pra gente, não? Aqui temos músicas gravadas por Camarão, Zé Paraíba, Trio Nordestino, As Cangaceiras, Zé do Peba, Zé Cupido, Renato Leite, Luiz Sérgio e Adolfinho e sua 8 baixos.

isto-a-que-a-forra-verso

Várias instrumentais e algumas cantadas, um disco bem pra frente.

Das músicas cantadas, destaque para “Meu pião”, com As Cangaceiras e dentre as instrumentais, destaque para “Tex” gravada pelo Camarão”.

Coletânea – Isto é que é forró
1993 – CID

01. Forró no escuro – Zé Cupido (Luiz Gonzaga)
02. Forró em Limoeiro – Luiz Sérgio (Edgar Ferreira)
03. Forró do Trio Nordestino – Trio Nordestino (Toninho do Acordeon)
04. Forró perigoso – Zé do Peba (Luiz do Acordeon – Zé do Peba)
05. Meu pião – As cangaceiras (Zé do Norte)
06. Mirador – Adolfinho e sua 8 baixos (Leticio Vieira – Adolfinho)
07. Eu sou eu – Zé do Peba (Zé do Peba – Marizete de Oliveira)
08. Tex – Camarão (Camarão – Solon Cabral)
09. Forró de Mané Vito – Zé Cupido (Luiz Gonzaga – Zé Dantas)
10. É proibido cochilar – As cangaceiras (Antonio Barros)
11. Forrozando – Camarão (Camarão – Rato Hi-fi)
12. Forró do bizerrão – Renato Leite (Renato Leite)
13. Forró quentão – Zé Paraíba (Zé Paraiba)
14. Forró pra barão – Camarão (Camarão)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Camarão & seu acordeon – Na toca do camarão

camarao-frente

Semana passada fui junto com o Tick encontrar o Rouxinol Paraibano, pra lhe entregar uma gravação, e nessa ocasião, após alguns anos comprando vinis dele, ganhei um de presente e aqui o compartilho com todos.

Esse disco foi produzido por Pedro Sertanejo em 1978, este exemplar, no caso, é um re-lançamento pelo selo Itamaraty de 1999, sem problema, o que importa é o som, não é mesmo?

camarao-verso

Diversas instrumentais daquelas de tirar o fôlego, daquelas que os sanfoneiros se lascam pra tocar e algumas cantadas pela vocalista Risoleide Alves. Destaques para “Tex”, “Barra dos coqueiros”, “Canhoto” e “Feixando a rosca”.

Camarão & seu acordeon – Na toca do camarão
1999 – Itamaraty

01. Tex (Camarão – Solon Cabral)
02. Vai quem pode (Camarão – Juarez Santiago)
03. Patrício (Tôco Preto)
04. Dengoso (Camarão – José Ozano)
05. Barra dos coqueiros (Genésio Guedes – Azulão – Djalma da Hi-fi)
06. Preciso de você (Everaldo do Acordeon – Risoleide alves)
07. Canhoto (Camarão – Ivan Bulhões)
08. Forrózando (Camarão – Rato da Hi-fi)
09. Na toca do Camarão (Camarão – Lenildo Lima)
10. Feixando a rosca (Camarão – Ataide Lira)
11. No balanço do amor (Genésio Guedes – Risoleide Alves)
12. Filha do norte (Camarão – Cabo França)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Coletânea – O Brasil da sanfona

cd-sesc

O Sesc reuniu grandes sanfoneiros de diversas regiões do Brasil, no projeto O Brasil da sanfona, para uma série de shows, exposições sobre a música e sobre o nosso tão amado instrumento, nesse disco, as influências nordestinas e do Brasil central no toque de fole.

Sanfoneiros de primeira linha: Camarão, Dominguinhos, Zé Calixto, Arlindo dos 8 baixos, Dino Rocha, Zino Prado e Elias Filho acompanhados por percussionistas tarimbados como Dió de Araújo, Fúba de Taperoá e Durval Pereira.

Destaque para a faixa 12 onde Patativa do Assaré declama sobre o fundo musical da sanfona de Dominguinhos. Só instrumentais, algumas boas de dançar, outras boas de ouvir, no fim das contas, sem dúvida, todas são boas.

Coletânea – O Brasil da sanfona

01 Toque de pife (Dominguinhos – Anastácia)
02 Festejo (Camarão)
03 Corumbá (Almir Sater – Guilherme Rondon)
04 – Triunfo (Dominguinhos – Anastácia) – Em cima da linha (Arlindo dos 8 baixos) – Apanhei-te cavaquinho (Ernesto Nazareth – Ubaldo mangione)
05 Arrastando as alpragatas (Dominguinhos – Anastácia)
06 – Lamento sertanejo (Dominguinhos – Gilberto Gil)
07 – Forró beleza (Camarão)
08 Choramingo (Zé Calixto)
09 Curupi (Dino Rocha)
10 Meu Mato Grosso (Zino Prado)
11 Km 11 (Constante José Aguer – Coquimarola)
12 Serelepe (Mario Zan)
13 Ao rei do baião (Patativa do Assaré)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Camarão – Bem te vi atrevido

capa-frente2

Seguindo o estilo do disco anterior, segue ai um ótimo disco instrumental, a esse disco agradeço mais uma vez ao meu compadre PC, por tê-lo me emprestado.

“Sanfoneiro bom danado, seguro no piano de barriga, assim é Reginaldo Alves Ferreira, o Camarão.

Pernabucano do Brejo da Madre de deus, criado em Caruarú, é humilde e fala pouco ou quase nada. E diz tudo o que quer e faz até desenhos quando aperta sua sanfona. Em suas mãos a sanfona chora ou ri, dependendo de seu estado de espírito e do motivo musical.

capa-verso1

Ainda em Caruarú, um conterrâneo seu, a titulo de Gonzagão, um dia saiu com esta: “Tu só vai me prová que é sanfoneiro de valô quando eu ouvi disco teu nos arto-falante de seu Lorega”. Camarão ouviu, calou, e deixou pra responder agora, vindo ao rio e gravando com sua bandinha do povo na RCA.” Esse texto de autoria de Luiz Queiroga foi retirado da contra capa do primeiro disco de Camarão, lançado em 1969 pela RCA, o nome do disco era “A bandinha do Camarão”.

Camarão – Bem te vi atrevido
Itamaraty

01. O tema é Dominguinhos (Camarão – Adolfo da Modinha)
02. Vem balancear (Genário)
03. Forasteiro (Camarão – Djalma da Hi-fi)
04. O sanfoneiro do Catumbi (Camarão – Adolpho da Modinha)
05. Forró pifano (Genário)
06. 13 de Dezembro (Luiz Gonzaga)
07. Arrastão (Camarão – Juarez Santiago)
08. Meu Pernambuco (Camarão – Adolpho da Modinha)
09. Bem-te-vi atrevido (Lina Pesce)
10. Anita do cipó (Jacy Santos – Severino Ramos)
11. Temperado (José Menezes)
12. Saudade do sertão (Pedro Sertanejo – Oswaldinho)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 4

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook