CD – Edmilson do Pífano – Soprando no canudinho

edmilson-do-pafano-capa

Pra abrir essa postagem, ai vão duas frases do Zé da Flauta, produtor desse disco.

“Pífano, pífaro e pife são a mesma coisa. Um instrumento de influência indígena feito de taboca, uma espécie de bambu, com sete orifícios, um para soprar e seis para dedilhar.”

“As maiores características do tocador de pife é ser humilde e não entender nada de música. Faz por pura intuição e inspiração. Edmílson do Pífano, um dos maiores tocadores que eu conheço, me disse que fazia música no ônibus, quando viajava e via as músicas passando pela janela.”
(Veja o texto na íntegra)

edmilson-do-pafano-encarte

“Filho de uma família onde todos tocam pífano, ele se destaca por suas composições lindas e ingênuas, de grande valor musical e as vezes dificílimas de se tocar em tal instrumento” (Trecho do encarte)

edmilson-do-pafano-verso

Esse é o terceiro trabalho de Edmilson do Pífano, nascido em Lajedo – PE, gravado, produzido e mixado por Zé da Flauta. Eu tinha essa gravação desde o século passado, mas não tinha o CD original. Quem me apresentou esse som foi o Xeleléu, do Rio de Janeiro – RJ, aquele cujo lugar está garantido.

Edmilson do Pífano – Soprando no Canudinho
1997

01 – Forró de dois amigos (Edmilson do Pífano – Ratinho dos oito baixos)
02 – Forró em menor (Edmilson do Pífano)
03 – Arrasta pé no Asa Branca (Edmilson do Pífano)
04 – Xote gaucho (Edmilson do Pífano)
05 – Soprando no canudinho (Edmilson do Pífano)
06 – Forró na casa grande (Edmilson do Pífano)
07 – Ema chorosa (Edmilson do Pífano)
08 – Xaxado com o pé (Edmilson do Pífano)
09 – Marchinha das coroas (Edmilson do Pífano)
10 – Menina dengosa (Edmilson do Pífano)

Esse disco está fora de catálogo, para baixá-lo, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Xangai – Cantoria de festa

xangai-cantoria-de-festa-capa

Cantoria de Festa é o 12º álbum da carreira do Xangai, que é considerado o mais virtuoso dos cantadores de sua geração. O disco reúne diversos ritmos do interior e do nordeste, entre eles, forró, rastapé, xote, ligeira, baião, côco, galope e rojão.

Sua seleção de repertório visa homenagear algumas figuras carimbadas da nossa música regional, como Jackson do pandeiro, Déo do Baião, Jacinto Silva e Marinês, entre outros.Produzido por Mario de Aratanha e Xangai, direção musical e arranjos de João Omar e Xangai, Bandolim de Armandinho e sanfonas de Osvaldinho do acordeon.

Destaque para a música de abertura, “Nóis é jeca mais é jóia” de Juraildes da Luz, faixa que quase foi o título do disco, “Não é brincadeira” de Maciel Melo e para o pot-pourri “Buchada com Aruá – Pisa Manero” de Jacinto Silva e de Juvenal Lopes e Dilson Dória, respectivamente.

Xangai – Cantoria de Festa
1997 – Kuarup Discos

01 Nóis é Jeca mais é Joia (Juraildes da Cruz)
02 Vou de Tutano (Jackson do Pandeiro – José Cavalcante de Albuquerque)
03

  • Serra da Borborema (Agripino Aroeira)
  • Balanço da Sereia (Deo do Baião)
  • Quem casou, casou ! (Elias José Alves)

04 Não é Brincadeira (Maciel Melo)
05 Galope à Beira Mar Soletrado (Xangai – Ivanildo Villa Nova)
06 Meu Cariri (Rosil Cavalcanti – Dilu Melo)
07 Rei do Sertão (José Edison Dias)
08 Função (Elomar)
09 Clariô (Elomar)
10 Florzinha (Juraildes da Cruz – Braguinha Barroso)
11

  • Buchada com Aruá (Jacinto Silva)
  • Pisa Maneiro (Juvenal Lopes – Dilson Dória)

12 Qué qui tu tem Canário? (Xangai – Capinam)
13 Catingueira (Onildo Almeida – José Maria Assis)
14 Ai que Saudade de São João (Hélio Contreiras)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Zé Ramalho – 20 anos – Antologia acústica

za-ramalho-capa1

Esse álbum, composto por dois CDs, é como se fosse um resumo da carreira do Zé Ramalho, reunindo seus grandes sucessos até então, com arranjos acústicos, fato que mais me agrada. Dedico essa postagem ao camarada Bruno, do Rio de Janeiro – RJ.

za-ramalho-capa2

O bacana de se ter um exemplar original, desse álbum específicamente, é ter o encarte, com diversas fotos e imagens. E que conta, música a música, suas letras, a contextualização do momento em que foram compostas, seus significados, motivações e sobre o sucesso que atingiram, etc.

za-ramalho-foto3

Acima uma fotinho ampliada desse encarte, Zé tirando um som com o Dominguinhos, que gravou brilhantemente as sanfonas do disco. Cada música tem uma combinação diferente de músicos e arranjadores, entre eles, além do próprio Zé Ramalho, Robertinho do Recife e Geraldo Azevedo.

za-ramalho-foto2

Ouvi muito todos os sons desse disco, então não sei dizer ao certo que música mais me agrada, todas são muito boas, algumas são boas pra dançar e outras são só pra ouvir e tentar entender suas letras, bastante psicodélicas.

Zé Ramalho – 20 anos – Antologia acústica
1997 – BMG

Disco 01:

01 Avôhai (Zé Ramalho)
02 Chão de giz (Zé Ramalho)
03 Beira-mar (Zé Ramalho)
04 Vila do Sossego (Zé Ramalho)
05 Canção agalopada (Zé Ramalho)
06 A terceira lâmina (Zé Ramalho)
07 Eternas ondas (Zé Ramalho)
08 Garoto de aluguel (Zé Ramalho)
09 Táxi lunar (Alceu Valença – Geraldo Azevedo – Zé Ramalho)
10 Kryptônia(Zé Ramalho)

Disco 02

01 Frevo Mulher (Zé Ramalho)
02 Banquete de signos (Zé Ramalho)
03 Força verde (Zé Ramalho)
04 Admirável gado novo(Zé Ramalho)
05 Galope rasante (Zé Ramalho)
06 Bicho de 7 cabeças (Geraldo Azevedo – Zé Ramalho)
07 Mulher nova, bonita e carinhosa faz o homem gemer sem sentir dor (Otacílio Batista – Zé Ramalho)
08 Pepitas de fogo (Zé Ramalho)
09 Jardim das acácias II (Zé Ramalho)
10 Batendo na porta do céu [Knockinon’ heaven’s door] (B.Dylan)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Trio Sabiá – Trio Sabiá

trio-sabia-1997-trio-sabia-capa

Eu gostaria de poder dizer que esse é um dos melhores trabalhos do Trio Sabiá, de quem sou grande fã, mas isso seria uma incoerência, afinal a maioria dos discos lançados pelo trio é muito boa. Esse CD, em particular, me foi presenteado pelo próprio Tio Joca, em 1997.

Quase 10 anos depois, conseguimos ter acesso ao estoque do Magno, que participou da produção desse CD, entre outros títulos que publicaremos oportunamente aos finais de semana.

trio-sabia-1997-trio-sabia-lista

Direção musical do Trio Sabiá, arranjos do Tio Joca e do Trio Sabiá, gravado em São Paulo em 36 canais, participações especiais de Oswaldinho do acordeon e Cézar do acordeon, Lau tocando baixo e guitarra e Zézinho Pitoco na bateria. Gosto muito de todas as faixas, de tão bom, creio que esse disco merecia ter sido lançado em LP também.

Trio Sabiá – Trio Sabiá
1997

01 De coração virado (Miltinho Edilberto)
02 Bolinha de mim (Jorge de Altinho)
03 Você não soube me amar (Antônio José – João Silva)
04 Paixão louca (Gilvan Neves)
05 Saudade dói (Aluízio Cruz)
06 Amor querendo paz (Nequinha – Assis Lima)
07 No escuro é bem melhor (Trajano Menezes – Zito)
08 Amar – amar (Jorge de Altinho)
09 Garota (Raiumndinho do acordeon)
10 Sonho de vaqueiro (Manoel laurindo – José de Almeida)
11 Saudade (Manoel Fernandes – Tio Joca)
12 Não se solta mais balão (Osvaldo Aragão – Aluízio Cruz)
13 Salvação (Tônia Santos)
14 Forró de banda (Téo Azevedo)
15 Forró pra Jéfferson (instrumental) (Tio Joca)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Tom Zé e José Miguel Wisnik – Parabelo

“Parabelo” é a trilha sonora de um espetáculo do Grupo Corpo, fundado em Belo Horizonte – MG em 1975, a cada ano, eles lançam um novo espetáculo com nova coreografia e trilha. Este disco foi feito com apoio do Ministério da cultura, Pronac e Ministério das comunicações.

Esse trabalho reuniu Tom Zé, Antônio José Santana Martins, nascido em 11 de outubro de 1936 em Irará -BA, compositor, cantor, arranjador e ator, tendo participado ativamente da Tropicália nos anos 1960 e se tornado uma voz alternativa influente no cenário musical brasileiro. E José Miguel Wisnik, que é músico, compositor e professor de Literatura Brasileira na USP.

Mas o que isso está fazendo num blog de forró? Simples, é nesse CD que foi gravado um dos forrós que mais fez sucessos nas pistas paulistanas na virada do século. Destaque pra ela, “Xiquexique”, com sanfonas de Toninho Ferragutti e percussão de Marcos Suzano.

Tom Zé e José Miguel Wisnik – Parabelo
1997

01 Emerê (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
02 Emoremê (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
03 Assum branco (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
04 Baião velho (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
05 Uauá (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
06 Canudos (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
07 Bendegó (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
08 Cego com cego (Tom Zé – José Miguel Wisnik)
09 Xiquexique (Tom Zé – José Miguel Wisnik)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 3 4 5

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook