Coletânea – Respeita o forró

Frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Selo ASelo B

Uma bela reunião dos sanfoneiros e intérpretes que estavam em evidência na época.

Verso

Dessa coletânea participaram: Renato Leite, Caçulas do Baião, Zé do Peba, João Silva, Oswaldinho do Acordeon, Zenilton, Zé do Forró, Saraiva, Gerson da Sanfona, Severino Januário, Tony Martins e José Bettio.

Coletânea – Respeita o forró
1981 – Fermata

01 – Respeita o forró (Renato Leite) Renato Leite
02 – Saudade do cariri (Juarez major – Antonio Livino) Caçulas do Baião
03 – Forrozeiros (Zé do Peba) Zé do Peba
04 – Xaxadão do xililique (João Silva – J.B. de Aquino) João Silva
05 – Lamento nordestino (R. Stanganelli – Oswaldinho) Oswaldinho
06 – Todinha pra mim (R. Stanganelli – Francisco Barreto) Zenilton
07 –
Asa branca (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira) Zé do Forró
Mulher rendeira (D.P. arranjo: Zé do Forró) Zé do Forró
08 – Vassourinha (Matias da Rocha – Joana B. Ramos) Saraiva
09 – O xote das meninas (Luiz Gonzaga – Zé Dantas) Gerson da Sanfona
10 – Polquinha fogueteira (Severino Januário) Severino Januário
11 – Festa em recife (Tony Martins) Tony Martins
12 – Acordeon manhoso (Roberto Stanganelli) José Bettio

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Assando Milho – Vol.2 – As melhores músicas para quadrilha

capa p

Colaboração do João Gabriel, de Niterói – RJ

seloa pselob p

Esse é o volume dois da coletânea “Assando milho”, um especial para dançar as quadrilhas das festas juninas.

verso p

Um oito baixos bem tocado a gente aprecia muito, e para dançar um bom forrozinho o destaque fica para “Forró da véia Antonia” de Manoel Serafim e Oséas Lopes.

Assando Milho – Vol.2 – As melhores músicas para quadrilha
1981 – Itamaraty

01- Itatuba (Adolfinho)
02- Festa nordestina (Agenor Farias)
03- Bandinha do amor (Agenor Farias – Manoel Alves)
04- Veneno de Cobra (Adolfinho – Oscar Barbosa)
05- Quadrilha Alagoana (Cícero do Zabumba – José Astolpho)
06- Forró da véia Antonia (Manoel Serafim – Oséas Lopes)
07- Tocando com Amor (Luizinho)
08- Mamolengo (Adolfinho)
09- Piadinho de Pinto (Baú dos 8 Baixos – Reginaldo Lins)
10- Forró do velho Inácio (Cecéu)
11- Arrastão (Camarão – Juarez Santiago)
12- Cheirinho do Povo (Luizinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Nazaré Pereira – Olympia

capa

Gravado ao vivo no Olympia de Paris

seloaselod
selobseloc

Na França saiu em Álbum duplo e no Brasil na versão de 1 LP. Essa é a edição francesa.

verso

Destaque para “De Onde Vem O Baião” de Gilberto Gil.

Nazaré Pereira – Olympia
1981 – RCA Cezame

01. Baião (Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira)
02. Saudade da Bahia (Dorival Caymmi)
03. Riacho do Navio (Luiz Gonzaga / Zé Dantas)
04. Assum Preto (Luiz Gonzaga / Humberto Teixeira)
05. Rolinha (Waldemar Henrique)
06. Carimbó do Dó (Tradicional / Vrs. Nazaré Pereira)
07. O Chero da Carolina (Amorim Roxo / Zé Gonzaga)
08. Antonico (Ismael Silva)
09. Xerém (Nazaré Pereira / Francisco de Oliveira)
10. Cirandando (Nazaré Pereira / Coaty de Oliveira)
11. De Onde Vem O Baião (Gilberto Gil)
12. Sodade, Meu Bem, Sodade (Zé do Norte)
13. Cristina (Nazaré Pereira / Coaty de Oliveira)
14. Bahia (Antônio Carlos Pinto / Jocafi)
15. Anda Luzia (João de Barro)
16. Salada (Batucada) (Nazaré Pereira / Coaty de Oliveira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Nazaré Pereira – Caixa de Sol

capa

Colaboração do Arlindo

seloaselob

Assim como os anteriores, esse disco foi gravado na França, com o nome de ‘Boite A Soleil’, pela gravadora Cezame.

verso

A música que se destacou na época foi “Acre doce”, parceria de Nazaré Pereira com Luiz Gonzaga.

Nazaré Pereira – Caixa de Sol
1981 – RCA

01 Caixa de sol (Nazaré Pereira )
02 Acre doce (Nazaré Pereira , L. Gonzaga)
03 Espírito Santo (Folclore, Nazaré Pereira )
04 Rio Jereré (Folclore, Nazaré Pereira )
05 Coco louco (Nazaré Pereira )
06 Moitará (A. Galdino, A. Oliveira)
07 Pombo correio (Dodô, Osmar Macedo, Moraes Moreira)
08 Maculelê (Nazaré Pereira , Coaty de Oliveira)
09 Pinguinho d’água (Nazaré Pereira , A. Gondin)
10 Nazalda (Nazaré Pereira , A. Gondin)
11 Chuá chuá (Ary Pavão, Pedro Sá Pereira)
12 Aboio do sertão (Nazaré Pereira , N. de Oliveira)
13 Seu Luiz (Nazaré Pereira )
14 En comptant les moutons (Frederic Leibovitz, Nazaré Pereira , J. M. Gallois, Montbrun)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Nilo Cearense – Falando bem do Sertão

Falando bem do Sertao - frente

Colaboração do sergipano Everaldo Santana

Falando bem do Sertao - selo AFalando bem do Sertao - selo B

“Nilo Cearense nasceu em Araçoiaba, no estado do Ceará, no dia 26 de outubro de 1937. Em São Paulo trabalhou como Mecânico de Automóveis e conheceu o Pedro Sertanejo através dessa profissão, passando a fazer manutenção nos veículos da Gravadora Cantagalo de propriedade do Pedro Sertanejo.

Falando bem do Sertao - verso

Nilo Cearense tocou Sanfona no Forró da Catumbí do Pedro Sertanejo durante 20 anos; iniciou em 1978 até o fechamento do salão no ano de 1998. O Nilo tem 5 vinís gravados fora algumas participações em discos de outros artistas. Atualmente o Nilo está aposentado e vive em São Miguel Paulista na Grande São Paulo.”

Nilo Cearense – Falando bem do Sertão
1981 – RN

01. Nasci Pra Ser Vaqueiro (Nilo Cearense)
02. Falando Bem do Sertão (Nilo Cearense / Dario de Oliveira)
03. Homenagem a Humberto Teixeira (Nilo Cearense)
04. Motorista Engraxado (Nilo Cearense)
05. Quero Assar Milho Verde (Nilo Cearense)
06. Vai Trabalhar Zé (Nilo Cearense)
07. Eu Sinto Saudade (Nilo Cearense / Zamba)
08. Eu Só Queria Entender (Nilo Cearense)
09. Rei do Sertão (Nilo Cearense)
10. Está Numa Boa (Nilo Cearense / Castanheiro)
11. Na Fogueira (Nilo Cearense)
12. Sanfona Carinhosa (Nilo Cearense / Dario de Oliveira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Alceu Valença – Cinco Sentidos

capa

Colaboração do João Gabriel, de Niteroi – RJ

foto

seloaselob

A partir desse disco a carreira do Alceu despontou no cenário nacional, vendeu cerca de 150 mil cópias na época. Gravado em 24 canais no Rio de Janeiro – RJ.

verso

Destaque para “Cabelo no Pente” de Alceu Valença e Vicente Barreto.

Alceu Valença – Cinco Sentidos
1981 – Ariola

01. Quando Eu Olho Para o Mar (Alceu Valença)
02. Cabelo no Pente (Alceu Valença / Vicente Barreto)
03. Fé na Perua (Zé da Flauta / Alceu Valença)
04. Guerreiro (Alceu Valença)
05. Arreio de Prata (Tito Lívio / Rodolfo Aureliano)
06. Cinco Sentidos (Alceu Valença)
07. Tirana (Vicente Barreto / Alceu Valença)
08. Porto da Saudade (Alceu Valença)
09. Seixo Miúdo (Alceu Valença)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Manoel Maurício – Começou a Quadrilha

Capa

Colaboração do Claudio Cordeiro, de Recife – PE

Contracapa

“Disse-me o cantor Walmir Silva, de Caruaru, que MANOEL MAURÍCIO tinha jeito próprio de tocar e diferente dos demais sanfoneiros.

Embora ele fosse daqui de Pernambuco, precisamente de Belo Jardim, eu não tive chance de assisti-lo ao vivo. Mas, todos os relatos que escuto ou leio trazem a informação de que ele era muito bom na sua sanfoninha de 8 baixos e os seus discos dão um testemunho inquestionável.

Não por acaso, Dominguinhos lhe homenageou com a música “Puxa e encolhe”, gravada no disco “Veredas Nordestinas”, em 1989. Trata-se de um belo arrasta-pé instrumental, com a participação de Genival Lacerda e suas conhecidas brincadeiras.

Acredito que este disco, gravado em 1981, seja um dos últimos de Manoel Maurício. Há poucos dias li mensagem aqui no blog, postada em 18/10/2012, pelo seguidor Tiago, lamentando a ausência deste disco. Destaco o xote BONANÇA EM TAPERA, de autoria do Galego da Tapera, outro baita sanfoneiro que conheci bem de perto nos anos 70 e 80, na minha juventude de forrozeiro em Sanharó, especialmente no Forró de Antônio Bem, zona rural do município. ”

Manoel Maurício – Começou a Quadrilha
1981 – Cactus

01 – Começou a Quadrilha (Manoel Maurício)
02 – Fortunato no forró (Manoel Maurício)
03 – Vai quem pode (Manoel Maurício – Walmir Silva)
04 – Arrasta-pé em Panelas (Manoel Maurício)
05 – Forró em Tracunhaém (Manoel Maurício)
06 – Bonança em Tapera (Galego de Tapera)
07 – Juca Pitanga (Manoel Maurício)
08 – Roça queimada (Manoel Maurício)
09 – Pinicadinho (Manoel Maurício)
10 – Cachimbo apagado (Manoel Maurício)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Toco Preto – Chora cavaquinho

Um disco irretocável do Toco Preto.

Choros e músicas conhecidas da MPB soladas no cavaquinho, com um belo acompanhamento de um regional.

Destaque para “Lamentos” de Pixinguinha.

Toco Preto – Chora cavaquinho
1981 – CID

01. Urubu Malandro (Louro / João de Barro)
02. Lamentos (Pixinguinha)
03. Dinheiro na Mão (Paulinho da Viola)
04. Pra Você Não Ir Embora (Benito Di Paula)
05. Sobe e Desce (Waldir Azevedo)
06. Palhoção (Toco Preto / Geraldo Barbosa)
07. Proposta (Roberto Carlos / Erasmo Carlos)
08. Crítica (Cyro Aguiar)
09. Andando de Banda (Rildo Hora / Sérgio Cabral)
10. Maré Mansa (Martinho da Vila / Paulinho da Viola)
11. Ligue Ligue (Toco Preto / Jorge Pepé)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Juberlino – Lembrança de Taperoá

Colaboração do DJ Vinny, de Belo Horizonte – MG

Direção artística de Pedro Sertanejo e arranjos de Oswaldinho do Acordeon.

Destaque para “Forró do Zebedeu” de Juberlino Martins e Paulo Galeni.

Juberlino – Lembrança de Taperoá
1981 – RN Discos

01. Saudade Forte (Sandy Celeste / Juberlino Martins / Marcelino José)
02. Forró do Zebedeu (Juberlino Martins / Paulo Galeni)
03. Lembrança de Teperoá (Juberlino Martins / Carminha Basílio)
04. Padre Cícero (Tim Maia / Cassiano)
05. Estou no Seguro (Durval Vieira / Jorge Paulo)
06. Você Hoje Esta Tão Linda (José Carlos / Juberlino Martins)
07. Rainha do Baião (Edgar Ferreira)
08. Serenou (Braga Neto)
09. Deixe Nega (Durval Vieira / Martins Levino)
10. Paquera (Juberlino Martins)
11. Viva o Amor (José Carlos / Juberlino Martins)
12. Não Me Deixa (Juberlino Martins / Antônio Cardoso)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Pe duro e seu 8 baixos – Machucando o 8 baixos

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Esse disco já havia sido disponibilizado aqui no Blog, numa coletânea em CD que reunia dois discos.

Acompanhamento de Toco Preto no cavaco e Castanheiro no zabumba.

Pe duro e seu 8 baixos – Machucando o 8 baixos
1981 – Região

01. Pinga Suor (Pé Duro dos 8 Baixos)
02. Aquele de Sempre (Pé Duro dos 8 Baixos)
03. Êta Ferro (Pé Duro dos 8 Baixos / Jorge Paulo)
04. Forró no Brás (Toninho Ribeiro / Chiquinho de Queiroz)
05. Amanhecer do Dia (Pé Duro dos 8 Baixos)
06. Machucando o 8 Baixos (Baú dos 8 Baixos / Toninho Ribeiro)
07. Esquenta Forró (Pé Duro dos 8 Baixos / Joilson)
08. Deixe de Besteira (Zé Benício / Erasmo)
09. Merengão (Toninho Ribeiro)
10. Palhoção (Ormindo Fontes “Toco Preto” / Geraldo Barbosa)
11. Camaçari (Pé Duro dos 8 Baixos / André Araújo)
12. Pé Duro no Forró (Pé Duro dos 8 Baixos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 4 10

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook