post image

Luiz Gonzaga – O Nordeste na Voz de Luiz Gonzaga

O áudio é uma colaboração do Arlindo, as capas são minhas.

Embora tenha sido lançada originalmente em 1962, já é uma coletânea dos grandes sucessos anteriormente gravados nos 78 RPM. Os selos acima são de um re-lançamento.

Já tínhamos publicado a mesma coletânea, mas com 04 faixas a menos, foi o 08 polegadas com 08 faixas e mesmo nome dessa.

Luiz Gonzaga – O Nordeste na Voz de Luiz Gonzaga
1962 – RCA

01 Paraíba (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
02 Respeita Januário (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
03 Saudade de Pernambuco (Salvador Miceli, Sebastião Rosendo)
04 Assum preto (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
05 Calango da lacraia (J. Portela)
06 Cigarro de paia (Klécius Caldas, Armando Cavalcante)
07 ABC do sertão (Luiz Gonzaga, Zé Dantas)
08 Acauã (Zé Dantas)
09 Asa branca (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
10 Derramaro o gai (Luiz Gonzaga, Zé Dantas)
11 No meu pé de serra (Luiz Gonzaga, Humberto Teixeira)
12 A moda da mula preta (Raul Torres)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Moura Junior – Oooooxênte

Colaboração do André Silva, de São Paulo – SP.

“…minhas musicas preferidas são ‘Baião da Carta’, ‘Espera Maria’ e ‘Colo de Maria’, é quase impossivel ouvi-las e ficar parado sem dançar.

Esse é o único LP cantado em forró desse artista, existe um outro disco dele, só que é meio samba com bossa nova !!!

O interessante desse artista é que ele não tem uma voz igual aos dos outros cantores de forró, a voz dele é meio de bossa nova, que é muito parecida com a de Paulo Tito…”

Moura Junior – Oooooxênte
1962 – Philips

01. Seu Dureza (Manezinho Araújo / Catulo de Paula)
02. Cowboy do Ceará (Catulo de Paula)
03. Tira o Cavalo da Chuva (Manezinho Araújo)
04. Espera Maria (Luiz Bandeira / Alberto Lopes)
05. Por Que Cargas D’água (Manezinho Araújo)
06. Mariazinha (Manezinho Araújo)
07. Baião da Carta (Catulo de Paula / Fernando Lopes)
08. Eu Sou de Menor (Catulo de Paula / Chico Anísio)
09. O Colo de Maria (João Mello)
10. O Mundo Só É Bom Assim (Buco do Pandeiro / Zé Araújo)
11. Nordeste da Peste (Moura Júnior / Zé Araújo)
12. Os Olhos da Cabocla (Catulo de Paula)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Noca do Acordeon – Rio quatrocentão

Colaboração do Wladimir.

Disco originalmente publicado no Blog Acervo Orígens.

“Filho de peixe é peixinho – diz o ditado popular.
E aqui está mais uma prova da sabedoria do povo, com este personalíssimo tocador de sanfona que é o nosso NOCA DO ACORDEON.

Filho de um veterano sanfoneiro de 8 baixos, Noca nasceu ouvindo o som do fole e com 12 anos já sabia tocar sanfona, isto ainda na sua cidade natal, em Jequié, na Bahia.

Ganhou, então, de seu pai o primeiro acordeon e dois anos depois se aventurava na estrada, rumo a Brasília, onde se apresentou nas primeiras casas de espetáculo ali instaladas – na capital que nascia junto com as esperanças dêsse jovem, então com apenas 19 anos.

A alma intranquila de Noca e o desejo de conquistar o sucesso trouxe-o de roldão para o Rio de Janeiro e aqui se iniciou no rádio, tocando seu acordeon caipira na já então famosa Hora Sertaneja do Coronel Narcizinho, na Rádio Mayrink Veiga.

A convite de Leonel Cruz – que podemos considerar seu descobridor – participou de um LP, executando 2 faixas e logo se destacou pois, em 78 lançado com aproveitamento dessas duas faixas, veio a encontrar o caminho do sucesso que, agora, com este LP, certamente lhe será mais fácil.

Ouçam, pois, o Noca que se projetou com “Baião da Saudade” e que hoje com muito mais desembaraço, personalidade e traquejo, nos brinda com um recital de acordeon, numa seleção que compreende 7 números típicos do Norte (3 baiões, 3 choros e 1 forró), 2 boleros, 1 tango, 1 valsa e 1 dobrado, este o número de abertura e que deu título ao LP.”

* Texto da contra-capa do LP

Noca do Acordeon – Rio quatrocentão
1962 – Continental

01. Rio quatrocentão (Noca do Acordeon)
02. Céu de Belém (Noca do Acordeon / J. Pires)
03. Saltando na brasa (Noca do Acordeon / Sertãozinho)
04. Flor do vale (Noca do Acordeon / Luiz Mergulhão)
05. Xamego de baiano (Geraldo Nunes / Leonel Cruz)
06. Original (Leonel Cruz / Ary Coutinho)
07. Baião da esperança (Noca do Acordeon / Leonel Cruz)
08. Pertinho do céu (Noca do Acordeon)
09. O Rei da noite (Noca do Acordeon)
10. Rita (Noca do Acordeon)
11. Lágrima sentida (Noca do Acordeon)
12. Brincando com os dedos (Lúcio Sampaio / Coronel Narcizinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Gerson Filho – No forró

Colaboração do José de Sousa, de Guarabira – PB

Mais um raro disco do Gerson Filho. O disco é todo instrumental, apenas com duas músicas cantadas por Keila Vidigal, são elas: “Forró de Galigá” de autoria de Penedo; e “O pio da acauã” de Miguel Lima e Orlando Villa.

Gerson Filho – No forró
1962 – RCA Victor

01. Forró de Galigá (Penedo)
02. Achei o peba (Oliveira Batista / Antônio Soares)
03. O choro do louro (Orlando Villa / Arino Nunes)
04. Sou feliz (Cícero Torres / João Barone)
05. Viva o rei (Assis Barros)
06. Mazurca do Propriá (Ari Monteiro)
07. Chora na rampa (Adão Ferreira / Penedo)
08. Leva eu (Yanno / Orlando Villa)
09. Forró em Acaraú (Aguiar Filho / João Barone)
10. Xoteando (Aguiar Filho)
11. Comida braba (Orlando Villa / Diógenes Lima)
12. O pio da acauã (Miguel Lima / Orlando Villa)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Severino Januário – Pagode bom

Colaboração do José de Sousa, de Guarabira – PB

Um raríssimo disco do Severino Januário.

A maioria das faixas é instrumental, com excessão de “Pagode bom” de Miguel Lima e Laesse Miranda; e “Porto Novo” de Severino Januário.

Severino Januário – Pagode bom
1962 – RCA Victor

01. Pagode bom (Miguel Lima / Laesse Miranda)
02. Serra Talhada (Severino Januário / Luiz Gonzaga)
03. Palmares (João Barone)
04. Carapina (Luiz Gonzaga / Severino Januário)
05. Porto Novo (Severino Januário)
06. Cabrobó (Severino Januário)
07. Sabiá do sertão (Severino Januário / Miguel Lima)
08. Zé Miúdo (Severino Januário)
09. O lobisomem (Miguel Lima / João Barone)
10. Forró em Tacaratu (Severino Januário)
11. Baianinho (João Silva)
12. Casaca de couro (Severino Januário)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Jackson do Pandeiro – É batucada

Colaboração do DJ Cris, de São Paulo – SP

“Neste LP, onde um programa completo de batucadas está inserido, vamos encontrar uma das figuras mais importantes da música popular do Brasil: Jackson do Pandeiro. Em se falando de ritmo, nada mais indicado do que citarmos Jackson.

Seu acurado senso rítmico, sua notável capacidade de interpretar, com a letra distribuida dentro da divisão marcada do ritmo, bem como sua extraordinária musicalidade, capacitam-no, sem dúvida, a estrelar este disco, onde a palavra de ordem é ritmo.” (Trecho extraído da contra capa)

…é batucada! – com Jackson do Pandeiro, Almira e o ritmo empolgante dos “Reis da batucada”, direção artística de Armando Pittigliani, destaque para “Samba do ziriguidum” de Luiz Bittencourt e Jadir de Castro.

Jackson do Pandeiro – É batucada
1962 – Philips

01. Samba do ziriguidum (Luiz Bittencourt / Jadir de Castro)
02. Saia rôta (Riachão)
03. Entra na roda (Colombo)
04. O pau rolou (Édson Menezes / José Batista / Jackson do Pandeiro)
05. Não vou chorar (Maruim / Oscar Moss)
06. Jacaré bebeu (B. da Silva / A. de Jesus / Jackson do Pandeiro)
07. Queima de Judas (Riachão)
08. A onda passou (Luiz Guilherme / Jackson do Pandeiro)
09. O samba melhorou (B. da Silva / Arthur Montenegro / Jackson do Pandeiro)
10. É de lei (Agenor Lourenço / William Duba)
11. A cadeira do rei (J. Espírito Santo / Pafúncio)
12. Vai levando (Jackson do Pandeiro / Maruim)
13. O morro cai (Raimundo Evangelista / Antônio Barros)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zé Gonzaga – Um pedacinho do nordeste

za-gonzaga-1974-um-pedacinho-do-nordeste-capa

Um LP lançado pelo sanfoneiro, compositor e cantor Zé Gonzaga, irmão de Luiz Gonzaga, em 1962. No caso esse exemplar é um relançamento pelo selo Beverly do ano de 1974.

José Januário Gonzaga do Nascimento, nascido em Novo Exu – PE, em 15/01/1921, é considerado um dos maiores sanfoneiros da história da música nordestina.

za-gonzaga-1974-um-pedacinho-do-nordeste-selo-aza-gonzaga-1974-um-pedacinho-do-nordeste-selo-b

“No início dos anos 50, Zé Gonzaga arregimentou dois operários nordestinos que davam murro em ponta de faca na cidade de São Paulo. A um, servente de pedreiro, ensinou a tocar zabumba e botou-lhe o apelido de ZÉ MINHOCA; ao outro, capoteiro, ensinou a tocar triângulo e pôs-lhe o apelido de PASSINHO. Formado o conjunto, saíram a fazer sucesso pelo Brasil até o final da década, e pelo exterior, em projeto cultural de Assis Chateaubriand. Falarei, agora, um pouco desses dois exímios coadjuvantes, que também o secundavam na parte coral.” (Extraído do blog Besta fubana)

za-gonzaga-1974-um-pedacinho-do-nordeste-verso

Destaque para o baião “Chorei sim” de Zé Gonzaga e para o xote “Sogra bronqueada” de S. Ramos e José Batista. Somente a última faixa é instrumental.

Zé Gonzaga – Um pedacinho do nordeste
1962 – Copacabana

01. Adeus São João (Zé Gonzaga / Menezes Veiga)
02. Chorei sim (Zé Gonzaga)
03. Sogra bronqueada (S. Ramos / José Batista)
04. O sertanejo (Aguiar Filho / João Silva)
05. Vendedor de camarão (Zé Gonzaga / Menezes Veiga)
06. As coisas boas que eu tenho (Altamiro Carrilho / Irany de Oliveira)
07. Bulandeira (Zé Gonzaga)
08. Ai amor (S. Ramos / José Batista)
09. Não troco minha mulher (Ari Monteiro / Amado Regis)
10. Dançando com Andréia (Augusto Mesquita)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Zé Calixto – Forró em 8 baixos

za-calixto-1962-forra-em-8-baixos-capa

Depois de ficar aqui me maravilhando com todas as contribuições de Lourenço Molla com os discos de Zé Calixto, acho que chegou a minha hora de dar uma modesta colaboração para a coleção do Zé Calixto aqui no blog. Segundo informações que tive esse se trata do terceiro disco lançado pelo artista.

za-calixto-1962-forra-em-8-baixos-selo-aza-calixto-1962-forra-em-8-baixos-selo-b

“Este é o seu terceiro microssulco para a Philips em pouco mais de um ano de contrato com a gravadora. Demonstração inequívoca de que o alegre sanfoneiro conseguiu grangear rapidamente a simpatia do público discófilo brasileiro.
Aqui está um punhado de melodias bem Brasil…
Há de tudo: forró, xotes, toada, quadrilha, rojão, samba e até a valsinha tipicamente seresta, numa interpretação legítima, vestidas de acompanhamentos a caráter.” (Trecho extraído da contra capa)

contracapa

Curiosamente a autorias das composições só foi descrita nos selos do disco. Um disco todo instrumental, ou solado, como os músicos gostam de definir. Um LP histórico, com belas melodias, arranjos simples porém completos e acompanhamento impecável.

Zé Calixto – Forró em 8 baixos
1962 – Philips

01. Oito baixos no frevo Nº 3 (Zé Calixto)
02. Zé Calixto do Fagundes (Otávio Filho)
03. Comparando às estrelas (João Batista dos Santos – Zé Calixto)
04. Tem pimenta no salão (Zé Calixto – Ataíde Pereira)
05. Pequeno operário (Ataíde Pereira – Aquilino Quintanilha)
06. Velhos tempos (Orlando Villa – Aguiar Filho)
07. Saudades do Seu Dideu (Zé Calixto – Flora Matos)
08. Teimoso (Otávio Filho)
09. Minha canção (Luiz de França)
10. Na casa do Clementino (Zé Calixto – José Batista)
11. Rebolado da Chiquinha (Ataíde Pereira – Zé Calixto)
12. Beco da facada (Zé Calixto – Rosil Cavalvcanti)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Abdias – Festa com oito baixos

abdias_frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB. Mais um raríssimo LP que o Lourenço desenterrou.

abdias_festa-com-8-baixos_aabdias_festa-com-8-baixos_b

Ao que tudo indica, esse é o segundo LP do Abdias e o último lançado pela Columbia. A partir dai, Abdias passaria a gravar pela CBS.

abdias_verso

Quatro dessas músicas foram lançadas também em 78 RPM, são elas “Carraspana” de Reginaldo Alves, “Catingueira” de João Silva e Oliveira Batista, “Ramalho no frevo” de Arnobio Araújo e “Chique chique” de Reginaldo Alves. Pra quem não sabe, Reginaldo Alves é o Camarão.

Abdias – Festa com oito baixos
1962 – Columbia

#01. Forró de Chico Gato (Abdias Filho)
#02. Carraspana (Reginaldo Alves)
#03. Riacho escuro (Abdias Filho)
#04. Camondongo (Waldir Azevedo)
#05. Catingueira (João Silva – Oliveira Batista)
#06. Um chorinho diferente (El Gaúcho)
#07. Ramalho no frevo (Arnobio Araújo)
#08. Ensaio de São João (Abdias Filho)
#09. Macambira (Orlando Villa)
#10. Garimpeiro (Abdias Filho)
#11. Chique chique (Reginaldo Alves)
#12. Arraiá da Serra Grande (Abdias Filho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Abdias – O fabuloso Abdias

abdias_frente

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB. A partir de hoje publicaremos semanalmente um álbum do Abdias.

abdias_o-fabuloso_aabdias_o-fabuloso_b

Esse resgate só será possível graças a ajuda de dois dos nossos colaboradores, o Lourenço e o Everaldo, que também nos mandou alguns álbuns do mestre dos oito baixos.

abdias-1971-forrodoperap-484-capa

Esse disco seria re-lançado em 1971 com outro nome, “O forró do pé rapado”, vejam a capa acima. Curiosamente nós conhecíamos apenas o re-lançamento, e já achavamos a capa muito boa, porém, as originais são mais bonitas ainda, com menos coisas escritas e a mesma bela foto.

abdias_verso

“Aqui está algo muito convincente em matéria de música regional. Apresentada em toda sua beleza natural, bem ao sabor daqueles que apreciam a arte simples e espontânea, por um artista de enorme capacidade comunicativa, dominando inteiramente seu instrumento e conseguindo tocar, de maneira pura e atraente, os ritmos mais diversos que caracterizam a música de sua terra natal.” (Trecho extraído da contra capa)

Abdias – O fabuloso Abdias
1962 – CBS

#01. Forró do pé rapado (Abdias Filho)
#02. Forró em Mapirunga (Abdias Filho)
#03. Bom dia sertão (Abdias Filho)
#04. Zé tempero (Abdias Filho)
#05. Chorão (Luiz Gonzaga)
#06. Apanhei-te cavaquinho (Ernesto Nazareth)
#07. Abdias no frêvo (Abdias Filho)
#08. Oito baixos e sete cordas (João Silva – K. Boclinho)
#09. Forguedo de Viano (Abdias Filho)
#10. Bode chiné (Abdias Filho)
#11. O cachorro (Francisco Abdias)
#12. Ô mané (João Silva – K. Boclinho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook