Elba Ramalho – O grande forró de Elba Ramalho

Elba Maria Nunes Ramalho nasceu em 17 de agosto de 1951, em Conceição do Piancó, cidade do interior da Paraíba. Chegou ao Rio de Janeiro em 1974 e gravou seu primeiro álbum em 1979, o LP Ave de Prata, editado pela CBS.

Elba foi responsável por manter o forró na boca do povo, mesclando-o em seus discos com músicas as românticas e afins, afinal sempre esteve no cast de grandes gravadoras (CBS, Ariola e BMG) , usando seu espaço na mídia pra tentar fomentar o forró.

Um forró pé-de-serra com um acento um pouco mais pop, para atingir a massa, mas sem perder o sotaque da sanfona, de qualquer forma, um forró pra frente, muito bom pra se dançar.

Em seus discos, em geral, sempre tem alguns forrós, arrasta-pés, baiões, xotes e xaxados, porém essa coletânea reúne alguns dos melhores gravados pela Elba, regravações de Marinês, Dominguinhos, Luiz Gonzaga e dos 3 do nordeste, destaque para ‘Não Sonho Mais’, de Chico Buarque, gravada originalmente no seu primeiro LP.

Elba Ramalho – O grande forró de Elba Ramalho
1993 – Polydor

01. Eu quero meu amor (Assisão)
02. Bate coração (Cecéu)
03. Do jeito que e gente gosta (Severo – Jaguar)
04. Ai que saudade de ôce (Vital Farias)
05. Não sonho mais (Chico Buarque)
06. Roendo unha (Luiz Ramalho – Luiz Gonzaga)
07. São João na estrada (Moraes Moreira)
08. Chegadinho (Assisão)
09. Toque de fole (Bastinho Calixto – Ana Paula)
10. Amor com café (Cecéu)
11. Jogo de cintura (Nando Cordel)
12. Forró temperado (Cecéu)
13. Remexer (Luiz Caldas – Carlinhos Brown)
14. Agarradinho com você (Nando Cordel)

Para baixar esse disco, clique aqui

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

3 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook