Dominguinhos – Nas Quebradas do Sertão

O áudio é uma colaboração do Arlindo, as capas são minhas.

Mais um belíssimo álbum do Dominguinhos.

Arranjos de Heraldo do Monte, destaque para “Forrozeiro Apaixonado” de João Gonçalves.

Dominguinhos – Nas Quebradas do Sertão
1994 – Continental

01. Tô Berando (João Silva / Zé Mocó)
02. Esse Brasil É Meu (Antônio Barros / Cecéu)
03. Eu Sou do Mundo (Dominguinhos / Climério)
04. Um Minuto É Muito Tempo (Nando Cordel / Dominguinhos)
05. Forrozeiro Apaixonado (João Gonçalves)
06. Não Esqueça a Rapadura Tchê (Hermeto Pascoal)
07. Nem Me Deu Bola (João Silva / Zé Mocó)
08. Quem Foi Que Viu (Dominguinhos / Oliveira)
09. Forró Reveillon (Zezum)
10. Casa, Comida E Paixão (Dominguinhos / Fausto Nilo)
11. Brincadeiras de Rua (Dominguinhos / Carlos Alberto)
12. A Moça do Metrô (M. Raide / Dominguinhos)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

2 comments

  • Igor Maxwel

    Meus favoritos discos do mestre Dominguinhos são, a maioria lançados pela BMG Brasil: “Quem me Levará sou Eu” de 1980; “Querubim” de 1981; “Simplicidade” de 1982; “Isso Aqui tá Bom Demais” disco que do qual eu gosto muito, de 1985; “Gostoso Demais” outro clássico do mestre, lançado em 1986; e “Seu Domingos” de 1987. Das outras gravadoras em que ele participou depois da BMG eu gosto de alguns: “Simples Como a Vida” de 1988; “Nas Quebradas do Sertão” de 1994; e “É Tradição” de 1995, ambos lançados pela Continental / Warner Music; “Lembrando de Você” de 2001 e “Chegando de Mansinho” de 2002, ambos lançados pela Velas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook