CD – Chico Mota – Empregada doméstica

Colaboração do Vinimax, do Rio de Janeiro – RJ.

“Chico Mota fazia parte da banda que acompanhava Jackson do Pandeiro, depois de muitos anos, Chico Mota foi resgatado para o forró através do amigo e produtor musical Marcos Macambira, que produziu os seus dois últimos CDs.”

No arquivo tem quatro músicas a mais, que não são citadas no encarte, são as últimas da lista, músicas que ele gravou em 1975 e 1976, junto com Jackson do Pandeiro, nas coletâneas ‘A tuba da muié’ e ‘Multirão’.

Participações especiais de Zé Calixto, na faixa “De pé no chão” de Narcizinho, Bras Marques e Jackson do Pandeiro; e de Severo do Acordeon, nas faixas “Competente demais” de Elias Soares e “A mulher que virou homem” de Jackson do Pandeiro e Elias Soares.

Chico Mota – Empregada doméstica
2009

01-Empregada doméstica (João Gonçalves – J. Batista Filho)
02-Minha linda Maranhanse (João Gonçalves)
03-Cajueiro (Jackson do Pandeiro – Raimundo Baiama)
04-Tertulina (Elias Soares – Sebastião)
05-Aqui têm (Chico Mota – Cerlando)
06-Competente demais (Elias Soares)
07-Não despreze teu coroa (Severino Ramos – Genival Lacerda)
08-O Zeca se deu mal (João Gonçalves)
09-O gosto do amor (João Gonçalves)
10-Ingazeiro velho (Chico Mota – Macambira)
11-Amor de mãe (João Gonçalves – J. Batista Filho)
12-A mulher que virou homem (Jackson do Pandeiro – Elias Soares)
13-De pé no chão (Narcizinho – Bras Marques – Jackson do Pandeiro)
14-A saga de Chico Mota (Chico Mota)

15-Trabalha Zé (J. Cavalcante)
16-Céu estrelado (Coelho Neto)
17-O caqueado (Mourão)
18-A fogueira do coroné (Alventino Cavalcanti / José Gomes Filho)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Os 3 do nordeste – Meu xodó

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Um raro CD, esse é um dos dois discos gravados com o vocal de Assum Preto, a formação nessa época era Parafuso, Assum Preto e Dida.

Os 3 do nordeste – Meu xodó
1997 – For All

01 Paixão recolhida (Agamenon – Assum Preto)
02 Desejo de amar (Ajalmar Maia – Assum Preto)
03 A bicharada (Parafuso – Lisete)
04 Asas da paixão (Alves)
05 Caruaru tradição (Gilvan Neves – Josely Portela)
06 Pela mesma porta (Jota Santos – Lisete)
07 A tua boca (Germano Borborema – Assum Preto)
08 Me sentindo só (Assum Preto – Asa Branca – Rosa Fortunato)
09 Xote nota mil (José Moyses – Sandro Mangueira – Parafuso)
10 Paixão e forró (Zuza – Assum Preto)
11 Agora quem não quer sou eu (Jota Amaral)
12 Meu xodó (Anastácio de Oliveira – Parafuso)
13 O amor é você (Ajalmar Maia – Parafuso)
14 Gostoso feito mel (Anastácio de Oliveira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Sivuca – Pau Doido

Colaboração do Arlindo, as capas são minhas.

Sivuca (Sanfona), Toni Dias (Contrabaixo), João Lyra (Violão, Viola, Guitarra) e Fernando Pereira (Bateria)

Maravilhoso trabalho do Sivuca, seu melhor trabalho, segundo ele mesmo. Destaque para “Fuga pro nordeste” de Dominguinhos; “Um Tom para Jobim” de Sivuca e Oswaldinho do Acordeon; “Forró na Penha” de João Lyra e Adelmo Arcoverde; e para “Forró em Timbauba” de Dominguinhos e Guadalupe.

Sivuca – Pau Doido
1992 – Kuarup

01. Pau doido (João Lyra)
02. Fuga pro nordeste (Dominguinhos)
03. Riacho seco (João Lyra / Maurício Carrilho)
04. Seu Tenório (Cláudio Guimarães)
05. Deixe o breque pra mim (Altamiro Carrilho)
06. Um Tom para Jobim (Sivuca / Oswaldinho do Acordeon)
07. Forró na Penha (João Lyra / Adelmo Arcoverde)
08. Mergulho (Glória Gadelha / Afonso Gadelha)
09. Forró em Timbauba (Dominguinhos / Guadalupe)
10. Canção piazzollada (Sivuca / Glória Gadelha)
11. Jazz tupiniquim (Sivuca / Glória Gadelha)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

Quer ganhar o novo CD “A vida vai” da banda Bicho de pé?

É com um enorme prazer que o Forró em Vinil vem em parceria com a banda Bicho de Pé sortear 5 CDs “A vida vai”, o mais novo trabalho desta banda.

Para participar basta acessar o link abaixo que o redirecionará diretamente para a página da promoção no Facebook, onde será realizado o sorteio.

Página Forró em Vinil no Facebook

post image

Pedro Sertanejo – O bom Baiano

Colaboração do sergipano Everaldo Santana

O disco é na sua maior parte instrumental, com participação de Castanheiro cantando nas faixas “Devolva o amor” de José Cavalcanti e Castanheiro; e “Senhora dona da casa” de Alexandre Alves e Pedro Sertanejo.

Direção de produção de Milton José, participação de Zenilton no coro da música “Marilú” de José Carlos e Zenilton.

Pedro Sertanejo – O bom Baiano
1976 – Musicolor

01 – Chapéu furado (Pedro Sertanejo – Ulisses Silva)
02 – Santo reis (Raimundo Monte Santo – Oswaldinho)
03 – Devolva o amor (José Cavalcanti – Castanheiro)
04 – Xique xique (Pedro Sertanejo – Elias Soares)
05 – Marilú (José Carlos – Zenilton)
06 – Forró sem grilo (Pedro Sertanejo)
07 – Senhora dona da casa (Alexandre Alves – Pedro Sertanejo)
08 – Bicão no Forró (José Carlos – Pedro Sertanejo)
09 – Quadrilha do norte (Pedro Sertanejo)
10 – Forró no Irecê (Pedro Sertanejo – J. Luna)
11 – Campo belo (Pedro Sertanejo – Arecessoni)
12 – Mané Sabino (Pedro Sertanejo – Cacau)
13 – No pé da fogueira (Milton José)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Genival Lacerda – Eu sou assim

O áudio é uma colaboração do José de Sousa, de Guarabira – PB, as capas são minhas.

Acima um xerox da contra capa original, de 1969.

As capas e selos são de uma re-edição feita em 1975.

Destaque para “Canta alegre a passarada” de Joca de Castro e Genival Lacerda; “Festa só em Gameleira” de Genival Lacerda e Parafuso; e para “Fonte do cacau” de Genival Lacerda e Florisval Ferreira.

Genival Lacerda – Eu sou assim
1969 – Chantecler

01 Helena, meu bem (Genival Lacerda – Severino Alves de Souza)
02 Coco de cabeçote (Barbosa da Silva – Genival Lacerda)
03 Salada nordestina (Luiz Queiroga)
04 Canta alegre a passarada (Joca de Castro – Genival Lacerda)
05 De tudo um pouco (Genival Lacerda – Severino Alves de Souza)
06 Foi macumba meu bem (Genival Lacerda – Ary Monteiro – J.B de Azevedo)
07 Eu sou assim (Genival Lacerda)
08 Festa só em Gameleira (Genival Lacerda – Parafuso)
09 A rosa que você me deu (Genival Lacerda – Severino Alves de Souza)
10 Cantor famoso (Genival Lacerda – Jacy Santos)
11 Fonte do cacau (Genival Lacerda – Florisval Ferreira)
12 Vamos fungar (Antonio Barros)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Jorge Paulo – Meu mandato é você

Colaboração do Jorge Paulo, o Bandeirante do Norte

Não é um disco de forró, destaque para “Volte amor” de Tony Damito, Carlos Santorelli e Jorge Paulo.

Jorge Paulo – Meu mandato é você
1981 – Copacabana

01. Quem ama sabe (Alcymar Monteiro)
02. É amor é saudade (Belmonte / Jorge Paulo)
03. Volte amor (Tony Damito / Carlos Santorelli / Jorge Paulo)
04. Você disse adeus (Jorge Paulo / Carlos Santorelli)
05. Charlie Chaplin (Monalisa / Jorge Paulo)
06. Espera (Carlos César / José Fortuna)
07. Nosso ciúme (Carlos Santorelli / Jorge Paulo)
08. Meu mandato é você (Tony Damito / Jorge Paulo)
09. Reizinho querido (Jorge Paulo)
10. Do mundo nada se leva (Belmonte / Jorge Paulo)
11. Cenas da seca (José Aires / Jorge Paulo / Carlos Santorelli)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

post image

CD – Marcos Farias – Gente de Marinês

Colaboração do Chiquinho Alves

Um disco muito bom, produzido pelo prório Marcos Farias, o Marquinhos.

Participação especial de Genival lacerda na faixa “O galo já miudou” de Dominguinhos e Anastácia; de Sheilami Farias na faixa “Carregadinho de amor” de Lagartixa; e do Pau de Arara Jazz Group, na primeira e na última faixas, que são instrumentais.

Curiosamente, na faixa “O que sera de nós” de autoria de Antonio Barros e Cecéu, no finalzinho da música foi feita uma mixagem com a versão original na voz de Marinês.

Marcos Farias – Gente de Marinês

01 – A briga do cachorro com a onça (D.P. adapt. Grupo Fianraizer)
02 – Recordação (Reinaldo Costa)
03 – Eternamente (Marcos Farias – Lázaro do Piauí)
04 – Feito passarinho (Oliveira do Ceará – Anselmo)
05 – O amor e a razão (Chico Pessoa)
06 – Quase tudo (Chico Pessoa)
07 – Cadê coragem (Lázaro do Piauí)
08 – Ganhar ou perder (Sheilami Farias – Ronaldo)
09 – O galo já miudou (Dominguinhos – Anastácia)
10 – Carregadinho de amor (Lagartixa)
11 – O que sera de nós (Antonio Barros – Cecéu)
12 – Segura essa Hocrides (Dominguinhos)
13 – Xaxadão (Samburico do Acordeon)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

CD – Fúba de Taperoá – Chamego do forró

Trechos de uma entrevista do Fúba para a RitmoMelodia:

“Eu nasci em 1942, e comecei quando criança a tocar. Minha mãe (Carminha Basílio) é compositora, mas ninguém gravou as marchinhas de carnaval que ela fazia para o bloco de carnaval do meu pai (O Bloco saía na rua com: Pandeiro, Triangulo e zabumba).

Aos 12 anos comecei tocar zabumba com o sanfoneiro Abdias (Pai) e depois Abdias (Filho, que foi marido de Marinês) que conheci no sudeste. Em 1957 tocava em Taperoá e Campina Grande – PB, nos forrós de casamento e Pé de Serra. Campina Grande em 1960 era o celeiro cultural da Paraíba e tinha muitos artistas no lugar. Naquela época o sucesso era o samba. O forró e os forrozeiros eram discriminados, como sendo festa e música de pobre.

Tocávamos nos casamentos e aniversários samba e bolero. Depois com o sucesso de Luiz Gonzaga, o Forró foi deixando de ser marginalizado. Na seqüência apareceu Jackson do Pandeiro, Ari Lobo, Zito Borborema, Gordurinha e muitos outros. Em Campina Grande toquei zabumba por uns tempos com Zito Borborema (Meu Primo) quando estava no auge do sucesso da música: ‘Mata Sete’.

No final da década 60, cheguei ao Rio de Janeiro, depois de uma viagem longa em cima do Pau de Arara. A ditadura corria solta (E muita gente presa). O rádio divulgava que ninguém podia sair de casa. Eu trabalhei de pedreiro por um ano. Comprei uma roupa bacana, óculos escuros, um relógio e coloquei um dinheiro no bolso e voltei para Paraíba. De volta trabalhei mais três anos de pedreiro (Levantando parede ganhava mais dinheiro).

Em 1970 voltei para o Rio de Janeiro, passei três anos e vim morar em São Paulo e conheci outros forrozeiros (Dominguinhos, Ari Lobo, Zé Gonzaga, Luiz Gonzaga, Pedro Sertanejo, Jackson do Pandeiro) no Forró de Pedro Sertanejo.

Gravei quatro discos em vinil. ‘Lembrança de Taperoá’ em 1981. ‘Na Pisada do Forró’ em 1983. ‘Cantando e Sorrindo’ em 1985. ‘Forró Temperado’ em 1988. Quatro CDs: ‘Pra Virar Xodó’ pela Velas em 1995. ‘Tributo a Jackson do Pandeiro’ pela Atração em 1998. ‘Vai Lá no meu Forró’ em 2000. ‘Chamego do Forró’ pela CD Center em 2002.” (Fonte)

Fúba de Taperoá – Chamego do forró
2002 – CD Center

01 – Guria (Nandinho do Pandeiro – Fúba de Taperoá)
02 – No chamego do forró (Caxiado – Fúba de Taperoá)
03 – Sigo meu destino (Zito de Souza – Antonio Cunha)
04 – Só se vê o peneirado (João Batista da Silva – Fúba de Taperoá)
05 – Noite de São João (Luiz Amorim – Fúba de Taperoá)
06 – A saudade dói (João Batista da Silva – Fúba de Taperoá)
07 – Puxando o fole (Lereu do Pandeiro – Fúba de Taperoá)
08 – Tem pena deu (João Silva – Zé Mocó)
09 – Não erro mais (Luiz Amorim – Zuza da Vila)
10 – Foi embora (Adalto Ferreira Lima – Fúba de Taperoá)
11 – Vô pro forró (Anastácio de Oliveira – Fúba de Taperoá)
12 – Mão boba (João Ferreira da Rocha – Fúba de Taperoá)
13 – Destruiu nosso lar (Fúba de Taperoá)
14 – Andando pelo mundo (Fúba de Taperoá)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

Os 3 do Brasil – Coisas proibidas

Colaboração do Lourenço Molla, de João Pessoa – PB

Primeiro disco dos 3 do Brasil, antes da entrada de Benício Guimarães. Algumas das músicas desse LP foram sucesso na voz do Zenilton, como “Riacho da pedreira” e “Quero um beijinho”.

A maioria das faixas é de autoria do Durval Vieira, com excessão da instrumental que encerra o disco, uma versão bem piscodélica de “Asa branca” de Luiz Gonzaga e Humberto Teixeira.

Os 3 do Brasil – Coisas proibidas
1976 – EAE

01 Anda depressa (Durval Vieira – Julio Ricardo)
02 Caminho de santos (Durval Vieira)
03 Riacho da pedreira (Durval Vieira)
04 Entortou a boca da égua (Durval Vieira)
05 Mulher ciumenta (Durval Vieira)
06 Chora (Durval Vieira)
07 Quero um beijinho (Durval Vieira)
08 Não sei se vou… (Durval Vieira)
09 Estória do largato e o sabiá (Durval Vieira)
10 Sai de perto dele (Durval Vieira)
11 Você diz… (Durval Vieira)
12 Asa branca (Luiz Gonzaga – Humberto Teixeira)

Para baixar esse disco, clique aqui.

Se estiver com dificuldade para baixar e descompactar os arquivos, tire suas dúvidas em nosso manual “passo a passo”, clique aqui.

1 2 3 4

Quem somos

Somos uma rede filantrópica colaborativa de colecionadores e músicos.

Uma comunidade que se conheceu e se comunica virtualmente, unidos em torno de uma paixão comum, o forró tradicional.

Quer saber mais da nossa história?
Continue navegando neste portal.

Um grade abraço,
DJ Ivan

Facebook